terça-feira, 4 de setembro de 2012

Edição do Jornal da Liberdade-04/09/2012


Terça feira foi de frio pela manhã e máximas chegam 29°C à tarde no RS

O Rio Grande do Sul registrou um pouco de frio e nevoeiro, na manhã desta terça-feira, mas o aquecimento é rápido à tarde.

Esse aquecimento se acentua até sexta-feira. Modelos indicam que massa de ar bastante quente invadirá o RS, trazendo temperatura muito acima do normal para setembro. Projeções indicam potencial de marcas entre 36ºC e 37ºC. A resposta virá em instabilidade no final de semana, com a probabilidade de temporais no domingo e esfriamento brusco.
Fonte: Correio do Povo

Três pessoas são assassinadas em Sarandi

Três pessoas foram mortas em uma propriedade rural no interior de Sarandi,  na noite dessa segunda-feira, dia 03.

De acordo com a Polícia Civil, na chácara, que fica na localidade de Ati Açu, foram encontrados os corpos de Augusto Paulo Baratto, de 71 anos, e do jardineiro Luis Edemar Gandini, de 54. Dentro da residência, foi encontrado o corpo da esposa de Augusto, identificada como Eloisa Petri Baratto, de 68 anos.

O veículo da família, um VW Fox cor prata, foi roubado. Não há informações sobre os autores do crime.
Fonte: Comunitária FW

Brasil bate recorde em vendas na Indústria de automóveis

No mês de agosto, o Brasil bateu recorde de vendas de veículos, com 420 mil unidades. O movimento foi maior nas lojas por causa do temor do fim da redução do IPI, que foi prorrogada até outubro.

As vendas cresceram 15% sobre julho. A nova marca histórica inclui automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões. O recorde anterior era de dezembro de 2010.

Se considerar somente automóveis e comerciais leves, o segmento mais beneficiado pelos incentivos do governo, foram 405 mil unidades vendidas, também o maior volume para um único mês na história da indústria automobilística no Brasil.
Fonte: Comunitária FW

Greve termina na maioria das Instituições Federais

Professores de 24 institutos federais de educação, ciência e tecnologia decidiram pelo fim da greve e devem voltar às atividades acadêmicas nos próximos dias. Ainda esta semana, outros 14 institutos realizarão assembleias com indicativo do fim do movimento. Todos os técnicos administrativos, tanto dos institutos quanto das universidades federais, já retornaram às atividades.

O Ministério da Educação espera agora o rito sindical para a volta total das atividades acadêmicas. O MEC informa ainda que está recebendo e analisando os planejamentos das universidades com relação à reposição dos dias parados.

Na proposta encaminhada ao Congresso, o governo busca a valorização da dedicação exclusiva e da titulação dos docentes. O aumento proposto prevê o mínimo de 25% e o máximo de 40%, a serem aplicados nos meses de março de 2013 (50%), de 2014 (30%) e de 2015 (20%). Fica assegurado, portanto, reajuste mínimo de 13% a partir de março do próximo ano.

Dessa forma, um profissional com doutorado recém-ingressado na carreira passaria a receber salário de R$ 8.439,77 durante o estágio probatório. Concluído esse período, chegará a R$ 10.007,24. Para o topo da carreira — professores titulares com dedicação exclusiva — o aumento proposto é de 40%, o que significa salários superiores a R$ 17 mil. Para a concessão do reajuste, o governo liberou, no orçamento, recursos de R$ 4,2 bilhões. 
Fonte: Comunitária FW
 
Ibama regulamenta fabricação, uso e descarte de pilhas e baterias
O controle sobre a fabricação, o uso e o descarte de pilhas e baterias é fixado em decisão do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), por meio da Norma Instrutiva número 8, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, dia 04.

Pela norma, há uma série de regras para descarte, transporte, reciclagem e acondicionamento do material, assim como a determinação para que os fabricantes e importadores elaborem um relatório anual, informando em detalhes os procedimentos adotados.

Nas embalagens e manuais das pilhas e baterias, os fabricantes terão que informar sobre a adaptação às novas regras contidas na norma para o descarte e a reciclagem. O material deve ser depositado em coletas seletivas próprias, que podem ser encontradas em postos de vendas e em fábricas, mas jamais em lixos comuns.

Pela norma, a coleta de pilhas e baterias deve seguir uma série de regras, como o acondicionamento, a frequência do recolhimento do material, a destinação e as empresas envolvidas.

O rigor também existe para o transporte do material, informando sobre os envolvidos no processo e os locais de origem e destino. As empresas responsáveis pela etapa da reciclagem também são submetidas à norma fixada pelo Ibama. Devem ser informados os nomes das empresas fornecedora e responsável pela reciclagem, a destinação, o aterro utilizado pelas companhias e os procedimentos adotados no processo.
Fonte: Comunitária FW
 
Sicredi é destaque em rankings financeiros

Recentemente, o jornal Valor Econômico e a revista Amanhã divulgaram seus rankings financeiros. E o Sicredi marca presença em ambos, o que demonstra a eficiência da gestão e a força do cooperativismo de crédito no mercado financeiro.  Na 12ª edição do anuário Valor 1000, realizado pelo jornal Valor Econômico, o Banco Cooperativo Sicredi classificou-se em 19° lugar entre as 100 instituições financeiras. O levantamento contempla as melhores empresas em 25 setores da economia.

No ranking 500 Maiores do Sul, elaborado pela revista Amanhã e pela PwC, o Sicredi  ocupa a 14° posição entre as maiores empresas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Em 2011, estava no 19º lugar.  Já no ranking das 100 Maiores Empresas Gaúchas, avançou do sexto para o quarto lugar. 

O balanço financeiro das empresas foi utilizado como única fonte de informação do ranking, que revela indicadores de mil empresas apontando as 500 maiores e as 500 emergentes nos três Estados (RS, SC, PR). O critério de classificação foi o Valor Ponderado de Grandeza (VPG). Criado com exclusividade pela PwC, o VPG faz uma média ponderada entre os três principais indicadores das empresas: patrimônio líquido (peso de 50%), receita bruta (40%) e lucro ou prejuízo (10%).

No lançamento da publicação, Carlos Biedermann, sócio da PwC na Região Sul,  destacou o crescimento do Sicredi de 36,3% no VPG (Valor Ponderado de Grandeza), principal índice de mensuração utilizado na elaboração do levantamento. “O Sicredi tem feito um trabalho muito bom de prospecção de mercado, mostrando uma forte tendência de crescimento e resgatando o conceito do cooperativismo”, avaliou.

De acordo com o presidente-executivo, Ademar Schardong, o crescimento do Sicredi, revelado nos rankings, é fruto da busca constante de eficiência na gestão. “Temos uma só marca, com procedimentos de gestão de risco, de gestão financeira e de portfólio únicos, além de estruturas compartilhadas para reduzir custos. A organização em Sistema nos permite ganho de escala”, afirmou.
A. I. Sicredi
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!