sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Tempo-Três Palmeiras




Fotos:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Final do Campeonato Municipal de Futsal de Três Palmeiras 2013


Secretário de Esportes de Três Palmeiras Olcinei Eker, em entrevista ao programa Tarde
Alto Astral, da comunicadora Elisete Bohrer, fala sobre o Final do Campeonato de Futsal de Três Palmeiras e da 1°  Olimpíada Colonial, confira o áudio:
+ Mais Informações ››››››

Calor persiste com máxima de 37ºC no fim de semana no RS

Chuva mais abrangente só ocorre na quarta-feira (1º), com previsão de queda de temperatura

O calor persiste nos próximos dias no Rio Grande do Sul. Conforme a MetSul Meteorologia, no fim de semana, as máximas ficarão entre 35ºC e 37ºC, na grande Porto Alegre. Há risco de pancadas de chuva isoladas e temporais, mas o sol predomina. Na quarta-feira (1º), chuva mais abrangente atinge o território gaúcho e provoca queda na temperatura. No primeiro dia do ano, as máximas devem oscilar entre 28ºC e 30ºC na região metropolitana da Capital e no interior.

Fonte: Rádio Guaíba
Postado Por: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

Funcionários da Rádio Comunitária Liberdade FM


Aquecendo a voz com refrigerante gelaaaaaaaaaaaaado...............

Fotos: Eloidemar
+ Mais Informações ››››››

Esquentando água para o chimarrão da tarde

 Diretor da Rádio Comunitária Liberdade FM, Eloidemar, preparando seu Mate Quente para se refrescar.










Fotos:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Belezas do Amanhecer

Raiar do sol na Linha Caneleira, foto: WILLIAN BRACHAK  ENVIADO POR:Silvair Teodoro.
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade edição do dia 27 de dezembro de 2013

Apresentado por:Alcione Gondorek

Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

4ª Festa da Uva e da Agricultura Familiar de Três Palmeiras



Postado por:Elisete Bohrer

+ Mais Informações ››››››

Cartões de Natal recebidos

 Agradecemos de coração.




Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Mulher é baleada em Passo Fundo

Disparo ocorreu durante tentativa de assalto

Uma mulher foi baleada na cabeça na noite dessa quinta-feira durante uma tentativa de assalto na rua Coronel Pelegrini, em Passo Fundo, no Norte do Estado. De acordo com a Brigada Militar, testemunhas relataram que dois homens em uma motocicleta se aproximaram da vítima, de 64 anos, e tentaram assaltá-la. Como não conseguiram levar nada, fizeram o disparo.

A mulher foi encaminhada para o Hospital São Vicente de Paulo onde está internada em estado gravíssimo. A Polícia Civil investiga o caso.

Fonte: Jerônimo Pires / Rádio Guaíba
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Primeira Etapa da Olimpíada Colonial será neste domingo



Neste domingo, dia 29 de dezembro, será realizada na Sede da Associação dos Funcionários Públicos a primeira etapa da Olimpíada Colonial organizada pelo Governo Municipal e comissão organizadora composta por pessoas representando diversos segmentos do município. Com inicio às 14 horas o evento deve reunir a população participante das equipes já compostas por pessoas da comunidade e público em geral.
A olimpíada faz parte da programação da 4° Festa da Uva e da Agricultura Familiar de Três Palmeiras que será realizada nos dias 11 e 12 de Janeiro. A Olimpíada Colonial é composta de várias etapas que serão marcadas com encerramento previsto para maio, onde se comemora o aniversário do município.
O objetivo principal da Olimpíada Colonial é a integração dos munícipes, o lazer, o resgate das raízes do município e a própria história relacionada com o cultivo de uvas e agricultura familiar.
texto: Adriana Friedrich

Prefeitura Municipal

Postado Por: Alcione Gondorek
 

 
+ Mais Informações ››››››

Dupla é presa após fazer família refém em Passo Fundo

Criminosos se entregaram após uma hora e meia de negociação

Dois homens foram presos na madrugada desta sexta-feira após assaltar uma casa em Passo Fundo, no Norte do Estado. De acordo com a Brigada Militar, uma vizinha informou os policiais do assalto. Durante a ação, os criminosos fizeram de refém uma família de cinco pessoas.

A dupla se entregou após uma hora e meia de negociações. Os bandidos, que estavam armados com revólveres, foram encaminhada para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento para o registro do flagrante. Ninguém ficou ferido.

Fonte:Jerônimo Pires / Rádio Guaíba
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Vacina contra a gripe é menos eficaz nos homens do que nas mulheres

Pesquisa aponta que diferença deve estar ligada aos altos níveis masculinos de testostenora

A vacina contra a gripe geralmente é menos eficaz nos homens do que nas mulheres, aparentemente devido aos altos níveis de testosterona, um hormônio masculino que detêm as reações do sistema imunológico, revelou um estudo publicado nos Estados Unidos.
Há tempos se sabe que os homens são mais vulneráveis do que as mulheres a infecções bacterianas, virais ou parasitárias, mas até agora se desconhecia a razão. O sistema imunológico masculino também não responde com a mesma força que o das mulheres às vacinas contra a febre amarela, o sarampo e a hepatite, afirmaram os autores deste trabalho, que busca explicar este fenômeno.
O estudo, feito com 34 homens e 53 mulheres, mostra que os anticorpos da vacina contra a gripe têm uma resposta geralmente mais forte nas mulheres do que nos homens. Mas a reação imunológica média dos homens com baixos níveis de testosterona foi mais ou menos similar aos das mulheres, afirmaram os pesquisadores da Universidade de Stanford na Califórnia (oeste) e o Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica (Inserm) da França. O estudo foi publicado na edição desta semana das Atas da Academia Americana de Ciências (PNAS).
Pesquisas anteriores feitas em células humanas in vitro ou em animais também revelaram que a testosterona tem propriedades anti-inflamatórias, o que leva a crer que poderia haver uma interação entre este hormônio masculino e a resposta do sistema imunológico, que provoca uma inflamação quando ocorre a invasão de um patógeno.
O estudo não mostrou, no entanto, uma relação direta entre a testosterona e um grau menor de resposta imunológica. No entanto, aparentemente a reação do sistema imunológico é reduzida pela ativação de um grupo de genes vinculado a níveis elevados de testosterona, explicou Mark Davis, professor de imunologia da Universidade de Stanford, principal autor do estudo.
— Trata-se do primeiro estudo a mostrar uma correlação clara entre os níveis de testosterona, a atividade dos genes e a resposta imune em humanos — afirmou.
Os pesquisadores se questionaram também sobre o aparente paradoxo na evolução de um hormônio responsável por características masculinas, como a força muscular ou a atração pelo risco que contribui, ainda, para debilitar o sistema imunológico no homem.
Visto o papel dos guerreiros e dos caçadores, os homens historicamente são mais expostos do que as mulheres a infecções e ferimentos, revelaram. Se ter um bom sistema imunológico para combater os patógenos é desejável, uma reação excessiva pode, ao contrário, ser pior para o organismo por provocar muita inflamação, um fenômeno que afeta mais as mulheres do que os homens. Assim, um sistema imunológico menos sensível poderia se adaptar mais à sobrevivência, argumentaram os autores do estudo.
Fonte:APF
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Governo garante desconto na tarifa de energia em 2013 e promete continuidade das reduções

Em janeiro de 2013, começou a vigorar a redução média de 20% das tarifas de energia elétrica, por determinação do governo federal. Inicialmente, o governo tinha anunciado que as perdas das distribuidoras com a redução das tarifas seriam cobertas com repasses da Hidrelétrica de Itaipu, mas depois foi anunciado que seriam transferidos recursos da União para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), usada para compensar a redução das tarifas.
O governo, entretanto, ainda não definiu se o Tesouro continuará transferindo recursos para a CDE nos próximos anos. Em evento recente, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que o governo vai continuar buscando a modicidade tarifária e a manutenção da redução dos 20% nas tarifas. Ele não respondeu diretamente sobre aportes do Tesouro na CDE.
“O modelo energético brasileiro contempla princípio da modicidade tarifária. Estamos sempre perseguindo esse vetor. A modicidade tarifária é um deles, mais importante. Houve a redução de 20% em média, que foi permanente, se mantém e se manterá”, garantiu.
O governo também adiou para 2015 ,o início da implantação das bandeiras tarifárias, que vai alertar os consumidores quando o preço da energia fica mais caro, por causa do uso de termelétricas. Atualmente, esse custo é repassado uma vez por ano, quando é calculado o reajuste anual das distribuidoras. Questionado se o governo pensa em ajudar as distribuidoras, Lobão disse que a questão ainda não está definida. “Se for necessário, sim. Em cada momento, vamos tomar as decisões”, disse.
Para a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), em 2014 o Tesouro Nacional terá de fazer aporte similar ao feito em 2013, de R$ 9,6 bilhões, para evitar que o consumidor arque com um reajuste até 13 pontos percentuais acima do que será autorizado para 2014. O reajuste anual da tarifa tem como base o índice de inflação (cerca de 6%, em 2013), os custos operacionais do serviço e a compra de energia vinculada a contratos já existentes.
Segundo a entidade, o cenário de impacto financeiro para 2014, influenciado pelos resultados do leilão do tipo A-1 feito no último dia 17 de dezembro, e pela não implementação do sistema de bandeiras tarifárias, pode causar efeitos no plano de investimentos das distribuidoras de energia, podendo comprometer o cumprimento no prazo, das obrigações contratuais do setor.
No leilão de geração A-1 (quando a energia contratada deve ser entregue a partir de um ano da assinatura do contrato) foram contratados 2.571 megawatts (MW) médios, cobrindo apenas 40% das necessidades das distribuidoras, o que pode exigir a compra de energia no mercado livre, a preços mais altos. Além disso, o sistema de bandeiras tarifárias permitiria repasses imediatos para o consumidor, dos aumentos do custo de energia para as empresas.
Para o presidente da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), Paulo Godoy, os principais desafios no setor elétrico estão relacionados a projetos de transmissão e a pendências relacionadas ao processo da renovação das concessões, iniciado no ano passado. “Há valores de indenização de ativos pendentes e faltam regras para autorizar e remunerar investimentos feitos pelas empresas em melhorias e modernizações de instalações, ações que são fundamentais para manter a qualidade no fornecimento de energia elétrica”, disse o dirigente.
Em agosto de 2013, o governo enfrentou um grande blecaute, que atingiu quase toda a Região Nordeste. Depois de análise de técnicos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi informado que o desabastecimento foi ocasionado por uma queimada que resultou no desligamento automático de duas linhas de transmissão que interligam os sistemas Sudeste/Centro-Oeste com o Nordeste. Segundo a Aneel,  a vegetação estava com porte inadequado, o que caracterizou falta de limpeza da faixa.
Depois do blecaute, o governo decidiu acionar as termelétricas a carvão, gás e óleo no Nordeste para garantir a segurança elétrica na região. A Aneel também determinou que todas as concessionárias de transmissão de energia façam a limpeza de vegetação da área onde estão as linhas de transmissão, para evitar queimadas de grandes proporções, como a que provocou um blecaute na Região Nordeste.

Fonte:Agência Brasil
Postado por:Elisete Bohrer

+ Mais Informações ››››››

Ibirubá: seis são condenados pela fraude no leite

A Justiça de Ibirubá acolheu parcialmente a denúncia do Ministério Público, que apurou a fraude no leite no Estado através da Operação Leite Compen$ado e condenou seis dos envolvidos no esquema.
Os condenados com as penas fixadas pelas Justiça são: Paulo César Chiesa, 2 anos e 1 mês de reclusão; João Irio Marx, 9 anos e 7 meses de reclusão e 180 dias-multa; Angélica Caponi Marx, 9 anos e 7 meses de reclusão e 180-dias multa; Alexandre Caponi, 9 anos, 3 meses e 12 dias de reclusão e 120-dias multa; João Cristiano Pranke Marx, 18 anos e 6 meses de reclusão e 630-dias multa; Daniel Riet Villanova, 11 anos e 7 meses de reclusão e 420-dias multa. A exceção de Paulo Chiesa, que deverá cumprir a pena em regime semiaberto, os demais deverão cumprir as penas no regime fechado no Presídio de Espumoso.
João Cristiano, que recebeu a pena mais alta, era sócio-proprietário da empresa Crisma Transportes Ltda. juntamente com a co-denunciada Angelica Caponi Marx. Com Daniel Riet Villanova (médico veterinário e funcionário da Confepar que utilizava o posto de resfriamento da Marasca Comércio de Cereais Ltda. para o recebimento do leite) eram os responsáveis por todo o esquema criminoso voltado à adulteração de leite.
O Juiz Ralph Moraes Langanke, que prolatou a decisão judicial, ressaltou que “o crime cometido pelos réus é um delito desumano, repugnante, abjeto e nojento, que causa uma enorme aversão, podendo-se dizer, inclusive, que se trata de um crime mais grave do que o de tráfico de drogas”, como muito bem foi colocado pelo Promotor de Justiça Mauro Rockenbach, autor da denúncia: “o traficante vende o produto que o usuário de entorpecente procura. O consumidor vai ao comércio esperando comprar apenas leite”.
+ Mais Informações ››››››

Assembleia aprova salário mínimo regional e saque em recursos da CEEE

Plenário realizou sessão extraordinária para votar 18 projetos do Poder Executivo | Foto: Marcelo Bertani/ALRS
Samir Oliveira
Por Marcelo Bertani/ALRSA Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul realizou na tarde desta quinta-feira (26) a última sessão plenária deste ano. A sessão extraordinária ocorreu por uma convocação oficial do governador Tarso Genro (PT) para analisar uma pauta de 18 projetos enviados pelo Palácio Piratini. O argumento do governo é de que as propostas precisam ser votadas ainda neste ano, pois tratam de temas que não podem ser apreciados em um ano eleitoral – como será o de 2014.
Dos 18 projetos apreciados, oito tratam de temas relacionados ao funcionalismo público e sete dizem respeito a doações ou permutas de imóveis do estado. As galerias do plenário estavam lotadas de trabalhadores das categorias afetadas pelas propostas e de sindicalistas da CUT, da CTB e da Nova Central Sindical. Todos comemoraram quando os deputados aprovaram, por unanimidade, o reajuste do salário mínimo regional, que passará de R$ 770,00 para R$ 868,00.
O piso regional existe desde 2001 no Rio Grande do Sul e em mais quatro estados brasileiros: Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. O mínimo gaúcho é pago a trabalhadores não organizados em sindicatos e também é utilizado como referência em negociações coletivas de categorias sindicalizadas.
Edson Brum (PMDB) disse que governo quer utilizar a CEEE como banco | Foto: Marcelo Bertani/ALRS
Por Marcelo Bertani/ALRSO piso regional é organizado em cinco faixas. Com o reajuste de 12,71% aprovado, os valores passarão a ser estes a partir do dia 1 de fevereiro de 2014: R$ 868,00; R$ 887,98; R$ 908,12; R$ 943,98; R$ 1.100,00.
A existência do salário mínimo regional é motivo de disputa entre empresários e trabalhadores. Os representantes da iniciativa privada consideram injusto o governo estadual decidir sobre um salário que não paga e afirmam que o piso gaúcho retira competitividade do estado e provoca demissões ao ser reajustado. Por outro lado, os trabalhadores reforçam que o mínimo regional é um instrumento de valorização da classe e estimula a economia estadual ao aumentar o poder de compra da população.
Durante a votação do projeto na Assembleia, deputados petistas se revezaram na tribuna para defender a proposta, afirmando que o governo Tarso tem concedido reajustes ao mínimo regional maiores que as últimas administrações. A oposição, apesar de votar a favor da medida, alfinetou o Palácio Piratini, afirmando que os governistas defendem piso somente quando não precisam pagá-lo e recordaram que o governo não cumpre a lei que institui o piso nacional do magistério.
Projeto que retira recursos da CEEE gera intenso debate no Parlamento
De todos os 18 projetos apreciados nesta quinta-feira, o mais polêmico foi o de número 350/2013. A medida repassa ao Poder Executivo a folha de pagamento de cerca de 1,4 mil servidores aposentados da CEEE que trabalhavam na antiga companhia de energia que foi encampada pelo governo Leonel Brizola em 1965. A folha de pagamento destes servidores representa cerca de R$ 500 milhões anuais para a estatal.
Miriam Marroni (PT) defendeu medidas do Palácio Piratini | Foto: Por Karine Viana/ALRS
Por Karine Viana/ALRSO projeto aprovado autoriza o Palácio Piratini a obter R$ 1,3 bilhão do caixa da CEEE. A verba diz respeito ao montante pago pela União à companhia em 2012, referente a uma dívida histórica que nunca havia sido quitada. A oposição aponta que o valor é muito superior à folha de pagamento dos aposentados do antigo quadro e afirma que o governo estadual usará o dinheiro para suprir suas necessidades de caixa.
“Querem tapar furo por ter gastos demais. Esse recursos deveria dar musculatura ao caixa da CEEE”, disse o deputado Frederico Antunes (PP). Jorge Pozzobom (PSDB) classificou o projeto de “um grande engodo” e de “um estelionato contra a CEEE”. O deputado Edson Brum (PMDB) afirmou que “o governo Tarso está fazendo da CEEE o seu banco”.
A oposição também criticou o fato de o projeto ter sido retirado da pauta na última sessão plenária e ter sido recolocado na sessão extraordinária convocada pelo governador. A intenção do bloco era de inverter a ordem de votações, apreciando primeiro os projetos de reajustes para o funcionalismo e, em seguida, retirar o quórum na hora de votar o PL 350/2013, mas o requerimento de inversão da pauta não foi aprovado.
Os governistas evitaram subir à tribuna para defender a medida, mas a deputada Miriam Marroni (PT) disse que não suportou ouvir o que qualificou de “absurdos” e “inverdades” ditas pelos parlamentares. “Este tema merece mais seriedade. Não é um projeto ideológico de governo, é uma discussão sobre a CEEE. É um procedimento legal para salvar o salário dos aposentados, porque o Tesouro é mais poderoso”, defendeu.
Servidores impactados pela medida estavam nas galerias com cartazes pedindo a rejeição do projeto, que acabou sendo aprovado por 25 votos favoráveis e 21 contrários. Também foi aprovada uma emenda do PSDB que determina que o dinheiro repassado pela CEEE não vá ao caixa único do estado, mas, sim, a uma conta específica no Banrisul destinada exclusivamente ao pagamento do salário dos aposentados. O texto deve ser vetado pelo governador Tarso Genro.
Confira a lista de todos os projetos aprovados nesta quinta-feira pela Assembleia Legislativa:
PLC 405 2013: altera a denominação da carreira de Agente Fiscal do Tesouro do Estado e altera a denominação e as atribuições da carreira de Técnico do Tesouro do Estado;
PL 354 2013: cria no Quadro de Pessoal Efetivo da Secretaria da Fazenda a carreira de nível médio de Assistente Administrativo Fazendário e extingue cargos de provimento efetivo de Técnico do Tesouro do Estado;
PL 350 2013: autoriza a transferência do pagamento dos proventos dos servidores ex-autárquicos, vinculados à Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica – CEEE-GT – e à Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica – CEEE–D –, para o Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Sul, mediante ressarcimento;
PL 402 2013: autoriza o Poder Executivo a permutar imóveis situados nos Municípios de Cachoeira do Sul, Sant’Ana do Livramento e Pelotas;
PL 374 2013: dispõe sobre o reajuste dos pisos salariais no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul para as categorias profissionais que menciona, com fundamento na Lei Complementar Federal nº 103, de 14 de julho de 2000, que autoriza os Estados e o Distrito Federal a instituir o piso salarial a que se refere o inciso V do art. 7º da Constituição Federal, por aplicação do disposto no parágrafo único do seu art. 22;
PL 377 2013: institui o Plano de Empregos, Funções e Salários, cria empregos permanentes e empregos e funções em comissão da Fundação Cultural Piratini – Rádio e Televisão;
PL 390 2013: autoriza o Poder Executivo a doar imóvel situado no Município de Ijuí ao Fundo de Arrendamento Residencial – FAR -, representado pela Caixa Econômica Federal;
PL 398 2013: autoriza o Poder Executivo a doar imóvel situado no Município de Ijuí ao Fundo de Desenvolvimento Social representado pela Caixa Econômica Federal, para fins de construção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda;
PL 389 2013: institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler – FEPAM;
PL 380 2013: dispõe sobre a extinção dos cargos de Investigador de Polícia e sobre o aproveitamento dos servidores no âmbito da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul;
PL 381 2013: altera a Lei nº 14.072, de 31 de julho de 2012, que fixa o subsídio mensal do Chefe de Polícia e dos membros da carreira de Delegado de Polícia, estabelece valores e prazos e dá outras providências;
PL 392 2013: dispõe sobre os soldos básicos de postos e graduações da Brigada Militar;
PL 375 2013: introduz modificações na Lei nº 8.109, de 19 de dezembro de 1985, que dispõe sobre a Taxa de Serviços Diversos;
PL 404 2013: introduz alterações na Lei nº 13.345, de 04 de janeiro de 2010, que fixa a remuneração dos Dirigentes de Autarquia e de Fundações Autárquicas do Estado, e dá outras providências;
PL 395 2013: autoriza o Poder Executivo a doar imóvel situado no Município de São Francisco de Paula ao Fundo de Desenvolvimento Social representado pela Caixa Econômica Federal, para fins de construção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda;
PL 396 2013: autoriza o Poder Executivo a doar imóvel situado no Município de Montenegro ao Fundo de Desenvolvimento Social representado pela Caixa Econômica Federal, para fins de construção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda;
PL 397 2013: autoriza o Poder Executivo a doar imóvel situado no Município de Palmares do Sul ao Fundo de Desenvolvimento Social representado pela Caixa Econômica Federal, para fins de construção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda;
PL 399 2013: autoriza o Poder Executivo a doar imóveis ao Fundo de Desenvolvimento Social representado pela Caixa Econômica Federal, para fins de construção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda.
+ Mais Informações ››››››

RS terá nova jornada escaldante, com marcas acima dos 40°C nesta sexta

Umidade causa ainda mais abafamento e traz risco de temporais em diversos pontos<br /><b>Crédito: </b> Tarsila PereiraUmidade causa ainda mais abafamento e traz risco de temporais em diversos pontos

Umidade causa ainda mais abafamento e traz risco de temporais em diversos pontos
Crédito: Tarsila Pereira
Esta sexta-feira será de mais uma jornada escaldante no Rio Grande do Sul. O sol aparece com nuvens em todas as regiões e, da tarde para a noite, ocorrem pancadas localizadas de chuva, especialmente no Centro, Oeste e Sul do Estado. Há risco de chuva forte e que pode vir acompanhada de temporais em alguns pontos.

Por conta da instabilidade, as máximas não são tão elevadas quanto na quinta, mas no Leste e no Nordeste do Estado, o que inclui a Capital, esta sexta terá marcas semelhantes. Segue o alerta de risco extremo de incêndio em vegetação.

As mínimas atingem 17ºC em São José dos Ausentes e 18ºC em Vacaria. Em Uruguaiana e região, já de madrugada faz 26°C, com as menores marcas bem acima dos 20°C. As máximas devem superar os 40ºC na Região Metropolitana novamente. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 24°C e 41°C.

O Estado teve, nesta quinta-feira, um dia de calor opressivo com máximas perto ou na casa dos 40ºC na maioria das regiões. Em Porto Alegre, o Metroclima anotou 41,1ºC no Moinhos de Vento. No Jardim Botânico, a máxima oficial da cidade foi de 38,8ºC, fazendo da quinta o dia mais quente do ano na Capital, batendo 1º de fevereiro, que teve 38,2ºC.

A MetSul alerta que é muito preocupante o cenário para estes últimos dias de 2013 e o começo de 2014 aqui no Sul do Brasil e no Cone Sul. A massa de ar extremamente quente seguirá na região, mas se tornará úmida. Com isso, a atmosfera ficará muito instável com freqüência muito alta de temporais, inicialmente isolados. As tempestades com chuva torrencial, vendavais e granizo virão mais da tarde para noite, e poderão trazer danos e transtornos.

Todas regiões gaúchas estarão sob risco. No começo de 2014, o mau tempo se generaliza. Nesta quinta, tornado passou pela cidade argentina de San Lorenzo. Argentina e Uruguai terão também muitas tempestades severas, até com risco de novos tornados.
Fonte: Metsul
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!