segunda-feira, 15 de abril de 2013

Governador Tarso Genro recebe 10 mil assinaturas pelo fim dos pedágios privados no RS‏

 
Foto: Caco Argemi
Representantes de movimentos sociais, CUT e comissão de mobilização pelo fim do polo de pedágio privado em Carazinho, entregaram ao governador Tarso Genro nesta segunda-feira (15) um documento com cerca de dez mil assinaturas que solicitam o fim imediato dos atuais contratos de pedágio dos polos privados no Rio Grande do Sul. O abaixo-assinado expressa apoio pelas ações dos governos gaúcho e federal realizadas pelo fim das concessões de pedágios privados nas estradas do Rio Grande do Sul.
 
O Estado já contabiliza 26 mil assinaturas que serão entregues aos ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e anexadas ao recurso impetrado pelo Estado. A concessão do polo de Carazinho encerrou-se no dia 7 de março, mas a Justiça estendeu o prazo até 28 de dezembro. O RS argumenta que as concessões terminam a partir das assinaturas dos contratos e não do início de cobrança de tarifas nas estradas.
Lideranças da região relataram ao governador o descontentamento com a continuidade do polo de Carazinho, que penaliza motoristas, principalmente neste período de escoamento da safra. "O apoio dos movimentos fortalece as ações do Estado, que segue pressionando a Justiça com a convicção de que vamos fazer um trabalho melhor e mais barato, diferente desse modelo privado e fracassado", declarou o governador.
Conforme o deputado estadual Edegar Pretto, coordenador dos movimentos que pedem o fim dos pedágios privados no RS, o governo do Estado não está sozinho no processo de mobilização. O parlamentar disse que os movimentos organizados do campo e da cidade seguem em busca de mais assinaturas, como forma de pressão diante das decisões da Justiça. "O governo do Estado e presidência da República têm o respaldo da sociedade, que não aguenta mais essa exploração de 15 anos", argumenta. 

Caso a decisão não seja revertida no Superior Tribunal de Justiça (STJ), a perspectiva é de que os atuais contratos estejam encerrados até o final dano. 


Fonte: Leandro Molina
Assessoria de Comunicação
Gabinete do Deputado Estadual Edegar Pretto
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!