terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Quarta-feira de chuva antecede volta do calor no RS

Tempo melhora a partir de quinta-feira

A expectativa para esta quarta-feira é de instabilidade mais abrangente no Rio Grande do Sul. Conforme a MetSul Meteorologia, pode chover a qualquer hora do dia, principalmente da tarde para a noite. A partir de quinta-feira, o tempo melhora e a temperatura dispara.

Fonte: Rádio Guaíba
Postado Por: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

VEJA MAIS FOTOS DA 4ª FESTA DA UVA E DA AGRICULTURA FAMILIAR DE TRÊS PALMEIRAS







Fotos e Postagem: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

Farmácia FarmaVida-Realizado sorteio de prêmios




Hoje, dia 14 de janeiro de 2014, aconteceu na Farmácia FarmaVida  o sorteio de 3 prêmios, onde os clientes que adquiriram produtos da Anasol, estavam concorrendo.O sorteio, foi ao vivo diretamente da farmácia, no programa Estação da Manhã, da Rádio Comunitária Liberdade FM.
Confira os prêmios e os ganhadores:
  Uma Necesser  com um pós sol e um protetor solar = Santina de Andrade
2° Uma Bolsa de praia e um boné = Danieli Lazzarotto
3º Uma camiseta e um boné = Neice Mari Cé
A farmácia FarmaVida agradece a todos os seus clientes e deseja a todos um feliz 2014!!
Farmácia FarmaVida sempre presente na sua vida!!






Farmacêutica, Francieli
 Fotos, texto e postagem:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade edição do dia 14 de janeiro de 2014

Apresentado por:Alcione Gondorek

Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Programa do Estado distribuiu R$ 7,2 milhões para correção do solo

No Médio Alto Uruguai, nove municípios foram beneficiados

Em um ano e meio de atividade, o Programa Estadual de Correção da Acidez do Solo, coordenado pela Fepagro e pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, já distribuiu R$ 540 mil para nove municípios do Médio Alto Uruguai: Cristal do Sul, Seberi, Taquaruçu do Sul, Palmitinho, Pinheirinho do Vale, Caiçara, Vicente Dutra, Iraí e Alpestre.

Por todo o Estado, já foram distribuídos R$ 7,2 milhões em calcário para 119 municípios gaúchos. A medida beneficiou cerca de 12 mil pequenos agricultores familiares, corrigindo a acidez de 48 mil hectares.

“Estamos cumprindo com muita eficiência a determinação do Governador do Estado, Tarso Genro, que ainda durante a campanha eleitoral comprometeu-se com agricultores e pecuaristas familiares na efetivação desse programa”, comenta o diretor-presidente da Fepagro, Danilo Rheinheimer dos Santos.

De acordo com o Secretário adjunto da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Cláudio Fioreze, este é o maior programa de correção do solo feito pelo Governo do Estado nas últimas décadas, e se caracteriza pela seriedade na aplicação dos recursos, graças ao trabalho de conscientização e monitoramento dos resultados realizados pela Fepagro.

Mais 116 municípios estão cadastrados, aguardando liberação de novos recursos pelo Governo do Estado. “Esses números tornam evidente a boa receptividade do Programa e sua importância para a agropecuária gaúcha”, avalia o coordenador administrativo do Programa Estadual de Correção da Acidez do Solo, Rivaldo Dhein. Ele ressalta que muitos dos municípios que já foram contemplados uma vez estão solicitando uma segunda inclusão.
Segundo Dhein, o Governo do Estado sinaliza com a continuidade do Programa, com alguns ajustes. Essas adequações deverão ser realizadas nos valores de contemplação, na logística de distribuição e aplicação do calcário, na metodologia, nas práticas operacionais do agricultor e nas contrapartidas das prefeituras e dos agricultores beneficiados.


Sobre o Programa

O convênio entre os municípios e o Governo do Estado para o Programa Estadual de Correção da Acidez do Solo garante o repasse de R$ 60 mil às prefeituras para aquisição de calcário e sua distribuição a agricultores e/ou pecuaristas familiares de seus municípios. A prefeitura, através da sua Secretaria Municipal de Agricultura, responsabiliza-se pela orientação e assessoramento dos beneficiários na coleta das amostras de solo, que são analisadas no Laboratório de Química Agrícola da Fepagro Sede, em Porto Alegre. Os dados da análise vão indicar a quantidade de calcário recomendada para aplicar na área de cultivo. Até o final de 2013, as prefeituras já haviam enviado cerca de 12 mil amostras para análise na Fepagro.

A coordenação do Programa vem realizando, desde o último trimestre de 2013, o monitoramento de campo, por amostragem, para avaliar a qualidade do calcário financiado, o efeito da sua aplicação – através de novas análises químicas, tanto do solo quanto do calcário –, e avaliação do rendimento das culturas.

Elaine Pinto
 Divisão de Comunicação Social - Fepagro
Postado por:Elisete Bohrer

+ Mais Informações ››››››

Foto do dia





Fotos:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Inflação para a terceira idade termina 2013 abaixo da média nacional

A inflação acumulada em 2013 para as famílias compostas majoritariamente por pessoas com mais de 60 anos ficou abaixo da média nacional, informou hoje (14) a Fundação Getulio Vargas. O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i) teve variação de 2,10% no quarto trimestre e encerrou o ano com 5,48%, abaixo dos 5,63% do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).
O resultado do último trimestre representa uma aceleração de 1,91 ponto percentual em relação ao terceiro, que tinha sido encerrado com inflação de 0,19%. A alta foi constatada em todas as classes de despesas pesquisadas.
O grupo alimentação foi o maior responsável pelo ritmo mais intenso da inflação, já que deixou uma taxa negativa de 1,79% no terceiro trimestre para encerrar os três meses seguintes subindo 3,56%. As hortaliças e os legumes se destacaram entre os componentes do grupo, trocando uma queda de 33,25% por uma alta de 12,77%.
No grupo transportes, em que a taxa evoluiu de -0,51% para 1,95%, a gasolina teve papel determinante, com alta de -0,08% para 3,78%. Em habitação, o crescimento do condomínio residencial de 0,15% para 2,30% foi um dos principais responsáveis pelo aumento da taxa de 1,04% para 1,75%.
Nos outros grupos, as altas foram: em educação, leitura e recreação, de 0,89% para 2,51%; em vestuário, de 0,40% para 2,31%; em comunicação, de 0,17% para 0,91%; em despesas diversas, de 0,53% para 1,61%; e em saúde e cuidados pessoais, de 1,19% para 1,49%.
Vinícius Lisboa/Agência Brasil
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

RONDINHA - SOBERANAS DA RONDILEITE SERÃO ESCOLHIDAS NESTE DIA 18 DE JANEIRO

A cerimônia que elegerá as soberanas da RONDILEITE 2014 acontecerá neste dia 18 de janeiro a partir das 21hs no CTG Pousada dos Tropeiros. O evento será aberto com um coquetel reunindo as 14 candidatas, familiares, autoridades, imprensa, empresários e comunidade em geral. Após a escolha da rainha e princesas da feira a programação seguirá, com um show/baile animado pelo Grupo Tchê Sarandeio.
A Rondileite 2014 será realizada durante os dias 23, 24 e 25 de maio do corrente no Parque de Exposições 28 de março reunindo empresas e produtores do setor leiteiro com exposição e venda de produtos e equipamentos do setor leiteiro, além de reunir plantel com a mais alta genética do rebanho existente no município.
Nas últimas semanas, vários encontros com as candidatas foram promovidos, com as candidatas, ocasião em que foi explicada a importância de representar o município conhecendo todas as suas potencialidades.
O evento é organizado pela Administração Municipal e CICAR (Câmara da Indústria, Comércio, Agropecuária e Serviços).
Fonte: Rafaela Bagattini/DiárioRS
Postado por:Elisete Bohrer

+ Mais Informações ››››››

Secretário da Cultura visita bibliotecas e pontos de cultura na região Médio Alto Uruguai

 Desde ontem, dia 13, o secretário de Estado da Cultura (Sedac), Assis Brasil, faz um roteiro pelos municípios da região do Médio Alto Uruguai que foram contemplados nos editais da Sedac para   modernização de Bibliotecas Públicas e dos Pontos de Cultura.

A visita iniciou em Frederico Wetsphalen, que recebeu R$ 55 mil para modernização de sua biblioteca pública. Depois o secretário seguiu para Alpestre, Pinheirinho do Vale e Vicente Dutra, municípios com projetos já aprovados para modernizar suas bibliotecas. Hoje pela manhã o Secretário participou de reunião na prefeitura e visitou o museu e a Biblioteca municipal. A tarde conheceu os pontos turísticos de FW.
A interiorização cultural continua nos Pontos de Cultura em Tenente Portela, na região Celeiro e Nonoai, no Médio Alto Uruguai. Os dois municípios tiveram Pontos de Cultura selecionados no edital da Sedac. Em Nonoai serão dois Pontos de Cultura indígena e em Tenente Portela um de cultura indígena e um de oficinas de teatro.
Foto: Catiana de Medeiros  
Fonte: Heloise Santi
Postado por:Elisete Bohrer



+ Mais Informações ››››››

RS terá tempo instável e tarde abafada nesta terça-feira

Vórtice ciclônico agrava condições em alguns pontos, com chuva forte

Uma área de baixa pressão, conhecida em meteorologia como vórtice ciclônico, atua em níveis médios e altos da atmosfera sobre o Rio Grande do Sul, nesta terça-feira. Com isso, o Estado terá outro dia de tempo instável. Além disso, a tarde será quente e abafada.

O sol aparece com nuvens na maior parte das cidades, mas ocorrem pancadas isoladas de chuva. Já chove de manhã em alguns locais, caso do Extremo Sul gaúcho, que pode ter chuva localmente forte na área entre Chuí. Rio Grande e Jaguarão. Da tarde para a noite, as pancadas atingem um maior número de localidades.

As mínimas devem atingir 15°C em São José dos Ausentes e 16°C em Vacaria. As máximas, por sua vez, rondam os 30°C em diversos pontos e podem chegar ou superar os 32°C em Santa Cruz do Sul. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 21°C e 32°C.

Chuva torrencial com volumes excessivos atingiu, no final do domingo e no começo desta segunda-feira algumas cidades do Litoral Norte e da área de entorno da Lagoa dos Patos. Em três horas, Torres teve mais da metade da média de chuva do mês. A chuva mais extrema caiu a Oeste da Lagoa dos Patos, o que trouxe o bloqueio da BR 116 por alagamento da pista em Tapes.

Sentinela do Sul teve inundação e decretou emergência. Entre Lavras do Sul e Bagé, a estrada ficou intransitável por conta da lama e até alguns ônibus atolaram. A chuva isolada volumosa, até superior a 100 mm em curto período, decorreu do vórtice ciclônico em níveis médios da atmosfera, que interagiu com ar quente e úmido.

O sistema não chegou a configurar ciclone extratropical e, por isso, não houve ventania. Ele favorecerá, porém, novas pancadas até quarta-feira, que podem ser fortes em pontos isolados.
Fonte: Metsul
+ Mais Informações ››››››

Bastidores da maior ação policial do RS em livro


Por Luciana Vicente

A segurança pública e uma operação da policia civil são temas de “Banguela” (Editora Kiron), livro de estreia do jornalista Marcio Pêssoa, com lançamento, nesta terça, dia 14, a partir das 18h, na  livraria Palavraria (Vasco da Gama, 165). O romance, uma combinação de  jornalismo investigativo e literatura,  mostra os bastidores da maior
operação policial da história do Rio Grande do Sul e do esforço de  integração entre as estruturas do setor para prender um bandido que foi,  por mais de meia década, o número um do Estado.
Quando ainda era repórter da Rádio Guaíba, entre 2001 a 2005, Pêssoa  acompanhou de perto as ações policiais na busca de José Carlos dos  Santos, conhecido como “Seco”. Mesmo indo estudar e trabalhar na  Alemanha, não deixou de se interessar  pelo caso. Foi com a prisão do  procurado, em 2006, que resolveu escrever o livro. Em seguida, voltou ao  Brasil somente para levantar informações e conversar com os envolvidos.
Entrevistou policiais, vítimas e bandidos, além de viajar por várias  cidades. Ao voltar para a Europa, ele confrontou todas as informações e  ouviu mais 50 horas de gravações. “O que está no livro é resultado de  detalhado cruzamento de dados. O que não consegui apurar como verdadeiro,  deixei de lado”, pontua.
O jornalista inventou nomes fictícios para os personagens envolvidos e  recombinou acontecimentos para proteger suas fontes. Também com essa  intenção usa recursos da literatura fantástica ao mostrar o ponto de  vista de seres inanimados, como um quadro,  as câmeras de segurança, um  documento ou um gabinete. Criou também um jornal  fictício, chamado Carta  Popular, que serve como um contraponto na narrativa, com as matérias colocadas entre os capítulos. Sua proposta é mostrar o comportamento da  mídia em coberturas deste gênero e debater o trabalho dos meios de  comunicação.
O escritor também faz uso de um recurso quase cinematográfio ou de série  policial ao apresentar data, hora e local na mudança de cada ação. Desta  forma, oferece a oportunidade ao leitor exigente de reler, voltar e até  comparar as tramas que são apresentadas e que vão se cruzando. Além  disso, a maior parte dos diálogos é resultado de transcrições de escutas  telefônicas. A intenção, diz ele, foi  reconstruir de forma fiel os  sentimentos e os dilemas vividos naquele período.
Pêssoa lembra que, para a Operação Lince, foram liberados recursos  vultusos para a segurança pública, naquele momento confusa e  desmoralizada. As diversas investidas fracassadas na prisão de Seco e sua  quadrilha resultaram em mortes – de crimonos e inocentes – o que revelava  a situação precária da polícia. “Naquele momento, como ainda hoje, a  divisão e disputa entre as policias; a interferência política e  partidária, e a febre dos grampos telefônicos são alguns dos vários  problemas no setor”, avalia. Para ele, “Banguela” deveria ser usado na  Academia da Polícia para discussão, reflexão e na formação de novos  agentes.
Mesmo de forma não intencional, conta Pêssoa, o livro será  lançado na  mesma data de uma investida policial em um camping no litoral norte do  Rio Grande do Sul, em 2006, para prender o líder da quadrilha. A ação foi  apontada como desastrosa porque resultou na morte de um menino de 3
anos. “Banguela” pode ser encontrado nas livraria Palavraria,  Bamboletras, Palmarica e Erico Verissimo. Além de ter o formato digital  no site www.banguela.net.

Marcio Pêssoa- Foto Orestis Fr.
Marcio Pêssoa
Atualmente, Pessôa divide seu tempo entre a Alemanha e a Grã-Bretanha. No Reino Unido, desenvolve pesquisa de doutorado em Estudos do Desenvolvimento. Seu foco de pesquisa é Democratização e Sociedade Civil na África Austral. Em Bonn, atua como jornalista na Deutsche Welle, uma das maiores emissoras de notícias do mundo, trabalhando com temas brasileiros e africanos. Na área acadêmica, além do doutorado em andamento, possui mestrado em Sociedade Civil e Governança Democrática na Universidade de Osnabrueck, na Alemanha, com bolsa de políticas publicas e governança do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico.
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!