quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Região Médio Alto Uruguai recebe R$ 14 milhões do Programa Gaúcho de Microcrédito

A região Médio Alto Uruguai já recebeu R$ 14 milhões em 2.310 operações no Programa Gaúcho de Microcrédito. Os dados fazem parte do balanço do programa, divulgado nesta terça-feira (08), pelo Governo do Estado, e correspondem a valores repassados desde agosto de 2011 até setembro deste ano. Na região Médio Alto Uruguai, a cidade de Frederico Westphalen tem o maior volume de investimentos, com 530 beneficiados e um total de R$ 3,6 milhões repassados (veja os valores por município ao final da matéria).

Em todo o estado, já foram beneficiados mais de 35 mil pequenos empresários, com um total de R$ 235 milhões em financiamentos concedidos a empreendimentos formais, informais e solidários. Das 35 mil operações de crédito liberadas em 376 municípios gaúchos, 9.575 empréstimos são de valores entre R$ 10 a R$ 15 mil e 27.351 operações são aplicadas em capital de giro.

O segmento do comércio se destaca com 16.949 operações, seguido por serviços (11.871), indústria (3.883) e agricultura (2.685). O Microcrédito é coordenado pela Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa em parceria com o Banrisul.

O Programa oferece financiamentos que variam de R$ 100 a R$ 15 mil, com juros mensais de 0,41% e pagamento em até 24 vezes. Os recursos disponibilizados são garantidos pelo Fundo de Apoio à Micro Empresa, ao Microprodutor Rural e Empresa de Pequeno Porte - Funamep. Ao todo são 598 agentes de oportunidade, que atendem nos 364 pontos de atendimento do microcrédito nas 24 regiões do Estado. Interessados podem obter informações pelo  telefone (51) 32885555 ou pelo site:www.microcreditors.com.br  

MÉDIO ALTO URUGUAI

Alpestre - 52 operações R$ 400.042,17
Ametista do Sul - 89 operações R$ 537.429,08
Boa Vista das Missões - 17 operações R$ 74.949,46
Caiçara - 71 operações R$ 441.494,20
Cerro Grande - 29 operações R$ 149.800,71
Cristal do Sul - 14 operações R$ 114.111,77
Dois Irmãos das Missões - 7 operações R$ 24.848,46
Erval Seco - 60 operações R$ 362.103,21
Frederico Westphalen - 530 operações R$ 3.651.177,37
Gramado dos Loureiros - 6 operações R$ 37.550,50
Irai - 356 operações R$ 1.558.680,86
Jaboticaba - 61 operações R$ 348.730,04
Lajeado do Bugre - 38 operações R$ 71.121,25
Liberato Salzano - 51 operações R$ 396.135,29
Nonoai - 114 operações R$ 651.949,01
Novo Tiradentes - 8 operações R$ 30.707,05
Palmitinho - 23 operações R$ 134.419,10
Pinhal - 8 operações R$ 51.517,17
Pinheirinho do Vale - 19 operações R$ 111.363,55
Planalto - 375 operações R$ 2.324.870,61
Rio dos Índios - 22 operações R$ 134.090,80
Rodeio Bonito - 50 operações R$ 344.019,64
Sagrada Família - 39 operações R$ 180.411,65
Seberi - 157 operações R$ 1.150.480,58
Taquaruçu do Sul - 15 operações R$ 123.414,10
Três Palmeiras - 4 operações R$ 35.172,72
Trindade do Sul - 59 operações R$ 393.834,12
Vicente Dutra - 22 operações R$ 136.666,61
Vista Alegre - 14 operações R$ 112.756,53

Total: R$14.083.847,59


Central do Interior
Diretoria de Jornalismo
Secretaria de Comunicação do RS
(051) 3213.0727 / 0732 / 0728
Twitter: @interiorRS


Postado Por: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

REALIZADA A FESTA DO PIM


Na tarde desta quarta feira dia 09 de outubro aconteceu a festa do PIM no Salão Paroquial de Três Palmeiras, o evento é uma parceria do PIM e da Pastoral da Criança, varias autoridades estiveram presentes entre eles o Vice Prefeito Magal e o Padre Ivair tonin.






  Reportagem: Alcione Gondorek


+ Mais Informações ››››››

Administração e Jornalismo da unidade CESNORS estão entre os melhores colocados no ENAD 2012

Divulgado na tarde de ontem, dia 8 de outubro, o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2012, mais uma vez, deixou docentes, alunos e servidores do Centro de Educação Superior Norte orgulhosos.

Entre os melhores posicionados, estão os Cursos de Administração da UFSM campus de Palmeira das Missões, em 74º lugar entre 1.540 cursos do Brasil, com conceito contínuo 4,08 e conceito-faixa 5, e o Curso de Jornalismo da UFSM campus Frederico Westphalen, que ocupa o 11º lugar entre os 272 cursos de todo o Brasil, com conceito contínuo 4,1 e conceito-faixa 5.

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) avalia o rendimento dos alunos dos cursos de graduação, ingressantes e concluintes, em relação aos conteúdos programáticos dos cursos em que estão matriculados. O exame é obrigatório para os alunos selecionados e condição indispensável para a emissão do histórico escolar. A primeira aplicação ocorreu em 2004 e a periodicidade máxima com que cada área do conhecimento é avaliada é trienal. 

Fonte:Rádio Comunitária FW

Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Estudo internacional aponta necessidades de investimentos para combate ao câncer de mama

Outubro é o mês oficial de conscientização da luta contra do câncer de mama

Quanto maior o orçamento em saúde, maior chance de cura de pacientes com câncer de mama, de acordo com trabalho recentemente apresentando no 2013 European Cancer Congress (ECC2013), em Amsterdam na Holanda. Os resultados também descreveram disparidades entre os valores alocados para saúde entre países e mostraram a existência de uma forte correlação entre estes valores e a chances de sobreviver ao câncer. No Brasil, o investimento em saúde é de US$ 107,00 por pessoa, enquanto a média mundial é de US$ 549,00.

Um dos autores do estudo, o oncologista Evandro Azambuja, que trabalha no Breast European Adjuvant Studies Team (BrEAST), na Bélgica, comenta que investimento em saúde foi fortemente correlacionado com desfechos clínicos melhores. Os pesquisadores observaram que, apesar de grande esforço de uniformizar condutas nos países, existe importante disparidade entre os países do oeste e leste europeu.

Os dados de investimento em saúde, incidência e mortalidade do câncer de mama foram obtidos da Organização Mundial da Saúde, Fundo Monetário Internacional e Banco Mundial. Foram estimadas as taxas de mortalidade de câncer e correlacionados com PIB (Produto Interno Bruto) e percentagem de investimento per capita em saúde.

Em países com gastos inferiores a US$ 2.000 per capita, como Romênia, Polônia e Hungria, aproximadamente 60% dos pacientes faleciam após diagnóstico do câncer. Em países com investimentos entre US$ 2.500 e US$ 3.500, como Espanha e Portugal, as taxas eram de 40 a 50% e em países com gastos de US$ 4.000 ou mais, como França, Reino Unido e Alemanha, as taxas eram menores de 40%.

Os autores focaram em câncer de mama, doença na qual a triagem com mamografia traz forte impacto nas taxas de sucesso. A correlação entre incidência (casos novos) e mortalidade também forma exploradas, uma vez que assinalam sucesso das políticas de detecção precoce.

A oncologista Stephen Stefani, do Instituto do Câncer Mãe de Deus, de Porto Alegre, chama a atenção que os dados brasileiros devem ser avaliados com o cuidado de separar a medicina pública da medicina suplementar. O Brasil gasta em torno de 9,6% do PIB em saúde, porém 50% dos valores são contabilizados pelo SUS (80% da população) e os outros 50% com sistema suplementar (20% da população).

Segundo Stefani, essa distribuição acaba criando uma iniquidade importante. Mesmo que tenhamos aumentado nosso gasto com saúde de US$ 107,00 per capita para US$ 466,00 na última década, ainda estamos longe dos US$ 549,00 da média mundial. A diferença com os países ricos é nítida: gasto per capita nos EUA é US$ 3,7 mil, Holanda US$ 4,8 mi e Noruega US$ 6,8 mil. A Romênia, menor valor na Europa, é de US$ 898,00.

A cada ano mais de 50 mil brasileiras recebem a notícia que estão com a doença. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), este é o tumor mais comum entre mulheres e o mais letal na faixa dos 35 aos 54 anos a taxa de mortalidade estimada no Brasil é acima de 60%, - taxa que poderia cair muito com investimentos pertinentes, sehundo a oncologista.

O estudo também foi publicado simultaneamente na revista Annals of Oncology.
Fonte:BEM-ESTAR
Postado por:Elisete Bohrer


+ Mais Informações ››››››

Consumir mais calorias no café da manhã pode ajudar mulheres com problemas de infertilidade

 Os benefícios são observados naquelas que sofrem da Síndrome dos Ovários Policísticos

Um novo estudo, feito por pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém e da Universidade de Tel Aviv, revelam que comer uma boa refeição pode ter um impacto positivo em mulheres com problemas de infertilidade.

A pesquisa, conduzida pelo professor Oren Froy, diretor do Centro de Pesquisa Nutrigenômico e de Alimentação Funcional na Faculdade Robert H. Smith de Agricultura, Alimentos e Meio-Ambiente da Universidade Hebraica; Ma'ayan Barnea; Daniela Jocabovitz e Julio Weinstein , da Universidade de Tel Aviv e do Centro Médico Wolfson, mostra que um café da manhã reforçado aumenta a fertilidade entre as mulheres que sofrem de irregularidade menstrual, causada pela Síndrome dos Ovários Policísticos.

O problema afeta aproximadamente 6% a 10% das mulheres em idade reprodutiva, interrompendo suas capacidades de gestação. A síndrome cria uma resistência a insulina, provocando um aumento nos hormônios masculinos — o androgênio —, podendo causar também irregularidades menstruais, perda de cabelo e aumento de pelos corporais, acne, problemas de fertilidade e diabetes futura.

O experimento foi realizado no Centro Médico Wolfson em 60 mulheres durante 12 semanas. Elas tinham entre 25 e 39 anos, Índice de Massa Corporal (IMC) perto de 23 e sofriam da Síndrome dos Ovários Policísticos. Elas foram divididas em dois grupos, e permitidas a consumir 1800 calorias diárias. Metade delas consumiu mais calorias durante o café da manhã — aproximadamente 980 —, enquanto a outra metade durante o jantar.

Os pesquisadores examinaram, então, se o horário em que é feita a maior refeição diária afeta a resistência a insulina e o aumento nos andrógenos entre esse grupo de mulheres.

Os resultados, publicados recentemente no jornal Clinical Science, mostraram melhores índices para o grupo que consumiu um café da manhã mais reforçado. Neste, os níveis de glicose e resistência à insulina diminuíram 8%, enquanto que no outro não houve alterações.

Outra descoberta mostrou que, entre o "grupo do café da manhã", os níveis de testosterona diminuíram cerca de 50%, enquanto no outro manteve-se neutro.

Além disso, houve um grande aumento da taxa de ovulação, em comparação com o grupo que consumiu mais calorias no jantar, indicando que a ingestão de um café da manhã reforçado pode levar a um aumento no nível de fecundidade entre as mulheres com ovários policísticos.

Fonte: VIDA
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade edição do dia 09 de outubro de 2013.

Alcione

Postado por: Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Sicredi, realizada a segunda reunião de núcleo

Na última sexta-feira dia 04 de outubro de 2013,  aconteceu a segunda  reunião de núcleo da Sicredi, na comunidade da Linha São Paulo, em Três Palmeiras, onde o gerente da Sicredi  de Três Palmeiras ,Rudiberd Telfo Schmitz ,fez uma apresentação de números e cálculos, vantagens de ser um associado Sicredi, também explicou sobre as promoções da cooperativa, bem como outros assuntos foram abordados na noite.

 Confira o áudio  em que o  Conselheiro de administração, Valdemar F. Muskopf, fala sobre a importância  das reuniões de núcleo.

Confira  o áudio em que o  gerente Gerente da Sicredi  de Três Palmeiras ,Rudiberd Telfo Schmitz, fala sobre os assuntos abordados nas reuniões de núcleo.

Reportagem: Eloidemar Guilherme

Texto,edição e postagem:Elisete Bohrer 
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!