terça-feira, 24 de julho de 2018

Jornal Comunitário - Rio Grande do Sul - Edição 1542, do dia 25 de Julho de 2018

Edição 1542, do dia 25 de Julho de 2018
CLIQUE AQUI PARA BAIXAR:

OPÇÃO 01 IVOOX

OPÇÃO 02 DRIVE

Um Jornal Comunitário de edição colaborativa, produzido pelas emissoras de Rádios Comunitárias do Estado do Rio Grande do Sul, seja você um correspondente da sua região, entre em contato pelos telefones Whatsapp 54 9611 0186 ou 54 3367 1351.


NA EDIÇÃO DE HOJE:

Ato em São Paulo condena violência e celebra resistência das mulheres negras.
Defesa Civil do Rio Grande do Sul recebe mais de sete mil roupas e três toneladas de alimentos.
Chuvas prejudicam alimentação dos rebanhos gaúchos.
Polícia Federal investigará venda de ações do Banrisul a pedido do MPF.
Brasil é o país mais perigoso para ambientalistas.
Britânicos obtêm documentos sobre ineficácia dos mosquitos transgênicos.

+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 2035 de 24-07-2018

Edição completa do Jornal da Liberdade Clique AQUI
+ Mais Informações ››››››

1304 - 24 JULHO, TERÇA - O SENHOR É MEU PASTOR, NADA ME FALTA

+ Mais Informações ››››››

Mais de 6 mil postos de trabalho com carteira assinada foram fechados no mês de junho no RS, diz pesquisa

Em Porto Alegre e na Região Metropolitana também houve queda na oferta de emprego com carteira assinada, segundo dados do Observatório Unilasalle. Mesmo com variações negativas na maioria dos setores, em 2018 saldo ainda é positivo no estado.
Em junho deste ano, foram fechados 6.521 postos de trabalho no Rio Grande do Sul, o que representa uma queda de 0,26% na oferta de emprego com carteira assinada em relação ao mês anterior, segundo dados divulgados na sexta-feira (20) pelo Observatório Unilasalle, que pesquisa a situação do mercado de trabalho formal no Brasil.

O levantamento tem como fonte os registros administrativos do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED) disponibilizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Em todo o estado, o setor que mais encerrou postos de trabalho foi o comércio, com a redução de 2.132 vagas. Já o setor que mais abriu oportunidades em junho foi o de serviços, com aumento de 429 vagas.

Mesmo com variações negativas na maioria dos setores, em 2018 o saldo ainda é positivo no Rio Grande do Sul. Ao longo do primeiro semestre, foram criadas 26.355 vagas com carteira assinada.

De janeiro a março, o estado ampliou vagas, mas a partir do mês de abril o saldo vem sendo negativo, conforme o professor e coordenador do Observatório Unilasalle, Moisés Waismann.

"Estamos oscilando neste primeiro semestre, mas frente ao cenário econômico que atravessamos, a situação ainda está boa", diz. Segundo ele, a expectativa é que para o segundo semestre postos voltem a ser criados no período das festas de fim de ano.

Fonte: G1/RS
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!