sábado, 13 de dezembro de 2014

Ministério Público denuncia 22 na sétima fase da Operação Leite Compen$ado

 O Ministério Público do Rio Grande do Sul apresentou, nesta sexta-feira, em Gaurama, denúncia criminal contra 22 pessoas envolvidas na sétima fase da Operação Leite Compen$ado. De acordo com o MP, as investigações mostraram que os motoristas e produtores denunciados adicionavam água e sal ao leite para ampliar o ponto de congelamento do alimento e mascarar fraude econômica.
Também foi ajuizada ação coletiva de consumo contra a empresa Transportes Rafinha Ltda., que coletava leite com adição de água. Um pedido de liminar solicita que a empresa e os donos se abstenham de produzir, transportar ou fornecer produtos lácteos que não estejam dentro das normas estabelecidas legalmente.
Duas laboratoristas do posto de resfriamento Rempel & Coghetto Ltda., de Jacutinga, também foram denunciadas e presas preventivamente na quinta-feira. Segundo o MP, elas mascaravam os resultados de laudos e orientavam os motoristas a adicionarem água nos compartimentos em quantidade que não aparecessem nos testes.
Fonte:Correio do Povo
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!