quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Três Palmeiras - a evolução do FPM nos últimos 10 anos

A seguir as telas do Portal da Transparência do Governo Federal mostra a evolução do Fundo de Participação do Município de Três Palmeiras nos últimos 10 anos.

2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

Fonte: Portal da Transparência do Governo Federal 
+ Mais Informações ››››››

Calor se mantém amanhã, com chuva de verão no RS

Temperatura cai no fim de semana

A quinta-feira vai ter calor e pancadas de chuva típicas de verão no Rio Grande do Sul. Conforme a MetSul Meteorologia, as máximas ficarão entre 37ºC a 39ºC na região Metropolitana de Porto Alegre. A expectativa é de instabilidade mais abrangente na sexta-feira, da tarde para a noite. Para o fim de semana, a previsão é de queda na temperatura.
Fonte: Rádio Guaíba
Postado Por: Alcione Gondorek 
+ Mais Informações ››››››

Polícia apreende cerca de 500 mil carteiras de cigarros em Nonoai, RS

Produto contrabandeado foi encontrado na caçamba de um caminhão. Nota fiscal do veículo informava transporte de 36 toneladas de milho.
Um caminhão com cerca de 500 mil carteiras de cigarros contrabandeados foi apreendido nessa terça-feira (21) em Nonoai, na Região Norte do Rio Grande do Sul.
O motorista do veículo com placas de Santa Catarina foi abordado em um posto fiscal da ERS-406.
De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), o condutor fugiu e abandonou o caminhão.
A nota fiscal encontrada no veículo informava o transporte de 36 toneladas de milho, mas os cigarros foram encontrados na caçamba.
A suspeita é de que o produto ilegal estivesse vindo do Paraguai com o auxílio de um carro como batedor.
Fonte e Foto:Portal Nonoai

+ Mais Informações ››››››

Três Palmeiras destaca-se pelo incentivo a cultura

Coral Municipal Italiano envolve mais de 25 pessoas
Durante o ano de 2013 iniciou em Três Palmeiras grandes projetos na área da educação e cultura envolvendo a comunidade trespalmeirense. A Banda Marcial, a Orquestra de Violões, o Coral Municipal Italiano e o Grupo de Danças Típicas foram formados através do incentivo do Governo Municipal com o objetivo de integrar a comunidade, através do envolvimento com a música incentivando a cultura no município.
A banda marcial municipal e a orquestra de violões realizaram belíssimas apresentações durante o ano de 2013 e devem retornar as atividades no mês de fevereiro. No mês dezembro jovens de Três Palmeiras formaram um grupo de danças diversificadas, como rock, samba, tango, alemã e italiana, em sua apresentação na 4° Festa da Uva e Agricultura Familiar encantou o público da região que estava presente.
O Coral Municipal Italiano iniciou suas atividades recentemente e destaca-se pelas emocionantes apresentações. O grupo de mais de 25 pessoas realiza ensaios todas as terças feiras no centro de eventos do município. A próxima apresentação do grupo será na programação do dia internacional da mulher no mês de março.
O objetivo é que o número de integrantes no coral seja aumentado, sendo que estão abertas vagas para as pessoas interessadas.



 Divulgação: Prefeitura Municipal de Três Palmeiras
Postado Por: Alcione Gondorek


+ Mais Informações ››››››

Constantina - Quadra de Futebol de Areia do Parque Poliesportivo Recebe Melhorias

A Administração Municipal através do CMD em parceria com a
Secretaria de Obras realizou nos últimos dias melhorias na quadra
de futebol de areia do Parque poliesportivo. Uma das principais
mudanças foi a troca de toda a areia da quadra.
No próximo domingo, dia 26 de janeiro, será realizado em
Constantina o Circuito Verão SESC de Esportes, com jogos de
futebol de areia masculino e feminino no parque poliesportivo. A
quadra de vôlei da Praça Getúlio Vargas também recebeu melhorias,
os jogos de voleibol de duplas masculino e feminino, e o futevôlei
masculino serão realizados na quadra de areia da Praça. Os
campeões de cada modalidade estarão disputando a final estadual
no mês de março na cidade de Torres.
As fichas de inscrição para a etapa municipal do Circuito Verão CESC de Esportes podem ser retiradas na sala do CMD, informações com Eduardo no telefone (54) 9969 1193.
Fonte: Patrick Alexander Caumo Savaris
Postado por:Claudinara Glienke

+ Mais Informações ››››››

Vacinação contra HPV na rede pública começa em 10 de março

Meta do governo é imunizar 80% de um total de 5,2 milhões de meninas de 11 a 13 anos

A vacinação de meninas de 11 a 13 anos contra o papiloma vírus humano (HPV) na rede pública de saúde vai começar no dia 10 de março. O anúncio foi feito hoje (22) pelo Ministério da Saúde. O vírus é uma das principais causas do câncer de colo de útero, o terceiro tipo mais frequente de câncer entre mulheres, atrás apenas do câncer de mama e do câncer de cólon e reto.
 
A meta do governo é imunizar 80% de um total de 5,2 milhões de meninas. A vacina estará disponível em 36 mil postos de saúde da rede pública durante todo o ano, como parte da rotina de imunização. Para se vacinar, basta apresentar o cartão de vacinação ou um documento com foto. A imunização é feita em três doses: a segunda vem seis meses depois da primeira e a terceira, cinco anos após a primeira.
 
A coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Carla Domingues, ressaltou que a vacina tem caráter preventivo e não substitui a realização do exame conhecido como papanicolau, nem o uso de preservativo em relações sexuais.
 
Já o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, lembrou que a orientação da pasta é que as secretarias estaduais e municipais de saúde promovam a vacinação em parceria com as secretarias de educação, com estratégias de imunização dentro de escolas públicas e particulares.
 
“Todos os estudos mostram que nessa faixa etária, de 9 a 13 anos, é quando, ao se aplicar a vacina, a produção de anticorpos tem maior intensidade. Chegamos ao nível máximo de proteção que essa vacina pode gerar contra o HPV”, explicou.
 
Segundo o ministério, a capacitação à distância de profissionais de saúde e de professores deve começar em fevereiro. As escolas também devem reforçar a importância da imunização, distribuindo um guia prático sobre a o vírus para adolescentes, pais e professores.
 
Para o primeiro ano da imunização, o governo adquiriu 15 milhões de doses. A vacina utilizada será a quadrivalente, recomendada pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), que oferece proteção contra quatro subtipos do HPV (6, 11, 16 e 18). Os subtipos 16 e 18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo de útero em todo o mundo. De acordo com a pasta, em 2015, a vacina será oferecida para adolescentes de 9 a 11 anos.
 
Para a produção da vacina, o ministério firmou parceria com o Instituto Butantan e com um laboratório privado. Será investido R$ 1,1 bilhão na compra de 41 milhões de doses durante cinco anos – período necessário para a transferência de tecnologia. A parceria, segundo o governo, possibilitou uma economia estimada em R$ 83,5 milhões.
 
O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com a pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. O vírus também pode ser transmitido de mãe para filho no momento do parto. A estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras da doença, sendo 32% infectadas pelos subtipos 16 e 18.
 
Em relação ao câncer de colo de útero, a estimativa é que 270 mil mulheres morrem todos os anos devido à doença. No Brasil, o Instituto do Câncer (Inca) estima que devem surgir 15 mil novos casos da doença e 4.800 óbitos por esse tipo de câncer.
 Fonte:Radio Guaíba 
Postado por:Claudinara Glienke
+ Mais Informações ››››››

RS anuncia R$ 11 milhões para combater violência contra a mulher

Registros de estupros tiveram redução de 12,7% entre 2012 e 2013.
Foram 92 mortes em 2013; 60% das vítimas não registrou ocorrência.

As políticas de combate à violência contra a mulher no Rio Grande do Sul vão ganhar reforço com R$11,6 milhões provenientes do governo federal e da Unesco. Os recursos serão destinados a projetos, capacitação de servidores, melhorias em delegacias especializadas e construção de um pavilhão para oficinas no Presídio Estadual Feminino de Torres. Parte da verba já foi aplicada em 2013.
O investimento foi divulgado na manhã desta quarta-feira em entrevista coletiva. Na ocasião, a Secretaria de Segurança Pública anunciou ainda a diminuição da violência contra a mulher no estado. Segundo dados da pasta, a redução em estupros foi de 12,7% na comparação entre os anos de 2012 e 2013. No mesmo período, houve queda de 10% em registros de crimes passionais e de 4,4% em ameaças e lesões corporais.
O secretário de Segurança Pública, Airton Michels, ressaltou que o governo passou a encarar a violência contra a mulher de outra forma, com políticas que começaram a dar resultados concretos. "A atuação do estado ocorre desde o registro da ocorrência até a prisão e soltura do agressor. Mesmo com liberdade concedida, o estado permanece com a vigilância, garantindo a segurança da vítima. Conseguimos identificar o perfil das vítimas em potencial, bem como dos agressores", destacou.
No total, foram 92 mortes no ano passado contra 102 em 2012. Conforme as estatísticas, 60% das vítimas sequer haviam registrado ocorrência. Apesar da queda nos índices, a decisão de se separar do companheiro continua sendo a principal causa dos crimes. "Muitas vezes elas dependem do agressor e não se separam em função dos filhos. Por isso, temos políticas como o Crédito Lilás", disse a secretária em exercício de Políticas para as Mulheres, Ana Félix, citando o projeto que auxilia mulheres a se tornarem financeiramente independentes dos companheiros.
Fonte:G1

+ Mais Informações ››››››

JORNAL DA LIBERDADE EDIÇÃO DO DIA 22-01-14


Postado Por: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

Caminhão tomba entre Vista Alegre e Palmitinho

Um caminhão de transporte de leite saiu da pista e tombou por volta das 7h45min, desta quarta-feira, dia 22, na RS 472 entre Palmitinho e Vista Alegre.
O veículo com placas de Três Passos, teria colidido na traseira de outro caminhão que bruscamente reduziu  a velocidade sobre a pista, vindo a perder o controle e tombado.
O motorista sofreu ferimentos leves e foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao hospital de Palmitinho. O transito no local foi orientado pela BM.

Fonte:Radio Comunitária 97.9FM
+ Mais Informações ››››››

PROGRAMA ESPORTES EM DESTAQUE DO DIA 22-01-14



Na manhã de hoje dia 22 de janeiro foi ao ar mais uma edição do programa esportes em destaque.ouça.

Postado Por: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

Advogados alertam que escolas não podem exigir compra de material coletivo

As escolas que descumprirem essa norma poderão levar multas entre R$ 400 a R$ 6 milhões

Os pais não devem comprar material de uso coletivo para escolas. O alerta é dado por advogados que tratam de direito do consumidor. Lucas da Cunha ressalta que produtos como papel higiênico, materiais de limpeza, entre outros, devem fazer parte do custo da mensalidade. 
A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça e os Institutos de Defesa do Consumidor (Procon) entraram em alerta em meio ao período de volta às aulas. As escolas que descumprirem essa norma poderão levar multas entre R$ 400 a R$ 6 milhões. 
Os pais que tiverem dúvida se o material é de uso coletivo ou individual devem procurar a escola para esclarecimentos. Sobre o aumento das mensalidades, a escola também deve apresentar uma planilha de custos e gastos que justifiquem o reajuste.Quem não se sentir satisfeito pode procurar os órgãos de defesa do consumidor.
Fonte: Jerônimo Pires/Rádio Guaíba
+ Mais Informações ››››››

Homem morre em incêndio em Passo Fundo

Vítima estava sozinha em casebre às margens da ERS 135

Um homem de 48 anos morreu no incêndio de uma residência às margens da ERS 135, em Passo Fundo, na madrugada desta quarta-feira. O fogo teria iniciado por volta das 3h. 

A vítima, identificada como Jucelino Alves Maciel, estava sozinha em casa, um casebre que não contava com ligação de energia elétrica.

A Polícia Civil assumiu o caso, mas não acredita que o incêndio tenha sido criminoso. A perícia deve determinar as causas do fogo.
 Fonte: Dico Reis/Rádio Guaíba
+ Mais Informações ››››››

Primeiro minuto de vida é determinante para a saúde do bebê

Uma em cada dez crianças precisa de ajuda para respirar ao nascer

O primeiro minuto de vida de uma criança já exige um cuidado especial dos médicos: um em cada dez bebês precisa de ajuda pra respirar de forma correta ao nascer, segundo a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul. Dentre os prematuros, o índice do chamado "minuto de ouro" chega a seis em cada dez.
No Brasil, cerca de 300 mil recém-nascidos por ano necessitam de auxílio para que o pulmão se encha de ar e para que o coração e a circulação sanguínea, inclusive a que se dirige ao cérebro, se adaptem a funcionar sem a placenta, fazendo a transição para a vida fora do útero com qualidade.
— Temos que fazer o recém-nascido respirar, seja espontaneamente ou com ação do pediatra. Caso contrário, as consequências e riscos aumentam, pois a resposta é melhor no primeiro minuto — ressalta o o pediatra Marcelo Pavese Porto.
Quando esses processos não são estabelecidos rapidamente, as consequências podem ser desde pequenas deficiências no aprendizado escolar até sequelas neurológicas graves. Apesar de não ser possível saber durante a gravidez se o bebê vai precisar de ajuda para respirar ao nascer, é preciso atenção aos grupos de risco.
— Existem situações em que o risco é maior, como as crianças que têm alguma má-formação detectada no pré-natal ou os bebês prematuros. Em qualquer caso, um bom pré-natal ajuda o médico a prever mais condições especiais antes do parto — explica o pediatra.
Para estarem preparadas para situações adversas, as famílias podem buscar informações sobre a estrutura da maternidade nesses casos. É importante exigir a presença de um pediatra na sala de parto, para que ele possa ajudar a criança com rapidez e qualidade.
Fonte:Bem Estar
+ Mais Informações ››››››

Especialista indica cinco atitudes para garantir uma gestação saudável

Hábitos preparatórios contribuem para uma gravidez tranquila

Para quem decide engravidar, a fase preparatória é fundamental para garantir a saúde do bebê e afastar quaisquer tipos de complicações durante o período de gestação. Segundo a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, é aconselhável que as mulheres tomem uma série de cuidados ao planejar a gravidez.
— A paciente deve fazer alguns exames como hemograma, ultrassonografia e a verificação da pressão arterial para avaliar suas condições físicas. Além disso, ela deve informar sobre as medicações que está adminstrando, já que algumas podem ser perigosas para o bebê — afirma.
As futuras mães também precisam estar atentas ao seu peso e eliminar alguns hábitos que podem ser prejudiciais à saúde.
— Largar vícios como cigarro e bebidas alcoólicas, bem como colocar todas as vacinas em dia, é importante. Será necessário a realização de uma dieta caso a mulher esteja acima do seu peso normal — explica a ginecologista.
Já aquelas que pretendem realizar outra tentativa para engravidar após terem enfrentado abortos ou gravidez de risco, devem fazer exames específicos para diagnosticar as causas das perturbações e tratá-las.
Confira a seguir as principais orientações da especialista para assegurar uma gravidez saudável:
1) Cuide da alimentaçãoAlgumas mulheres precisam receber uma dose extra de vitaminas para que seu bebê se desenvolva normalmente, por isso muitos médicos recomendam a ingestão de ácido fólico na prevenção de doenças congênitas. A especialista recomenda tomar 400 mcg (0,4 mg) três meses antes de começar as tentativas para engravidar. Outros alimentos ricos nesta vitamina são verduras escuras (couve, escarola, espinafre), batata, feijão, lentilha, ervilha, ovo, salmão, carne vermelha, laranja, limão e tangerina.
2) Pratique exercíciosAlém de ajudar a manter o peso, os exercícios físicos trazem benefícios para a mulher e o bebê ao evitar dores lombares, auxiliar no trabalho de parto e reduzir o risco de doenças graves como o diabetes gestacional e hipertensão.
3) Vá ao dentistaVerifique a situação da sua saúde bucal. As mudanças hormonais decorrentes da gravidez podem deixar os dentes e gengivas mais sensíveis. Portanto, visite seu dentista e faça um check-up para evitar problemas posteriores.
4) Evite infecçõesContrair qualquer tipo de infecção pode prejudicar a saúde do bebê. Nesse caso, verifique se os alimentos na sua geladeira são mantidos a menos de 4ºC e fique atenta ao preparo das refeições, com lavagem adequada de frutas e verduras.
5) Conheça o histórico familiar de doençasInvestigue se existem casos na sua família de doenças como síndrome de Down, anemia falciforme, fibrose cística, defeitos congênitos ou problemas de coagulação do sangue. Essa pesquisa ajuda a avaliar a possibilidade do seu bebê desenvolver algum tipo de anormalidades. Se você descobriu que está grávida, procure o seu ginecologista o quanto antes para iniciar o pré-natal e seguir com uma gestação tranquila e saudável.
Fonte:Bem Estar
+ Mais Informações ››››››

Dedo do Cristo Redentor, no Rio, estará recuperado em duas semanas

Reparação é feita por meio de rapel, pois não é possível instalar andaime ao redor da estátua

A estátua do Cristo Redentor, danificada por um raio na semana passada, deverá estar recuperada em duas semanas. Os turistas que lá estiveram nesta terça-feira fizeram fotos de uma das atrações mais famosas do país, e registraram homens trabalhando para restaurar parte do dedo médio da mão direita. O trabalho de reparação é feito por meio de rapel, atividade vertical com uso de cordas, porque não é possível instalar um andaime ao redor da estátua, que tem cerca de 30 metros de altura.
Um dos técnicos que participam da reparação, Francisco Erivandro Rodrigues diz que o para-raio da estátua tem que ser trocado.
— É ele (o para-raio) que protege o Cristo. Se não estiver legal sempre vai cair raio — comentou.
Depois de ter escalado o monumento diversas vezes, ele diz que a emoção é sempre muito grande.
— É show de bola, muito legal quando chega lá em cima no braço. Não perde a graça, é sempre bonito — disse ele.
Para a turista argentina Belen Ceballos e o filho, Bautista, o dedo que falta é uma atração.
— Vim mais até para ver isso. Minha mãe me ligou de Córdoba para me contar. Todos ficaram sabendo. Quando vi a foto no jornal não pude acreditar. Achei incrível estar aqui justamente quando acontece isto e, ainda mais, poder contar — disse ela. — Parece que o poder de Deus que atirou o raio; parece com a pintura da Capela Sistina (Itália), em que Deus toca o homem — completou.
Fonte:Zero Hora
+ Mais Informações ››››››

Sananduva - Família procura por homem desaparecido

Por volta das 11 horas da manhã da última quinta-feira (16) foi à última vez que familiares viram Pedro Sbardelotto, o mesmo estaria desaparecido até então, na cidade de Sananduva, Rio Grande do Sul.

Segundo informações, Pedro é pedreiro e morador do bairro São Cristovão, em Sananduva, o jovem passava por tratamento psiquiátrico e após sair de casa na quinta-feira não teria mais retornado.

Amigos e familiares pedem para quem tiver informações que repasse a polícia pelos telefones: 190 (Brigada Militar), 181 Polícia Civil ou diretamente com a família pelo (54) 3343 1242;

Fonte: NorteRS
+ Mais Informações ››››››

Polícia Ambiental combate incêndio

O Comando Ambiental da Brigada Militar em atividade de
fiscalização ambiental na tarde de hoje (21/01) no Município de
Osório constatou a ocorrência de incêndio em uma área de
aproximadamente 20.000 m². No local havia predominância de
vegetação rasteira do tipo gramíneas.
Para evitar que as chamas se alastrassem e produzissem
impacto maior a flora e a fauna existente na região, a PATRAM
utilizou meios de fortuna para debelar os focos de incêndio, até
a chegada dos bombeiros no local.
O Comando Ambiental orienta os veranistas que freqüentam locais onde existe vegetação, que em razão das altas temperaturas que tem ocorrido no Estado, é imperativo redobrar os cuidados na utilização de qualquer tipo de material que possa gerar combustão, e produzir incêndios no meio ambiente causando sérios prejuízos a fauna e a flora, além de risco a linhas de alta tensão, residências e até mesmo aos moradores da vizinhança do evento.
Fonte: Comando Ambiental da Brigada Militar
+ Mais Informações ››››››

'Falta amor', diz cubana que completa um mês de Mais Médicos no RS

Dra. Lourdes vai viver pelos próximos três anos no município de Cristal (Foto: Caetanno Freitas/G1)Caetanno Freitas Do G1 RS
5 comentários
Lourdes Mann vai viver pelos próximos três anos no município de Cristal (Foto: Caetanno Freitas/G1)
Enriquecer não está entre as prioridades da doutora cubana Lourdes Richardson Mann, selecionada para atuar pelo programa Mais Médicos em Cristal, no Rio Grande do Sul. Especialista em atenção primária à saúde, a médica da terra de Fidel Castro cede 90% do seu salário mensal a Cuba e ao governo brasileiro e, mesmo assim, tem a convicção de que pode viver bem com cerca de R$ 1.000 no pequeno município da Região Sul, de pouco mais de 7,6 mil habitantes, sua nova casa pelos próximos três anos. Nascida em Caimanera, província de Guantánamo, Lourdes passa, aos 42 anos, a imagem de uma mulher segura, confiante e focada no objetivo de oferecer, pelas próprias mãos, saúde gratuita para a população mais carente, sem condições de pagar por uma consulta particular.
Em entrevista ao G1, Lourdes Mann fala sobre seu primeiro mês no país e suas impressões em um território bem diferente de sua origem socialista. “O Brasil vive um problema de falta de caridade humana. Falta amor ao próximo”, interpreta. Em relação à resistência da classe médica ao Mais Médicos, ela não demonstra tanto espanto. “Não vejo nada estranho nisso. É um programa novo, pouca gente conhece. Nós, cubanos, estamos preparados para isso. Não viemos para enriquecer, temos um conceito diferente, um conceito revolucionário. A vida vem primeiro”, diz.
A médica, mãe de três filhos, também relata a experiência vivida durante cinco anos na Venezuela, onde havia, à época, um programa semelhante ao que é realizado hoje no Brasil. O período na terra de Hugo Chávez ainda lhe ajudou a garantir a participação do programa brasileiro.
Antes mesmo de chegar ao país, já estava familiarizada com os costumes locais. Em Havana, onde morou por cinco anos entre uma viagem e outra, ouviu clássicos de Roberto Carlos e o embalo do samba de Alexandre Pires. Agora, nas horas vagas, além de falar com os filhos, tenta aprender a sambar. “A comida é muito boa. A música também. Ainda não escutei a música tradicional dos gaúchos. Gosto de samba. Minhas colegas do posto de saúde estão me ensinando a sambar. Isso quando não temos pacientes”, brinca a médica.
Abaixo, confira a entrevista com a médica cubana.
Você nasceu em Havana? Sempre pensou em fazer medicina?
Não nasci na capital, sou de Caimanera, província de Guantánamo. Estou em Havana há cinco anos. Ou melhor, estava. Agora vivo em Cristal (risos). Quando eu era criança, queria ser professora como minha mãe. Mas depois, com 18 anos, tive uma inclinação forte para a medicina, porque é uma carreira muito ampla, com várias possibilidades, muito humanitária. Estudei por seis anos até me formar como médica.
Por que existem tantos médicos em Cuba?
No meu país, existe uma preocupação muito grande com as pessoas, com o povo cubano. Todos cuidam de todos. Acho que a medicina tem esse poder de ajudar as pessoas. Gosto de ajudar as pessoas. Por lá, a maioria pensa assim. Existem muitos médicos formados em Cuba com foco na atenção básica. Não me imaginaria, com a minha cor de pele, negra, cursando medicina em outro país. No Brasil, vocês têm cotas.
Pedir permissão para internar em casos de urgência? Isso não existe por lá. Fiquei sabendo que as pessoas entram na Justiça para conseguir um leito aqui. É um absurdo."
Lourdes Mann, médica
O que mais você sabe sobre a saúde e a educação no Brasil?
Conheço muito pouco sobre a educação daqui. Sei muitas coisas sobre o lado da saúde. Alguns dias atrás, por exemplo, atendi uma criança com suspeita de apendicite, algo grave, portanto. Me orientaram a ligar para o hospital mais próximo para saber se eles tinham vaga para internar aquela criança. Em Cuba, casos como esse não precisam de formalidades, de pedidos, para internação de urgência. Encaminhamos o hospital e o atendimento é feito na hora porque ela não pode esperar. Corre riscos... Pedir permissão para internar em casos de urgência? Isso não existe por lá. Fiquei sabendo que pessoas entram na Justiça para conseguir um leito aqui. É um absurdo. O Brasil vive um problema de falta de caridade humana. É isso que falta para as pessoas. Falta amor ao próximo.
Como o Mais Médicos chegou até você? Qual sua experiência profissional?
Tenho mais de 10 anos de experiência em atenção básica à saúde. Em Havana, trabalhava em um consultório, em uma policlínica, como chamamos em Cuba. Os hospitais são atenção secundária, assim como aqui. As policlínicas são primárias, preventivas. Eles estavam procurando pessoas com esse perfil para vir ao Brasil. O programa chegou em Cuba há mais ou menos um ano. Mas foi uma coisa voluntária, uma opção que fiz, porque já tinha realizado uma missão na Venezuela e ter experiência anterior em outro país era um dos requisitos para se candidatar.
Como foi sua missão na Venezuela?
Passei cinco anos da minha vida lá, entre 2004 e 2009. Estive em Bolívar e Caracas. Não faz tanto tempo assim. Chavez tinha muitas ideias liberais semelhantes ao que se vê hoje em dia em Cuba. A igualdade, a vontade de eliminar a pobreza, de dar saúde a todos e educação ao povo. Vi programas de habitação para comunidades carentes, centros de diganósticos integrados, supermercados, tudo voltado à população pobre. Foi uma experiência marcante. Quando terminei minha missão na Venezuela, me mudei para Havana. Tive a possibilidade de comprar um apartamento e fui para a capital. Tenho uma irmã que também vive lá, e ela se sentia muito sozinha.
Lourdes mostra a cozinha do apartamento onde mora (Foto: Caetanno Freitas/G1)Lourdes mostra a cozinha do seu novo apartamento
(Foto: Caetanno Freitas/G1)
E como foi a preparação montada para os cubanos que chegaram ao Brasil em dezembro?
Éramos mais de 200 médicos. Fizemos uma escala em Manaus e depois fomos a Vitória. Participamos de um curso para aprender português durante 21 dias. Aprendemos também sobre o sistema de saúde (SUS), como as coisas funcionam por aqui. Foi uma passagem tranquila, muito boa. Lá definiram o destino de cada um de nós. Essa parte não foi opcional porque ninguém conhecia o país, então não importava muito para onde iríamos.
Você tem alimentação e habitação assegurada?
Quando cheguei aqui no Cristal já tinha um apartamento me esperando, com cozinha, banheiro, um quarto e uma sala. Está bom. Fizemos um acordo com o governo, onde doamos mais da metade do dinheiro que recebemos para o povo cubano. Ficamos com mil reais, que é o suficiente. Cuba fica com os R$ 10 mil e distribui ao governo brasileiro e me manda a minha parte. Também recebemos ajuda com alimentação, dá uns R$ 500 por mês. Para mim é o suficiente, não quero enriquecer. Quero ajudar as pessoas daqui.
Como você está se sentindo? As pessoas lhe tratam bem?
Estou feliz. Todos me receberam muito vem. Dizem que sou bem-vinda. Todos por aqui são muito hospitaleiros, receptivos. No posto de saúde, todos colaboram comigo, precisam ter paciência por causa do português. Ainda estou aprendendo. Tenho muito apoio da prefeitura também e de toda comunidade.
Médica cubana atende nesta policlinica no centro da cidade (Foto: Caetanno Freitas/G1)Médica cubana atende nesta policlinica no Cristal
(Foto: Caetanno Freitas/G1)
Do que você está gostando mais?
A comida é muito boa. Muito parecida com a de Cuba. A música também. Ainda não escutei a música tradicional dos gaúchos. Gosto de Roberto Carlos, Alexandre Pires… Gosto de samba. Minhas colegas no posto de saúde estão me ensinando a sambar. Isso quando não temos pacientes…
A maior dificuldade é o idioma?
Ah, com certeza. Eu tenho me esforçado, aprendemos muita coisa lá em Vitória. Disseram que tínhamos de aprender rápido, mas é difícil. Sei de alguns médicos cubanos que vieram para cá, ao Brasil, e pediram para voltar porque não conseguiram aprender. Vocês falam muito rápido (risos). Mas a comunicação é fundamental. Vou aprender, é questão de tempo.
Você tem filhos? Como faz para fazer contato com sua família?
Sim, tenho três filhos, todos homens. Falo com eles pela internet. Ernesto, 10 anos, Roberto, 16, e Rafael, 18. Meu pai, minha mãe e duas irmãs também estão lá. Eu não pensava em sair de Cuba mais uma vez. Não queria mais. A família entendeu quando decidi, os filhos maiores também. O pequeno não. Ele não entende, sempre vai necessitar de sua mamãe por perto.
Existe alguma dificuldade com a classe médica? Quando vocês, cubanos, chegaram ao Brasil, houve uma reação por parte dos médicos brasileiros contrários ao programa.
Não vejo nada estranho nisso. É um programa novo, pouca gente conhece. Nós, cubanos, estamos preparados para isso. Não viemos para enriquecer, temos um conceito diferente, um conceito revolucionário. A vida vem primeiro. O restante é secundário. A riqueza, a casa, o conforto, o glamour, tudo isso é secundário. Mas estamos preparados para essa resistência. Desde que não aconteça nada que me ofenda, que me agrida… Na Venezuela, houve resistência também. A situação era igual. Os médicos venezuelanos não queriam colaborar com os cubanos.
+ Mais Informações ››››››

Calor seguirá escaldante nesta quarta-feira no Rio Grande do Sul

Sol predomina e temperaturas rondam os 40°C, apesar da presença de nuvens no céu

O Sul do Estado e o Uruguai já tiveram tempo instável, inclusive com temporais nesta terça-feira, mas o sol continua a predominar no Rio Grande do Sul nesta quarta. Apesar da presença de algumas nuvens no céu, as temperaturas vão seguir muito altas, com sensação térmica acima dos 40°C em alguns pontos.

No Sul gaúcho, ocorrerá maior nebulosidade. Da tarde para a noite, há chance de pancadas isoladas de chuva pelo Estado. Na maioria do Estado, contudo, os gaúchos vão suportar mais uma jornada tórrida, com calor desde o amanhecer.

Nesta terça, temporais atingiram o Uruguai enquanto o RS suportava outro dia escaldante com máximas perto de 40ºC. A instabilidade do país vizinho alcançou o Sul do Estado com ventos de 93 km/h no Chuí e chuva irregular.
As mínimas rondam os 15°C em São José dos Ausentes e 17°C em Vacaria. As máximas, por sua vez, se aproximam dos 40°C em diversos pontos, com projeção de 39°C para Santa Cruz do Sul. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 25°C e 39°C.

O Rio Grande do Sul está longe de ser o lugar mais quente do mundo nesta semana, afinal as máximas superam 45ºC no deserto de Outback e no Oeste da Austrália, mas o Estado está entre as áreas do planeta de maior calor. Este calor intenso segue no Estado até sexta, mas até sábado frente fria trará chuva forte, tempestades e queda de temperatura.



Fonte: Metsul
+ Mais Informações ››››››

RS é um dos lugares mais quentes do mundo nesta semana

Crédito: Fabiano do Amaral
O Rio Grande do Sul é um dos lugares mais tórridos do mundo, nos últimos dias. De acordo com a MetSul Meteorologia, apenas partes da Austrália, do norte da Argentina e localidade áridas da África do Sul e Namíbia registram temperaturas comparáveis. A máxima em Porto Alegre, nesta terça-feira, chegou a 39°C na rede Metroclima, conforme amostra da zona Norte.

A Capital já havia registrado 39,2°C nessa segunda-feira e teve marcas de 37,9°C no sábado e 38°C no domingo. Acumulados de deixar com sensação de calor até mesmo os beduinos do deserto do Saara. Cidades como Lajeado, São Leopoldo, Campo Bom, Santa Cruz do Sul e Teutônia também tiveram máximas de pelo menos 38°C, conforme dados da MetSul Meteorologia. A alta temperatura em São Leopoldo é uma das maiores em quase 20 anos, segundo o meteorologista Eugenio Hackbart.

Apenas no extremo Sul do Estado, como no Chuí, os termômetros apresentam temperaturas mais amenas, com máximas ao redor dos 20°C. E a onda de calor seguirá pelo menos até sexta-feira, com máximas ao redor de 40ºC na quarta e na quinta.

As próximas noites devem ser muito quentes, com a sexta-feira bastante abafada antes do alívio. Em Pelotas, o aeroporto que faz registros de hora em hora, registra 38°C desde as 14h. Canoas foi um dos locais mais quentes do Estado, com 39°C também desde as 14h, segundo a base aérea.
Fonte: Metsul
+ Mais Informações ››››››

Brasil é quarto país que mais contribui para aquecimento global, diz pesquisa

Nova pesquisa sobre os países que mais contribuem para o aquecimento global colocam o Brasil muito perto do topo do ranking. De acordo com estudo da Concordia University, do Canadá, o país é o quarto maior emissor de gás carbônico (CO2), principal gás do efeito estufa, em proporção à responsabilidade pelo aumento médio de temperatura.

Numa análise que leva em conta a contribuição histórica e atual para o fenômeno, os Estados Unidos lideram, seguidos da China, com uma responsabilidade estimada de 0,15°C a cada 1°C de temperatura média que se eleva no planeta, os EUA são responsáveis quase pelo dobro da carga chinesa, mas a potência asiática se aproxima ano a ano dos índices mais poluidores.

As estimativas para o Brasil, por conta da utilização de combustíveis fósseis e uso irrestrito de terras para plantio e criação de animais, são de que o país contribuiu com quase 0.05°C (0,049°C) a cada 1°C. Um número bem inferior ao das duas potências líderes, mas acima de outros 16 nações que figuram no ranking de 20 "aquecedoras globais", pouco atrás da Rússia que gera 0,059°C.

Muito mais desenvolvidos, Alemanha e Inglaterra geram 0,035°C e 0,031°C, respectivamente, enquanto o Japão está fora do top 10, com 0,013°C. Da América Latina, Colômbia (0,009°C), Argentina (0,009) e Venezuela (0,007°C) figuram na parte de baixo do top 20.

Escalada do calor no século 21


Outro estudo, a Agência de Pesquisa Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (Noaa, na sigla em inglês) relatou que 2003 empatou como o quarto ano mais quente já registrado na história. A temperatura média foi de 14,52ºC.

Já a agência aeroespacial norte-americana (Nasa, na sigla em inglês), que calcula os registros com base em outro método, apontou 2013 como o sétimo ano mais quente no mundo, mas a temperatura média foi praticamente a mesma medida pela Noaa: 14,6ºC.

Ambas as agências afirmam que nove dos dez anos mais quentes já registrados aconteceram no século 21. O recorde de temperatura média global ocorreu em 2010 (14,7°C). As medições começaram em 1880.
Fonte: Correio do Povo
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!