quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Tempo seco se mantém nesta sexta no RS

Chove no sábado mas, no domingo, sol reaparece à tarde

O tempo seco se mantém no Rio Grande do Sul, com frio no amanhecer, nesta sexta-feira. Conforme a MetSul Meteorologia, as mínimas devem oscilar entre 8ºC e 9ºC na região Metropolitana de Porto Alegre e no Centro do Estado. Na Serra, atingem de 2ºC a 3ºC. À tarde, a temperatura passa dos 20ºC. No sábado, o tempo fica chuvoso desde a manhã. No domingo, porém, o sol já aparece à tarde.
Fonte: Rádio Guaíba
Postado Por: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

Saiba como manter a saúde da pele durante a mudança de estação

 Temperatura instável, dias de sol e noites frias acabam agredindo a pele e favorecendo o ressecamento, surgimento de alergias e o aparecimento de manchas

Enquanto o inverno se despediu com altas temperaturas e sol forte, os primeiros dias da primavera têm sido marcados por chuva e frio. Esse aumento das chuvas e a oscilação no termômetro, porém, são características dessa transição entre as estações.

O problema é que, embora comuns, nossa pele nem sempre reage bem a tantas mudanças no clima.

A dermatologista Helua Mussa Gazi explica que toda troca de estação exige mais cuidados com a saúde, especialmente a da pele. Temperatura instável, dias de sol e noites frias acabam agredindo a pele e favorecendo o ressecamento, surgimento de alergias e o aparecimento de manchas.

— É importante nessa época do ano reforçar os cuidados com a pele para proteger principalmente o rosto, a região do pescoço, braços e mãos. São cuidados essenciais, principalmente depois do inverno, estação em que normalmente as pessoas deixam a pele mais de lado — recomenda.

Limpeza é palavra de ordem!
Para evitar que a mudança climática cause muitos problemas, o primeiro passo é uma boa limpeza da pele, mas sem exageros. Duas vezes ao dia, por exemplo, é o ideal para que sejam removidos os resíduos como a maquiagem, oleosidade e sujeira.

Segundo Helua, dois cuidados são essenciais durante a limpeza: uso de sabonete específico para o seu tipo de pele e não enxaguar o rosto com água muito quente. Além disso, deve-se lavar a face sempre com um sabonete específico, já que esse não deve ser o mesmo que usamos no corpo.

— Os sabonetes faciais também podem ser substituídos por geis de limpeza, espumas de limpeza, sabonetes faciais líquidos... Todos têm a mesma função, que é limpar. É importante lembrar, também, que o sabonete deve ser, de preferência, PH neutro, o que não interfere na microflora cutânea e é menos irritante — explica.

Hidratação para uma pele de pêssego
A mudança brusca de temperatura na primavera também causa outro problema, o ressecamento da pele. Por isso, é fundamental beber bastante água e investir no uso de hidratantes. Quem tem a pele seca pode aplicar produtos à base de óleo de amêndoas doces, aloe vera e ureia.

Para os homens, que muitas vezes não gostam de passar cremes, há a alternativa de usar óleo corporal, antes do último enxague do banho, evitando o ressecamento. Vale lembrar que o hidratante ou óleo devem ser utilizados várias vezes ao dia.

Outro aliado importante para manter a pele hidratada são as máscaras. O ideal é fazer o tratamento uma vez por semana, a cada 15 dias.

Proteja-se do sol
Na primavera, há também o aumento da radiação solar, o que ocasiona em uma maior exposição da pele aos raios UVA e UVB. Sem a proteção necessária, o resultado podem ser manchas e rugas precoces. Por isso, é necessário o uso de protetor solar diariamente.

— Na primavera, esse cuidado deve ser reforçado, já que com alguns dias ensolarados e outros nublados, as pessoas tendem a esquecer de passar o filtro. Entretanto, os raios UV, que causam danos à pele, conseguem atravessar as nuvens — orienta a dermatologista.

O protetor solar deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao ar livre, em todas as áreas, incluindo pescoço e colo. Além disso, deve ser reaplicado a cada três horas. O ideal, segundo a dermatologista, é que esses cuidados façam parte de uma rotina diária, de aproximadamente três vezes por dia.


Fonte:VIDA
Postado por : Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Desarticulada quadrilha de roubo a bancos com sequestro no RS


Oito pessoas foram presas na ação que ocorreu em quatro municípios gaúchos

A Polícia Federal (PF) e a Polícia Civil acreditam ter desarticulado uma das maiores quadrilhas de roubo a banco do Rio Grande do Sul. Em operações simultâneas realizadas nesta quinta-feira foram presas oito pessoas. Outras 18 já havam sido detidas e estima-se que o bando tenha cerca de 30 integrantes.

As prisões ocorreram nos municípios de Campo Bom, Canoas, Novo Hamburgo e São Leopoldo. Ainda foram apreendidos três armas, dois carros e uma moto. O núcleo do bando se concentrava no Vale dos Sinos. O grupo criminoso também é suspeito de praticar extorsão mediante sequestro de gerentes e tesoureiros de agências bancárias.

As investigações das duas corporações se cruzaram depois da constatação que seis criminosos apareciam nas listas de suspeitos de ambas. O trabalho da PF iniciou com o sequestro do tesoureiro da Caixa Econômica Federal de Novo Hamburgo, em 25 de abril de 2013. Já em 6 de junho, o sequestro da gerente da agência do Sicredi em Pareci Novo deu início às apurações da Polícia Civil.

A partir do sequestro frustrado da família de um gerente do banco Itaú em Pareci Novo, com a prisão de quatro pessoas, a PF e a Polícia Civil identificaram que se tratava do mesmo grupo criminoso. As buscas continuarão aos demais integrantes da quadrilha.

Outras prisões e apreensões

Em 5 de julho, a Polícia Civil prendeu duas pessoas em flagrante em Tramandaí, com um caminhão que possivelmente seria utilizado em um ataque a carro-forte no Litoral Norte. Foram apreendidos ainda sete veículos com adulteração e/ou ocorrência de furto.

Em Charqueadas, cinco integrantes do grupo foram presos pela Polícia Federal quando retornavam de São Vicente do Sul, no dia 26 de agosto. Na ocasião, foram apreendidas diversas armas de calibre restrito, mais de 3 quilos de explosivo, ferramentas e farta munição.

Oito pessoas foram presas na ação que ocorreu em quatro municípios gaúchos | Foto: André Ávila

 

Fonte: Correio do Povo

 Postado por: Elisete Bohrer


+ Mais Informações ››››››

Sarandi – Polícia Civil realiza grande operação e prende várias pessoas

A Polícia Civil de Sarandi, juntamente com departamentos de diversos outros municípios realizarão uma grande operação de combate ao tráfico de drogas denominada DOMINÓ, ação esta que começou no início da manhã de quinta-feira, dia 26 de setembro.
Cerca de 45 viaturas da Polícia Civil e ainda 123 agentes e 15 delegados oriundos de Sarandi, Palmeira das Missões, Ijuí, Carazinho e Passo Fundo estão engajados nesta operação que visa desmantelar o tráfico de drogas em Sarandi. 

Diversos suspeitos de envolvimento já foram presos, os mesmos já tinham mandado de prisão temporaria expelido e foram conduzidos ao presídio de Sarandi, muitos deles já tinham passagem pela polícia.  Até agora foram feitas 22 prisões, 14 homens, 07 mulheres e uma adolescente. Uma moto, três veículos, drogas, R$5.000.00 em cheques, R$2.000,00 em dinheiro, 45 pedras de crack, 17 buchas de cocaína e 23 g de maconhae também foram apreendidos. Um helicóptero ajudou na operação.

Informações - José Leal/ 28ª DPR

Foto - Joel De Brito

 Fonte:DiárioRS

Postado por : Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Saiba como ocorre o processo de doação de medula óssea

O Brasil tem, hoje, o terceiro maior número de doadores de medula óssea do mundo, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Com mais de três milhões de doadores inscritos, o país perde apenas para os Estados Unidos, que conta com quase sete milhões de cadastrados, e para a Alemanha, com 5 milhões. Porém, apesar do número positivo, a demanda de pacientes que precisam de medulas compatíveis é crescente, assim como as dúvidas sobre a doação.

A hematologista do Hospital São Camilo Pompeia, Maria Cristina Almeida Macedo, explica que, para ser doador, é preciso se cadastrar no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). A especialista explica os procedimentos para o transplante. Confira:

Como se tornar um doador? Procure o hemocentro da sua cidade, onde será realizado o cadastro com seus dados pessoais e a coleta de uma amostra de sangue retirado do braço. A amostra passará por um processo de tipificação, que levantará as características genéticas de compatibilidade. A partir daí, o doador recebe um número (semelhante a um código de barras) que o identificará no banco de medula.

Quem pode ser doador?O doador deve ter entre 18 e 55 anos e não ter histórico de doenças infectocontagiosas ou de câncer. As mulheres não podem doar durante a gravidez. Os critérios são semelhantes aos de uma doação de sangue.

Fui chamado. E agora?O Redome realiza a análise de dados e identifica possíveis doadores compatíveis. A pessoa cadastrada é convocada e tem a liberdade de decidir se, de fato, fará a doação voluntária. Aqueles que optarem por continuar no processo devem comparecer ao hemocentro de referência para realizar a complementação e confirmação do exame de histocompatibilidade humana (HLA), que comprova a compatibilidade. Além disso, é realizado um check-up para verificar o estado de saúde do doador.

Como ocorre o transplante?Após a confirmação dos exames de compatibilidade e do estado de saúde do voluntário, a doação é realizada em um centro para transplantes de medula óssea. Hoje, de acordo o INCA, o Brasil conta com 26 centros completos que realizam todos os tipos de transplante, incluindo doadores não aparentados, isto é, que não fazem parte da família.
A pessoa decide por duas maneiras de realizar a doação:
1) por meio do sangue periférico (que é similar a uma doação de sangue convencional): nesse caso, o doador toma um medicamento por cinco dias para estimular a liberação das células tronco hematopoiéticas (células que produzem o sangue) para que possam ser coletadas
2) pela retirada da medula por meio de punções na bacia: esse procedimento costuma utilizar anestesia peridural (a mesma utilizada em partos) ou anestesia geral, de acordo com a escolha do doador.

Em quanto tempo acontece a recuperação?O doador pode retomar suas atividades normalmente 24 horas após o transplante. Apenas em casos em que a pessoa realize trabalho com esforço físico intenso, o tempo de repouso deve ser um pouco maior. As células doadas se regeneram em pouco menos de 15 dias, por isso o doador pode permanecer cadastrado no banco de medulas para outros transplantes, caso haja novamente a compatibilidade.

Fonte:BEM-ESTAR
Postado por :Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade edição do dia 26 de setembro de 2013.

Alcione

Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Vacina brasileira contra dengue começa a ser testada em outubro

Previsão dos pesquisadores é de que doses cheguem à população em cinco anos

O Instituto Butantan, em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), inicia em outubro os testes em seres humanos de uma vacina contra a dengue. A vacina está sendo desenvolvida para combater, em uma única dose, os quatro tipos da doença já identificados no mundo. Segundo Alexander Precioso, diretor de Ensaios Clínicos do Butantan, nenhum outro país tem uma vacina como essa.

A vacina começou a ser desenvolvida em 2006, juntamente com os institutos nacionais de Saúde dos Estados Unidos. Os vírus foram identificados no país norte-americano e, posteriormente, transferidos para o Butantan, em 2010.

A técnica utiliza o chamado vírus atenuado. “Isso ignifica que o próprio vírus da dengue é modificado para que seja capaz de fazer com que as pessoas produzam anticorpos, mas sem desenvolver a doença”, explicou Precioso.

Os cientistas já testaram a vacina em mais de 600 norte-americanos. “Os estudos lá mostraram que é uma vacina segura e que foi capaz de fazer com que as pessoas produzissem anticorpos contras os quatro vírus”, disse ele. O pesquisador explicou ainda que, nesses voluntários, não foram observados efeitos colaterais importantes, apenas dor e vermelhidão no local da aplicação, sensação comum para vacinas.

Porém, como os Estados Unidos não são uma região endêmica para a dengue, nenhum voluntário que recebeu a imunização havia contraído a doença antes. No Brasil, os testes vão envolver também pessoas que já tiveram dengue.

O cientista disse que, com base em estudos publicados no Sudoeste Asiático e nos Estados Unidos, pacientes com histórico de dengue poderão receber a imunização sem risco à saúde. “No início do desenvolvimento da vacina lá [nos Estados Unidos], algumas pessoas receberam vacina monovalente, só de um tipo, e depois outra dose de um vírus diferente, para ver se quem já tinha o passado de dengue correria risco”, explicou.

Em uma primeira etapa dos testes brasileiros, que começam nesta semana, serão recrutados 50 voluntários da capital paulista, todos adultos saudáveis e que nunca tiveram dengue, com idade entre 18 e 59 anos, de ambos os sexos. Eles vão ser imunizados em duas doses, com intervalo de seis meses entre elas.

A próxima etapa vai incluir pessoas com histórico de dengue e a vacina será aplicada em dose única. Serão 250 voluntários da capital paulista e da cidade de Ribeirão Preto, no interior do estado. “Nós trabalhamos com a hipótese de que ela (vacina) será trabalhada em uma dose, mas nos primeiros 50 voluntários serão duas doses”, disse Precioso. “Os resultados de lá (EUA)] demonstraram que a vacina já atua apenas com uma dose. Como ela vai ser, pela primeira vez, utilizada em uma região endêmica de dengue, vamos avaliar os dois esquemas e os dois tipos de população (que já tiveram ou nunca tiveram dengue)”, acrescentou.

A terceira e última fase vai recrutar pessoas de diversas partes do país, de várias idades. “Ela vai gerar o resultado de que nós precisamos para solicitar o registro na Anvisa e, a partir daí, a vacina estará disponível”. A previsão dos pesquisadores é de que a vacina chegue à população em cinco anos.

Fonte: Agência Brasil 
Postado por: Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Descubra mitos e verdades sobre a saúde íntima da mulher


Especialista esclarece dúvidas sobre a higiene íntima, contraceptivos e absorventes

Você sabe se calça jeans apertada pode causar corrimento na mulher? Ou se usar pílula anticoncepcional por muito tempo faz mal? É preciso passar a calcinha antes de usar?
Em uma roda de amigas fala-se de tudo, inclusive sobre a saúde feminina. Enquanto algumas dizem que o anticoncepcional faz mal e engorda, outras afirmam que foi a melhor coisa que a medicina inventou. Cada mulher tem a sua opinião em relação ao anticoncepcional, TPM, gravidez ou higiene íntima. O problema é quando as opiniões não batem, podendo deixá-las confusas com o que de fato é mito ou verdade.
A melhor forma de não cometer erros, é consultar um ginecologista. Estudos já comprovaram que as mulheres se preocupam mais com a saúde do que os homens. Segundo a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, qualquer sintoma já é motivo para consultar o médico e tirar suas dúvidas.
Por conta disso, elas estão mais atentas a doenças e aos cuidados, principalmente se há casos em sua família de câncer de mama ou no colo do útero.

Fim dos mitosPara esclarecer sobre os mitos que rodeiam a cabeça das mulheres, a doutora Erica Mantelli explica o que de fato é verdade ou mentira:

Calça jeans provoca corrimento
Verdade. O uso constante de calça jeans pode prejudicar a transpiração da região íntima e causar um desequilíbrio na flora vaginal, desencadeando o corrimento, principalmente nos dias quentes e se a calça for muito justa.
O ideal é usar roupas leves, e deixar calças jeans mais apertadas para usar em períodos mais curtos.

É necessário passar o fundo da calcinha ou fervê-la para evitar doenças
Mito. De acordo com a ginecologista, lavar e secar bem a roupa íntima já é o suficiente. Porém, o ideal é que a calcinha seque ao sol.
Além disso, a mulher deve atentar para o surgimento de alergias causadas por produtos químicos em pessoas sensíveis, por isso é importante enxaguar bem as roupas para evitar o acúmulo de produtos.

Adolescentes não devem usar contraceptivos, pois terão redução da fertilidade no futuro

Mito. A partir da primeira menstruação, as adolescentes podem fazer o uso do método contraceptivo, o que não interfere no sistema reprodutivo da mulher no futuro. Porém, a indicação do anticoncepcional deve ser feita pelo ginecologista.

O sabonete íntimo é igual ao sabonete comum
Mito. A diferença dos dois é que o sabonete íntimo apresenta um grau de acidez parecido com a região genital, o que diminui as chances de irritação na vagina. Se você não tem o hábito de usar o sabonete íntimo, pode higienizar a vagina com água e sabonete neutro ou de glicerina, recomenda Erica.

Absorventes perfumados podem provocar alergiaVerdade. As substâncias que provocam o perfume nos absorventes podem causar alergia, coceira, fissuras externas, ardor e dor na relação sexual. Opte sempre pelos absorventes sem fragrância.

Calcinha de algodão é melhor do que as com tecidos sintéticosVerdade. A famosa calcinha branca de algodão tem a capacidade de favorecer a transpiração e ventilação necessária para a vagina. Dependendo da cor da calcinha, ela pode soltar substâncias químicas como corante e provocar irritação.

Lencinhos umedecidos para a região íntima podem ser usados todos os dias
Mito. Lencinhos umedecidos são ótimos para situações de emergência. Entretanto, não devem ser usados todos os dias, pois podem causar irritação e coceira.

Absorvente interno pode tirar a virgindade e provocar cólicas
Mito. Em relação às cólicas, o que pode ocorrer é um desconforto e algumas mulheres podem confundir essa dor com cólicas. Além disso, o absorvente interno não tem a capacidade de romper o hímen, ou seja, ele pode ser usado por mulheres virgens sem problema, ressalta a ginecologista.

Banho de água fria é mais indicado para a higiene íntima da mulher
Mito. O que acontece é que a água fria agride menos a pele, mas em relação à higiene a temperatura da água não interfere.

Usar papel higiênico perfumado causa irritação
Verdade. Papel higiênico colorido, perfumado ou áspero é tratado quimicamente e, por isso, pode causar irritação e alergia em pessoas sensíveis.

A mulher pode usar a mesma toalha de outras pessoas
Mito. O ideal é que cada um na sua casa tenha sua toalha. Para evitar problemas de saúde, é importante que elas sejam trocadas e lavadas, pelo menos, duas vezes por semana.

Sutiã apertado faz mal a saúde
Depende. Sutiã apertado não prejudica o crescimento dos seios. Mas o bojo pode machucar a pele e até o mamilo. Por isso, procure usar um modelo do tamanho certo.

Ficar com o biquíni molhado por muito tempo causa corrimento
Verdade. O biquíni molhado só favorece a proliferação de bactérias e fungos, como o causador da candidíase, infecção que provoca corrimento e coceira vaginal.

Fonte:Vida
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Taquaruçu do Sul - Mulher é encontrada morta em propriedade rural

O corpo de uma mulher foi localizado por volta das 17h, desta terça-feira, dia 24, enterrado em uma cova rasa, numa propriedade na Linha Balestrim, interior do município de Taquaruçu do Sul.
O corpo foi localizado por um agricultor que percebeu vestígios de terra mexida. Ao verificar, encontrou o corpo e informou a polícia.
Nesta quarta-feira, dia 25, a Polícia identificou a vítima, que trabalhava em uma casa noturna de Frederico Westphalen. Trata-se de Regina Adriana dos Santos, 32 anos, natural de Tenente Portela.
O Delegado Carlos Ferreira, responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Taquaruçu do Sul, explica que o cadáver apresentava um ferimento profundo no pescoço, provavelmente causado por uma faca, e lesões na cabeça e no rosto. Também estava coberto com cal.
Fonte: NORTERS
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!