quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Sistema Crehnor realiza Encontro de Jovens e discute sucessão rural

Nos dias 07 e 08 de novembro a Crehnor Central realizou o Encontro Regional de Jovens de Organizações Cooperativas e Associativas de Finanças Solidárias no Wilson Parque Hotel, em Palmeira das Missões, RS. O Seminário teve o apoio do Ministério do Trabalho e Emprego, através da Secretaria Nacional da Economia Solidária.
O Encontro recebeu 150 jovens(associados e filhos de associados) representando as cooperativas: Crehnor Sul, de Canguçu, Crehnor Noroeste, de Ijuí, Crehnor Norte, de Barão do Cotegipe, Crehnor Nordeste de Ibiraiaras, Crehnor Sarandi de Sarandi e Crehnor Laranjeiras, do Paraná.
O objetivo deste evento foi criar análises e reflexões específicas sobre a inserção da juventude rural nos espaços produtivos e respectivos processos de desenvolvimento sócio econômicos local e regional, além de promover diálogos sobre alternativas socioeconômicas de inserção dos jovens nos espaços produtivos locais, através das políticas públicas ao mesmo tempo, desenvolver debates para proposição de políticas públicas promovendo ações que visam garantir a sucessão na agricultura familiar;
Segundo Jamar Mai, coordenador da área de projetos da Crehnor Central, objetivo do Seminário foi também de promover a inserção ativa dos jovens nas organizações cooperativas e associativas de finanças solidárias. “Proporcionar canais de diálogo com a juventude rural, para estes desenvolverem domínios teóricos e práticos sobre o que é uma cooperativa de crédito familiar e solidária do Sistema CREHNOR e sejam futuros cooperados”, explicou.
Estiveram presentes no Encontro o Coordenador Geral da Crehnor Central e presidente da Crehnor Sarandi, Valdemar Alves de Oliveira; o Coordenador Administrativo da Crehnor Central e presidente da Crehnor Ijuí, Ailton Croda; o diretor operacional da Crehnor Central, Gilson Alves Rodrigues; o presidente da Crehnor Norte de Barão de Cotegipe, Antonio Caldart; o diretor da Crehnor Nordeste, de Ibiraiaras, Renato Bast.
O evento contou com os painelistas: Ubiracy Ávila, representante do Sistema OCERGS/ SESCOOP RS; José Hermeto Hoffman, diretor do BRDE; Marcel Frison, secretário de estado de Habitação e Saneamento do Rio Grande do Sul; Ronaldo Dário Kloeckner do SEBRAE/RS; Roberto Zimmer, gerente executivo da Unidade de Microcrédito do Banrisul.
O primeiro painel foi sobre: A Economia Solidária e o Crédito Solidário na promoção do desenvolvimento e a Sucessão Rural, pelo painelista José Hermeto Hoffman.
Na parte da tarde Roberto Zimmer, do Banrisul, apresentou o painel: Inteligência financeira, microcrédito para jovens e sucessão rural. Ainda na parte da tarde, o colaborador de Pelotas, Claudionor Almeida falou sobre Diferenças entre campo e cidade, o porquê e a importância da juventude se manter no campo, além das ações de inserção dos jovens nos espaços econômicos locais.
Logo após, foram realizados trabalhos em grupos com as temáticas: Angustias e perspectivas atuais da juventude no meio rural; Quais os projetos de vida dos jovens do meio rural? Quais os projetos produtivos coletivos e individuais? Os jovens foram divididos em 5 grupos para analisar,discutir e responder a estas questões.
No sábado os trabalhos foram retomados com a síntese do dia anterior, e logo após aconteceu o painel de encerramento: As Finanças Solidárias e o Sistema Crehnor Promovendo a Sucessão Rural e a Inserção da Juventude Rural nos Espaços socioeconômicos locais, com os painelistas Valdemar Alves de Oliveira, Coordenador Geral Crehnor Central, Gilson Rodrigues Diretor Operacional da Crehnor Central e Ailton Croda Presidente da CONFESOL.


Fonte:Silvana Lima
Jornalista Profissional DRT/RS 10670
Comunicação e Marketing Sistema Crehnor
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Medalhão de frango recheado











Ingredientes
. 1 kg de peito de frango moído
. 1 pacote de creme de cebola
. Suco de 1 limão
. 150 g de mussarela cortada em cubos
. 10 fatias de bacon
. óleo para fritar
. Salsa picada a gosto
Modo de preparo
Tempere a carne com o creme de cebola e o suco de limão. Faça bolinhas com a carne e recheie com os cubos de mussarela. Achate as bolinhas formando medalhões, envolva cada um com uma fatia de bacon e prenda com um palito. Aqueça o óleo e frite os medalhões até dourarem. Salpique com salsa e sirva.
Dica: sirva com molho de tomate.
Fonte:ANAMARIA

+ Mais Informações ››››››

Programa Hora Luterana edição do dia 13 de novembro de 2014

Programa Hora Luterana da Igreja Evangélica Luterana do Brasil da Congregação Bom Pastor de Três Palmeiras, apresentado pelo Pastor Cildo Miro Schimid

Por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1166 do Dia 13 de novembro de 2014

Destaque desta edição.
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 67 milhões no sábado
Chuva se afasta e temperatura cai no RS nesta quinta-feira
Muita gente vai usar a primeira parcela do 13º para pagar dívidas
Ebola: balanço da OMS mostra mais de 5 mil mortos e 14 mil casos





Apresentado Por: Alcione Gondorek 
+ Mais Informações ››››››

Rio Grande do Sul é o 4° estado menos violento do país

A oitava edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, organizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aponta o Rio Grande do Sul como o 4° estado menos violento do Brasil. O documento, divulgado nesta terça-feira (11), reúne informações de várias fontes, como do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (Sinesp) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados são considerados a principal referência para a análise do movimento da criminalidade e dos registros policiais no país.
Para o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, este é um resultado muito importante, tendo em vista que a segurança pública é hoje um dos maiores problemas a serem resolvidos no mundo inteiro. "Também revela que o nosso conjunto de políticas públicas têm efetividade, embora reconheça que ainda há problemas a serem resolvidos", disse.
O Rio Grande do Sul registrou, em média, 19,5 mortes violentas para cada 100 mil pessoas no último ano. O índice de homicídios no Estado é inferior à nacional. São registradas no país, em média, 26,6 mortes violentas para cada 100 mil pessoas. O número inclui vítimas de homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Os melhores índices são dos estados de São Paulo, que teve 11,7 ocorrências para cada 100 mil habitantes, Santa Catarina (12) e Piauí (17,4). O estado apontado como o mais violento é Alagoas, com 67,5 assassinados para cada 100 mil habitantes.
O Anuário de Segurança Pública também divulgou que os policiais do Rio Grande do Sul são considerados honestos e confiáveis por 62% da população. O índice é o mais alto do Brasil quando se trata de polícia militar, ficando bem acima da média nacional de 33% de confiança. "Não me surpreende e só reafirma que a polícia gaúcha é referência nacional. Este apreço e confiança são absolutamente naturais e correspondem ao caráter da maioria dos servidores e servidoras das instituições policiais", afirmou Michels.
Texto: Luciana Alcover
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Três Palmeiras - Agricuiltores já podem fazer reserva de sementes de milho transgênico

A Secretaria Municipal de Agricultura de Três Palmeiras comunica aos produtores interessados em fazer reserva de sementes de milho transgênico (resistente a lagartas) que estão abertas as reservas junto a secretaria de agricultura até o dia 19 de novembro.
Lembramos que no ato da reserva o produtor deverá pagar a diferença da tecnologia transgênica e o restante do valor fica para ser pago até o dia 20 de junho de 2015.
Cada agricultor pode fazer a reserva de no máximo 3 sacas.
Fonte:Assessoria de Imprensa Prefeitura Municipal de Três Palmeiras
Postado por:Elisete Bohrer

+ Mais Informações ››››››

Jornal dos Trabalhadores - Rio Grande do Sul - Edição 612 dia 13 de novembro de 2014

Ouça nesta edição:
Crise no Leite - Mondaí fecha as portas após decisão judicial;
Uso de antibióticos afeta cultura de peixes no Rio Paraná;
Projeto d e Universalização da Banda Larga custará 50 bilhões de reais;
PEC que isentava remédios de impostos é arquivada.

+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!