terça-feira, 16 de abril de 2013

Dia "D" da vacinação contra a gripe é no próximo sábado



O Ministério da Saúde lançou ontem segunda-feira, dia 15, a 15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que começa mais cedo neste ano para prevenir a gripe entre as pessoas mais suscetíveis a ela, os chamados grupos prioritários. O governo estabeleceu a meta de imunizar 31,3 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários.

No dia 20 de Abril, próximo sábado, acontece o dia “D” de vacinação, o ambulatório municipal de Três Palmeiras e o Posto de Saúde do Distrito da Progresso ficarão abertos durante todo o dia para realizar exclusivamente as vacinas nos grupos prioritários.

A Secretária Municipal de Saúde de Três Palmeiras Nara Willers fala sobre a campanha e quais são os grupos prioritários.

+ Mais Informações ››››››

Movimentos sociais da Via Campesina ocupam Ministério da Fazenda e INCRA em Porto Alegre‏


Foto: Leandro Molina
Na manhã desta terça feira (16), cerca de quatro mil trabalhadores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), Movimento dos Trabalhadores Desempregados (MTD) e Levante Popular da Juventude ocuparam o Ministério da Fazenda, onde permanecerão acampados por tempo indeterminado.
As organizações sociais reivindicam a criação de uma Política Nacional Camponesa que apresente alternativas aos limites enfrentados no campo para acesso aos conhecimentos, saúde, moradia, saneamento básico,  lazer, cultura, bem como, garanta as condições técnicas produtivas para a produção de alimentos saudáveis.
Outros pontos de pauta são a realização da Reforma agrária, a renegociação das dívidas dos pequenos agricultores, a desbancarização do crédito agrícola e acompensação ambiental aos camponeses pela preservação da natureza.
 De acordo com Eloir Soares, da coordenação do MAB, no Rio Grande do Sul a Via Campesina vem debatendo e negociando junto ao Governo do Estado a criação de um Programa Campônes que beneficiaria os pequenos agricultores gaúchos. “Além de concretizar esse programa a nível estadual nossa luta reivindica que se amplie essa política nacionalmente beneficiando todos os camponeses”, conclui Soares.
Um dos coordenadores do MST, Cedenir de Oliveira, diz que há situações bem claras da necessidade de uma mudança no modelo de agricultura, que é controlada em grande parte pelas grandes empresas do agronegócio. “A consequência disto é aumento freqüente nos preços dos alimentos, a contaminação por agrotóxicos e a existência de mais de um bilhão de pessoas que passam fome no mundo.” argumenta Cedenir.
A mobilização integra a jornada nacional de lutas. O MST mantém atualmente 400 trabalhadores sem terra acampados em Brasília, no Acampamento Nacional Hugo Chávez, como forma de chamar a atenção do Governo para a urgência de assentar as 90 mil famílias que aguardam, em todo o País, que lhes seja assegurado o acesso à terra.

+ Mais Informações ››››››

Realizado o XIV Congresso da UMADETRÊS



Nos dias 12,13 e 14 de Abril foi realizado em Três Palmeiras o XIV Congresso da União da Mocidade da Igreja Evangélica de Deus (UMADETRÊS).  O tema deste ano foi “Vai porque este é pra mim um vaso Escolhido” Atos 9.15. 

O encontro iniciou na Igreja Assembleia de Deus na sexta feira a noite e seguiu com a programação do sábado e domingo no CTG Coxilha das Palmeiras.

O 1° Líder Silvair Teodoro em entrevista a rádio Comunitária Liberdade na tarde deste domingo falou sobre como foi o congresso e o objetivo da realização desses 3 dias de festa.

Silvair fala também sobre a importância do trabalho através da musica, com os jovens.

Esteve se apresentando na tarde deste domingo o grupo Evangelista Ebenezer de Ijuí, que esta a 23 anos realizando apresentações.O Líder do Conjuto, Gilberto Cruz fala sobre o trabalho da pregação da palavra de Deus atraves da musica.

Por: Adriana Friedrich 



 Fotos: UMADETRÊS
+ Mais Informações ››››››

Integração lavoura e floresta para uma pecuária de leite mais sustentável

A Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) é uma tecnologia que permite a produção de leite, carne, grãos, hortaliças, fibra, energia e madeira em uma mesma área ou propriedade. De acordo com a Embrapa Gado de Leite (Juiz de Fora/MG), centro de pesquisa da Embrapa convidado do Prosa Rural, o sistema produz alimentos e energia renovável de maneira sustentável, diminuindo os impactos ambientais existentes na atividade agrícola. Além disso, proporciona a preservação de florestas e matas ciliares, recupera áreas degradadas, cria condições para a produção e diminui a necessidade de desmatamento de novas áreas.
Segundo o pesquisador da Embrapa Gado de Leite, Alexandre Brighenti, o ganho do produtor com o sistema ILPF se dá não só pela possibilidade de cultivos diferentes produtos, mas pelo aumento da produtividade das diferentes culturas implantadas na fazenda, com a maior eficiência dos insumos utilizados na produção e o uso racional de energia e outros recursos naturais.
"Com o componente floresta, o produtor embeleza sua propriedade e proporciona um ambiente mais confortável para os animais e para os trabalhadores com a arborização das áreas produtivas, o que permite, ainda, a exploração da madeira. A produção de frutas ou hortaliças reduz o custo da nutrição do rebanho e também ajuda na produção de alimentos para subsistência. Por outro lado, a atividade pecuária proporciona a produção de adubo sem custo. É um ciclo que se fecha, reduzindo o impacto ambiental e melhorando a renda do produtor", explica Brighenti.
O pesquisador destaca ainda que o sistema reduz a incidência de pragas na propriedade, reduzindo, com isso, o uso de pesticidas ou produtos fitossanitários. O processo de integração lavoura-pecuária-floresta facilita a a certificação e a rastreabilidade dos produtos agrícolas.
Saiba mais sobre este assunto ouvindo o Prosa Rural, o programa de rádio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. O programa conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!