sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Programa Falando em Saúde edição do dia 09 de janeiro de 2015

Programa Falando em Saúde edição do dia 09 de janeiro de 2015,apresentado pela Dentista Andreia Galatto.


Fotos:Claudinara
Por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Creme chinês












INGREDIENTES
1 lata de leite condensado
3 gemas
2 latas de leite
3 colheres de maizena
Gelatina de qualquer sabor
1 creme de leite sem o soro
7 colheres de açúcar
MODO DE PREPARO
Coloque em uma panela o leite condensado, as gemas, a maizena e o leite, em fogo baixo mexa até engrossar
Coloque em uma vasilha de vidro ou taças, preenchendo apenas 1/3 do recipiente
Prepare a gelatina normalmente e reserve
Bata as claras em neve, acrescente o creme de leite e o açúcar
Coloque a gelatina devagar sobre o primeiro creme frio
Coloque o último creme por cima
Leve para gelar até endurecer a gelatina e sirva
Fonte:Tudo Gostoso

+ Mais Informações ››››››

Ministro da Educação quer implantar Enem online


Outra mudança desejada é que a prova seria aplicada mais de uma vez por anoMudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão propostas à presidente Dilma Rousseff pelo novo ministro da Educação, Cid Gomes. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o ministro disse que quer implantar a prova online no Enem e realizar mais de um exame por ano.
O Enem eletrônico seria feito em um terminal de computador com acesso a um banco de perguntas. O processo é semelhante a uma prova realizada nos Estados Unidos que se assemelha ao Enem. O banco de perguntas seria público, com acesso liberado, permitindo que as questões fossem analisadas e questionadas por entidades. Questionado sobre a chance de o aluno decorar as questões, o ministro respondeu:
— Seriam milhares de perguntas para cada área. Se o aluno conseguir decorar todas, ele é um gênio.
Sobre a realização de mais provas ao longo do ano, Cid Gomes afirmou que os alunos poderiam ir a locais cadastrados para fazer o exame, evitando a aplicação do teste em um único fim de semana.O aluno poderia fazer o Enem quantas vezes desejasse, e caberia às instituições de Ensino Superior decidir quais versões valeriam para o ingresso. A primeira prova seria bancada pelo governo. As demais, o estudante teria de pagar.
Mais de 6 milhões de estudantes têm participado das edições recentes do Enem. O objetivo do ministro é implantar as alterações ainda durante o seu mandato.
Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS
Zero Hora 
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Informativo da Crehnor edição do dia 09 de janeiro de 2015


Postado por:Elisete Bohrer
Fonte:Jorge André Rogério


+ Mais Informações ››››››

Mulher morre afogada em Tenente Portela

Uma mulher de 35 anos morreu na tarde desta quinta-feira, 8 de janeiro, no interior de Tenente Portela.
De acordo com a Brigada Militar (BM) um grupo de pessoas tomava banho no lago formado na antiga pedreira localizada na linha Machinha, quando a vítima, Odete Ribeiro Lima, se afogou por volta das 17h.
O grupo teria pedido socorro na casa de um agricultor que acionou a Brigada Militar e o SAMU.
Odete era mãe de três filhos, de 13, 16 e 19 anos.
O corpo da vítima foi encaminhado para necropsia para determinar as causas da morte. A Polícia Civil irá investigar o caso.
Fonte:Sandro Medeiros/Portela Online
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Comer um abacate por dia pode controlar o colesterol "ruim"

Pesquisa testou três grupos de pacientes com dietas diferentes
Pesquisadores da Pennsylvania State University descobriram que comer um abacate por dia traz benefícios para o controle do colesterol "ruim" (LDL).
O estudo analisou 45 pacientes saudáveis, com excesso de peso ou obesos, com idades entre 21 e 70 anos. Todos os participantes tinham níveis de colesterol e pressão arterial saudáveis no início da pesquisa, mas os cientistas se ativeram nos níveis do colesterol LDL.
Na primeira etapa, todos tiveram, durante duas semanas, uma dieta com 34% de calorias vindas de gorduras, 51% de carboidratos e 16% de proteínas. Depois, por cinco semanas, os pacientes foram divididos em três grupos.
O primeiro grupo teve uma dieta com gordura e sem abacate. O segundo, com gordura moderada e também sem abacate. Já o terceiro, com gordura moderada e um abacate por dia.
Segundo o estudo, o grupo que comeu um abacate por dia teve uma redução de 13,5 mg/dL no colesterol LDL, enquanto que o grupo que não ingeriu a fruta, mas manteve uma dieta de gordura moderada, diminui 8,3 mg/dL o nível.
Foto: freeimages / divulgação
Fonte:Bem - Estar 
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Dois caixas eletrônicos são arrombados em Farroupilha

Dois caixas eletrônicos do HSBC foram arrombados na madrugada desta sexta-feira em Farroupilha, na Serra gaúcha. Segundo a Brigada Militar (BM), ao menos cinco homens fortemente armados entraram na sede da empresa metalúrgica Bigfer, na rua Papa João Paulo XXIII, bairro Imigrante, onde ficavam os equipamentos. Os criminosos se identificaram como policiais civis e renderam os vigias da empresa de segurança e funcionários que trabalhavam no momento do crime.
Na fuga, os criminosos obrigaram um motorista de caminhão a atravessar o veículo na rua para dificultar a ação policial. O grupo fugiu em direção a região Metropolitana fazendo o uso de “miguelitos” para atrasar as buscas policiais.
Entre Sapucaia e Cachoeirinha, houve confronto com a BM e, em seguida, os criminosos trocaram de veículo perto de Cachoeirinha. De acordo com a polícia, o grupo seguiu em direção a Gravataí. A quadrilha levou dinheiro dos caixas eletrônicos, mas ainda não se sabe a quantia. Fonte: CP
+ Mais Informações ››››››

Salva-vidas escapa de raio por 50 metros no Litoral Norte

O convite de um colega para compartilhar algumas frutas pode ter "salvo a vida" do sargento Renato Freitas. Ele saiu da guarita 53 para encontrar o sargento Alcântara e, a 50 metros, viu seu local de trabalho ser destruido por um raio, na tarde desta quinta-feira na praia de Curumim, em Capão da Canoa, no Litoral Norte.
“Eu estava longe da guarita e vi clarões no céu e duas meninas perto do mar. Corri para afastá-las da água e quando cheguei a uns 50 metros da guarita, o raio caiu. Foi um estrondo e um clarão muito intensos. As meninas já tinham corrido e passado dos cômoros de areia. Foi um baita susto”, relatou.
A guarita 53 ficou totalmente destruída. Pedaços foram lançados a mais de 20 metros de distância. Vários veranistas foram à praia para ver os destroços e cumprimentar o salva-vidas.
O aposentado Dirceu Ross, de 56 anos, havia acabado de almoçar e estava sentado na varanda da casa, que fica de frente para o mar e com a guarita 53 bem visível. “O estouro foi forte e o clarão muito intenso. Por sorte, ninguém se feriu”, comentou.
A Brigada Militar recomenda que em caso de chuva forte com raios e trovões, quem estiver na beira da praia ou no mar saia da área o mais rapidamente possível. Também devem se afastar de qualquer ponto vertical, como postes, antenas e guaritas. “Cheguei a sentir um tremor nas pernas tal a força da descarga elétrica. Eu me senti como se tivesse renascido”, afirmou o sargento. Fonte: CP
+ Mais Informações ››››››

Programa Nas Ondas do Rádio leva educomunicação às escolas de São Paulo


A rede municipal de ensino de São Paulo apostou na educomunicação como proposta pedagógica. Por meio do programa “Nas Ondas do Rádio”, professores, gestores escolares, coordenadores pedagógicos, além dos que atuam nas áreas administrativas nas unidades escolares, recebem cursos de capacitação em diversas mídias, novas e tradicionais.
Os conhecimentos adquiridos são repassados aos alunos, que desenvolvem projetos na área da comunicação, como rádios, vídeos, blogs, páginas em redes sociais, fotografia, animação, cinema, entre outros. Após aprovado pelo conselho da escola, a prefeitura oferece toda a infraestrutura necessária para sua realização.
“Com as mídias e suas tecnologias podemos promover um processo educacional de intervenção social, ou seja, sua produção pode ter impacto na comunidade”, explica Carlos Lima, professor e coordenador do “Nas Ondas do Rádio” da secretaria municipal de Educação de São Paulo. “A mídia para criança é uma brincadeira como qualquer outra desenvolvida no ambiente escolar. O brincar ajuda no desenvolvimento humano da criança.”
Todo o processo de planejamento, produção e veiculação dos conteúdos deve se pautar na participação, na colaboração e no trabalho coletivo dos alunos, garantindo o protagonismo dos estudantes. As diretrizes são sugeridas pelo educador, mas os alunos têm total liberdade para direcionar o projeto. “A liderança num projeto educomunicativo é do grupo e não do professor. A proposta é alterar o paradigma disciplinar pelo transdisciplinar, ou seja, revertendo a ordem de o professor restringir o caminho das propostas, dando autonomia aos alunos”, explica Lima.
No Imprensa Jovem , por exemplo, os alunos de ensino fundamental viram repórteres e transformam os laboratórios de informática em agências de mídia. Eles discutem e criam pautas, realizam coberturas jornalísticas na escola, na comunidade e até em grandes eventos da cidade. As equipes são responsáveis pela produção da informação e a veiculação dos conteúdos produzidos em diversas linguagens.
Como repórteres, os alunos saem às ruas para realizar as entrevistas
O projeto faz parte do Plano de Navegação do Autor-Aluno, que orienta os estudantes no desenvolvimento de um Trabalho Colaborativo de Autoria (TCA), obrigatório desde 2013 pelo Programa Mais Educação São Paulo. O trabalho começa a ser elaborado no 7º ano e é concluído e apresentado no final do 9º ano.
Tem Gato na Tuba
Outra iniciativa é a rádio escolar mirim “Tem Gato na Tuba”, desenvolvida pela professora Deise Regina com os alunos da Emei Guia Lopes, na Zona Norte. As crianças, de cerca de cinco anos de idade, fazem entrevistas, matérias sobre os projetos desenvolvidos em sala de aula e na escola, música e outras notícias.
“Com a expansão da internet, percebemos que a mídia de rádio era muito pouco conhecida entre os alunos. Começamos a trabalhar todas as funções, como locutor, apresentador, repórter e músicos, sempre explicando que elas são igualmente importantes”, afirma Deise.
Segundo ela, a iniciativa fez os alunos ganharem autonomia. “Em várias ocasiões a criança que pouco se manifestava na sala de aula mudou a identidade com o microfone nas mãos. A autoestima é outra com o grupo. O resultado que queríamos era justamente este protagonismo”, completa Deise Regina.
As pautas de todos os programas são colocadas em um painel no pátio da escola
São as crianças que escolhem as pautas dos programas. Entre as prediletas da garotada está a seção “As mais pedidas”. Nela, os alunos saem pela escola perguntando para colegas, funcionários e professores os “hits” do momento. Em outros casos, os alunos mesclam brincadeiras com assuntos discutidos em sala de aula.
“Este ano trabalhamos muito a imagem do Nelson Mandela. Em quase todos os programas ele foi unanimidade na reunião de pauta”, relembra. A orientadora entende que dessa forma fica mais fácil as crianças assimilarem temas recorrentes como preconceito e desigualdade racial. “Como as questões sociais estão presentes constantemente no que elas aprendem na escola, quando sugerimos os assuntos da rádio eles se manifestam justamente neste sentido”, afirma Deise Regina.
A frequência da rádio ultrapassa os muros da escola. O projeto “Tem Gato na Tuba” já fez intervenção no Mercado Municipal, na Bienal do Livro e entrevistas exclusivas com o prefeito de São Paulo Fernando Haddad e a primeira-dama Ana Estela Haddad. Entre os temas abordados no bate-papo com a esposa do prefeito e coordenadora do “São Paulo Carinhosa”, as crianças a questionaram sobre o significado da palavra racismo, como conta a educadora Deise Regina.
“A primeira-dama se impressionou com o conhecimento dos alunos sobre a questão do racismo. Estamos formando além de estudantes, cidadãos. Como eu costumo dizer, o lema da nossa escola é ‘Ninguém é igual a ninguém, ainda bem’”, conclui.
Mariana Silva Lima (à esquerda), assistente de direção do EMEI Guia Lopes; e Deise Regina, POIEO “Nas Ondas do Rádio” atende desde a educação infantil até ensino fundamental, médio e educação de jovens e adultos. Escolas bilíngues de educação surda, centro de educação e cultura indígenas nas três aldeias existentes na cidade também são atendidas pelo programa. A secretaria disponibiliza umamidiateca, que pode ser utilizada por educadores, alunos e participantes de projetos desenvolvidos em suas escolas.
Mariana Silva Lima (à esquerda), assistente de direção da Emei Guia Lopes; e a professora Deise Regina
Como participar
O programa “Nas Ondas do Rádio” oferece cursos com aproximadamente 1.000 vagas por ano para educadores da Rede Municipal de Educação de São Paulo. Os cursos visam à formação de educadores, tendo como proposta o desenvolvimento de projetos e práticas pedagógicas para produção midiática no espaço escolar.
A adesão ao programa está vinculada à ampliação da jornada escolar do aluno com projetos de radioescola, jornal escolar, produção de vídeo, fotografia, cineclube, HQ, entre outros projetos educomunicativos. É possível receber o kit de equipamentos ou verba para compra.
Via SpressoSP

+ Mais Informações ››››››

Jornal dos Trabalhadores - Rio Grande do Sul - Edição 651 do dia 09 de janeiro de 2015

Ouça nesta edição:
Os desafios da agricultura familiar no RS;
Abril entrega prédio por causa de queda exponencial de lucros;
Normas combatem epidemias de operações cesarianas;
Governador do Estado e Secretário de Educação se reúnem com Cpers.
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!