terça-feira, 11 de abril de 2017

Vem aí Show de Talentos

Na manhã desta terça-feira esteve nos estúdio da Rádio Comunitária Liberdade o comunicador Ari Sagiorato apresentador do Programa Show de Talentos para conversarmos sobre a gravação do prograga no próximo dia 21 de abril as 21 horas no Salão Paroquial de Três Palmeiras

Participe:
+ Mais Informações ››››››

Fórum reforça urgência em acabar com a cultura da violência contra a mulher

Importantes discussões foram levantadas durante o 12° Fórum da Mulher neste sábado (8), em Palmeira das Missões. Com o Centro Cultural lotado o tema ‘Mulheres que fazem a diferença’ foi abordado pelas painelistas em vários aspectos. A abertura do Fórum contou com a presença de autoridades, entre os organizadores e parceiros do evento, o vice-prefeito Lúcio Borges, a presidente do Fórum vereadora Karin Bittencourt Uchoa, além do deputado federal Jerônimo Goergen e da deputada estadual Zilá Breitenbach.

Na oportunidade, Karin, juntamente com uma comitiva da Secretaria Municipal de Educação, entregou ao deputado Jerônimo uma solicitação de emenda parlamentar para ampliação da Creche Vó Erondina, a qual leva o nome da avó materna do deputado. A necessidade de ampliação é urgente para atender a demanda da população que mora no entorno e encontra-se em situação vulnerável. Ainda, Jerônimo reforçou sobre a emenda parlamentar no valor de R$ 245.850,00 para asfaltamento de trecho da Rua Borges de Medeiros, cujo projeto já foi cadastrado e aguarda os trâmites.

Fazendo o público levantar da cadeira, a professora Patrícia Prado Bonesso e suas alunas do Studio Vida apresentaram animadas coreografias, mostrando que não existe idade para sair do sedentarismo e praticar um exercício que traga alto astral e eleve a autoestima. A primeira painelista, Josiane Petry Farias, falou sobre o feminicídio, com mediação da Bel. em Direito Serenita Galli.

Josiane coordena o Projur Mulher, da UPF, que oferece atendimento jurídico para mulheres vítimas de violência. Como ela salientou, Passo Fundo é o segundo município mais violento do estado, referente às agressões registradas contra mulheres. “A violência contra a mulher acontece dentro de casa, por quem ela menos espera, que é seu companheiro ou ex-companheiro. Mas a cultura de que em ‘briga de marido e mulher não se mete a colher’ deve acabar, pois a sociedade deve se meter sim, em defesa das mulheres”, comentou ela.

No Brasil, morrem mais homens do que mulheres, contudo, 97% dos casos de mulheres mortas são pelas mãos dos homens com os quais elas mantêm relação, diferente da morte dos homens, motivadas pela violência do tráfico, acidentes no trânsito, latrocínio, entre outros. Por isso, se faz necessário analisar e julgar os assassinatos de mulheres de maneira diferente, uma vez que desde que foi instituída, a Lei do Feminicídio (n° 13.104/2015) prevê a circunstância qualificadora do crime de homicídio, quando o motivo for questão de gênero. O encerramento das atividades da manhã foi com sorteio de brindes e desfile da loja Alternativa.

Primeira comandante mulher da BM esteve no evento

Tenente-coronel da reserva e vereadora em Porto Alegre, Nadia Rodrigues Silveira Gerhard falou sobre a cultura de violência contra a mulher e a patrulha Maria da Penha, criado por ela. Nadia ressaltou sobre os papeis sociais e estereótipos que a mulher carrega, a partir de uma visão de uma sociedade cheia de preconceitos, e a importância de se romper estas barreiras, revendo a forma com que as crianças estão sendo educadas.

Em 180 anos de Brigada Militar Nadia tornou-se a primeira mulher comandante de um batalhão, em 2007. Em 2012 assumiu o comando do 19° BPM de Porto Alegre e, nessa época, implementou, como coordenadora estadual, a patrulha Maria da Penha na Brigada Militar, que protege mulheres vítimas de violência doméstica. A patrulha é responsável por fiscalizar as medidas protetivas, com policiais capacitados que orientam e auxiliam as mulheres vítimas.

O encerramento do Fórum foi com a blogueira e consultora de moda Mariana Simionato, que reside atualmente em Los Angeles e coordena um importante projeto sobre moda e identidade feminina, conversando com mulheres do mundo todo e trabalhando a sua autoestima. Mariana comentou que apesar das diferenças, as mulheres ao redor do mundo possuem características semelhantes, como o sentimento de comparação e de rotulação.

Durante todo o dia também esteve em frente ao Centro Cultural o ônibus da Rede Lilás, com atendimentos psicológicos, sociais e jurídicos.
Priscila Devens/AI
+ Mais Informações ››››››

Veículo está abandonado desde o último fim de semana as margens da RS 324 em Ronda Alta-RS

Um veículo Fiat Tempra com placas de Palmeiras das Missões está abandonado as margens da RS 324 no trevo de acesso a Ronda Alta-RS desde o último fim de semana, ao que tudo indica nas imagens e no rasto deixado na lavoura o motorista deve ter perdido o controle do veículo, o motivo ainda é desconhecido. Mas o estranho é que a marca deixada na saída da pista nos revela que o veículo saiu da pista a praticamente 90º, sendo assim as probabilidades é de que ele viajava no sentido Sarandi-Três Palmeiras ou saído da cidade de Ronda Alta. Ontem (segunda) quando passei pelo local o veículo estava la indicando ter amanhecido por lá mesmo, e hoje continua no mesmo local, então se encontra la pelo menos desde domingo ou madrugada de segunda-feira.

Postagem e imagens: Jaciano Eccher


+ Mais Informações ››››››

937 - 11 DE ABRIL, TER - A PASCOA NO INICIO E O DOMINGO DE RAMOS


+ Mais Informações ››››››

Programa Seguro-Emprego tem novas adesões e evita 2,2 mil demissões

Em março, mais três empresas, duas em São Paulo e uma no Paraná, aderiram ao Programa Seguro-Emprego (PSE) para evitar a demissão de trabalhadores. Segundo balanço divulgado nesta segunda-feira, (10) pelo Ministério do Trabalho, desde dezembro, quando o programa foi anunciado pelo presidente Michel Temer, sete companhias assinaram acordo com o governo federal.


De acordo com o Ministério do Trabalho, mais de 2,2 mil trabalhadores que poderiam ser demitidos mantiveram seus empregos após as empresas aderirem ao programa.


Assinaram o PSE no mês passado as empresas Atlas Copco Construction Technique Brasil, de Sorocaba, a PS Logística e Promoções Armazéns Gerais, de Barueri, e a SAS Automotive do Brasil, que atua na cidade de São José dos Pinhais, no Paraná.


Conforme balanço da pasta, o governo federal irá gastar R$ 394.471,85 com a complementação salarial de 149 trabalhadores. Os sete contratos assinados no programa em março terão custo de R$ 4.820.723 à União. Ao aderir ao programa, as empresas comprometem-se a não demitir pelo período de seis meses, com possibilidade de renovação do prazo.


Lançado pela então presidenta Dilma Rousseff em julho de 2015, o Programa de Proteção ao Emprego (PPE) foi uma tentativa do governo de frear o ritmo de demissões diante da crise econômica. Em dezembro passado, após edição de medida provisória do governo Temer, a iniciativa passou a se chamar Programa Seguro-Emprego.


O programa permite às companhias em dificuldade financeira reduzir em até 30% a jornada de trabalho dos empregados e diminuir proporcionalmente os salários, desde que não demitam. Em contrapartida, o governo federal complementa 50% do valor reduzido do salário do empregado até o teto de 65% do valor da parcela do seguro-desemprego.


Para aderir ao PSE, a empresa tem que celebrar o acordo coletivo de trabalho específico com o sindicato representante da categoria com maior número de empregados em suas unidades, prevendo redução de jornada e de salários. Depois, deve enviar a documentação ao Ministério do Trabalho


Novas adesões


Ainda segundo o ministério, as quatro empresas que haviam aderido ao PSE nos meses de janeiro e fevereiro são do setor fabril, localizadas nos estados do Amazonas, de Pernambuco e de São Paulo. Com a lentidão da retomada da economia, 13 empresas já manifestaram interesse em ingressar no programa e os processos estão em análise no ministério.


Conforme estimativas da coordenação do grupo técnico do comitê do programa, mais mil postos de trabalhos poderão ser preservados caso as empresas interessadas concluam o processo de adesão.


Podem aderir empresas de todos os setores, desde que estejam passando por dificuldades financeiras comprovadas. A adesão pode ser solicitada ao Ministério do Trabalho até 31 de dezembro deste ano, observado o prazo máximo de permanência de 24 meses.
+ Mais Informações ››››››

Doe sangue antes de fazer a vacina da gripe

Em virtude do início da campanha de vacinação contra a gripe no Rio Grande do Sul no dia 10 de abril, o Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), destaca a importância dos doadores voluntários de sangue fazerem a doação antes de receberem a vacina da gripe. Isso porque a vacina torna o doador inapto à doação de sangue por 15 dias, devido ao aumento de exames sorológico falso-positivos neste período.

O HSVP é referência em procedimentos de alta complexidade, necessitando assim, de um banco de sangue preparado para atender a grande demanda de hemocomponentes. Para realizar a doação é necessário um documento original com foto, ter entre 18 e 69 anos, pesar acima de 50 kg e sentir-se bem de saúde. O Serviço de Hemoterapia atende de segunda à sexta-feira, das 8h às 15h. A doação de sangue é uma atitude pela vida, venha fazer parte deste time! Mais informações pelo fone (54) 3316 4087.

Diário da Manhã
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!