segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Cuca de uva













INGREDIENTES
Tempo de preparo1h 10min

 Massa:
3 ovos (separar clara das gemas)
3/4 de xícara de óleo
1 xícara e 1/2 de açúcar
2 xícaras de trigo
1 xícara de leite morno
3 colherzinhas de chá razas de fermento em pó
Raspas da casca de 1/2 limãoFarofa:
1 xícara e 1/2 de açúcar
1 xícara de trigo
1/2 xícara de manteiga ou margarina
Canela em pó (opcional)
Raspas da casca de 1/2 limão
Uvas roxinhas e trigo
MODO DE PREPARO
Pré-aqueça o forno (180°C)
Comece pela farofa: misture o açúcar, o trigo, a manteiga
Misture com os dedos até formar uma farofa
Adicione a canela e as raspas de limão
Misture levemente e reserve
Lave as uvas e corte-as ao meio
Jogue um pouco de trigo para que elas fiquem empanadas no trigo e não afundem na massa
Unte uma forma grande (eu utilizei um marinex grande)
Bata as claras em neve
Jogue as raspas de 1/2 limão sobre elas e reserve na geladeira
Bata as gemas com o açúcar
Bata por uns 5 minutos, isso é que faz a diferença
Sem parar de bater acrescente o açúcar depois o trigo e o leite morno aos poucos
Depois de ter uma massa bem homogênea desligue a batedeira e acrescente o fermento
Misture bem com uma colher ou uma espátula
Sem bater, misture levemente as claras em neve reservadas com a casca de limão
É importante misturar bem levemente
As claras em neve darão ar à massa que ficará mais fofinha
Coloque a massa na forma untada
Coloque as uvas (cortadas ao meio) enfileiradas por cima da massa
Distribua levemente a farofa reservada
E leve ao forno por uns 50 minutos ou até que a farofa fique dourada
Fonte:Tudo Gostoso 


+ Mais Informações ››››››

Programa Minutos da Educação do dia 08 de dezembro de 2014

Apresentado pela Diretora da Escola Municipal Fág Ror , Simone Martineli








Fotos:Claudinara Glienke
Por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

RS tem 804 espécies de flora ameaçadas de extinção

Listagem foi elaborada por 77 especialistas vinculados a 27 instituições

O Rio Grande do Sul conta oficialmente com 804 espécies de sua flora ameaçadas de extinção. É o que indica a Reavaliação da Lista da Flora Ameaçada de Extinção do RS, trabalho coordenado pela Fundação Zoobotânica (FZB) com o apoio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema).

• Acesse aqui a lista completa
A lista substitui a listagem de espécies ameaçadas elaborada em 2002. Segundo informação da FZB, 1.245 espécies foram analisadas por 77 especialistas vinculados a 27 instituições.
O resultado parcial passou por uma consulta pública entre agosto e setembro, culminando as 804 espécies enquadradas em uma das três categorias de ameaça: vulnerável; em perigo; e criticamente em perigo.
A Reavaliação da Lista de Espécies da Flora Ameaçada de Extinção garante qualidade para a gestão ambiental do Estado, indicando as fragilidades do meio ambiente e, ao mesmo tempo, a necessidade de políticas públicas para conservar, através do licenciamento, a flora nativa estadual.
Foto: Divulgação / Fundação Zoobotanica / CP
Fonte:Correio do Povo
Postado por :Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Vale do Rio Pardo - Serviços na RSC 153 dependem de estudo

Cinco meses após o deslizamento de terra e rochas na RSC 153, entre Vale do Sol e Herveiras, devido às chuvas no Vale do Rio Pardo, ainda não há definição sobre o início do estudo geotécnico para orientar a limpeza da via e a contenção da encosta. O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) prepara a contratação da empresa que fará o levantamento de dados definitivos para liberação da pista. Enquanto isso, os usuários utilizam o desvio construído pela autarquia no km 304, ao lado do trecho interditado desde 28 de junho.
O Daer realiza o orçamento do Termo de Referência (TR) visando à contratação do projeto para as obras. O TR é o conjunto de especificações técnicas que vão orientar o estudo que a empresa contratada fará. Essa etapa levou mais tempo do que o previsto, pois a autarquia precisou adequar o termo às diretrizes do Ministério da Integração, que anunciou a liberação de R$ 11,2 milhões para a 153. O início das obras está na dependência da conclusão do estudo técnico.
Os recursos serão aplicados tanto na contratação do estudo definitivo quanto para a execução das obras de limpeza e desobstrução da pista e contenção das encostas, a fim de impedir novos desmoronamentos. Com o objetivo de evitar o barro e a poeira, o desvio recebeu uma camada de resíduos de asfalto procedente das obras de recuperação na RSC 287.
Fonte: CP
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!