terça-feira, 27 de junho de 2017

Jornal Comunitário - Rio Grande do Sul - Edição 1263, do dia 28 de Junho de 2017

Edição 1263, do dia 28 de Junho de 2017
CLIQUE AQUI PARA BAIXAR:
OPÇÃO 01 IVOOX
OPÇÃO 02 DRIVE

Um Jornal Comunitário de edição colaborativa, produzido pelas emissoras de Rádios Comunitárias do Estado do Rio Grande do Sul, seja você um correspondente da sua região, entre em contato pelos telefones Whatsapp 54 9611 0186 ou 54 3367 1351.

OUÇA NA EDIÇÃO DE HOJE:

· Em vistoria à ERS-324, secretário Pedro Westphalen admite serviço ruim e garante nova recuperação.

· Mais cinco municípios gaúchos têm situação de emergência reconhecida; lista da União soma 102.

· Especialistas criticam proposta que permitiria usar FGTS como seguro-desemprego.

· Brasil está entre os 40 países que mais violam direitos trabalhistas, segundo a OIT.

· MP Gaúcho vai pedir absolvição de pais de vítimas da Boate Kiss.

· Centrais Sindicais organizam detalhes da greve geral.

· ANS propõe que planos de saúde ofereçam mais 15 novos procedimentos.
+ Mais Informações ››››››

PROGRAMA DO STR DE 27-06-2017

+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1769 de 27-06-2017

+ Mais Informações ››››››

Realizada a eleição e posse da nova diretoria da Associação dos Trabalhadores de Ronda Alta

Na tarde de ontem, segunda-feira, 26 de junho, presenciamos a eleição e posse da nova diretoria da Associação dos Trabalhadores de Ronda Alta – ATRA, o grupo seguirá comandando os trabalhos junto dos outros associados por mais dois anos. Além disso, novos membros foram empossados.

Entrevistamos o presidente eleito por aclamação, Ademir De Bona, que já estava há dois anos atuando a frente da Associação.

Ele comentou sobre essa nova etapa que inicia-se a partir de agora, abordou sobre a história do Hospital ATRA. “É um desafio muito grande mantermos as raízes dessa instituição, tendo em vista toda sua história e da forma que ela surgiu. Serão dois anos de trabalho árduo para que o Hospital ATRA continue trabalhando de forma qualificada e respondendo as demandas solicitadas pela comunidade” afirmou.

Após realizada a eleição e posse, outras pautas pertinentes a saúde e ao atendimento foram debatidas.


Veja abaixo os nomes que compõem a nova diretoria da Associação dos Trabalhadores de Ronda Alta:

COMISSÃO EXECUTIVA:
Presidente: Ademir Carlos Debona
Vice-Presidente: José Raimundo dos Santos
Secretário: Ari Bavaresco
Tesoureiro: Juraci Lourdes Machado da Silva
SUPLENTES DA COMISSÃO EXECUTIVA:
Ricieri Pitol
Jandira Grasselli
Saionara Balbinot
CONSELHO FISCAL EFETIVO:
Luíz Fernandes Caús
Jaderson Antônio Balbinot
Nelci José Rossetto
SUPLENTES:
Hermes Alves de Almeida
Luíz Paulo Bosa
Claudinei José Marcon
CONSELHO DELIBERATIVO:
Alberi dos Santos
Vicente Marcon
Serio Vitório Salami
CONSELHO CURADOR:
Hilário Signor
Mauro César Pinheiro
Juraci Lourdes Machado da Silva
+ Mais Informações ››››››

Assembleia do RS decide hoje se vai retomar votações

Assembleia do RS decide hoje se vai retomar votações | Foto: Vinicius Reis / Divulgação / Assembleia Legislativa RS / CP
A Assembleia Legislativa define nesta terça-feira, na reunião de líderes, se retoma as votações de projetos na Casa, paradas desde 13 de junho. Matérias do chamado pacote do ajuste fiscal do Executivo continuam trancando a pauta.

Nesta semana, já são 53 as matérias aptas para apreciação no plenário, mas que ficam sem ser votadas porque quatro projetos, todos com pedido de urgência do Executivo, obstruem a pauta. O Legislativo tem no máximo três semanas para apreciar os textos antes do recesso, que começará em 17 de julho, e já há entre deputados quem aponte que o primeiro semestre “está perdido”.

Antes da reunião semanal de líderes na Assembleia o governo vai fazer um encontro com lideranças da base aliada na Casa Civil para avaliar se tem condições de levar as votações adiante. O secretário chefe da Casa Civil, Fábio Branco, fala em destrancar a pauta antes do recesso do parlamento, mas não há posição fechada. Publicamente, o líder do governo na Assembleia, deputado Gabriel Souza (PMDB), e outras lideranças governistas atribuem à oposição a paralisia nas votações.

Mas, na prática, ela tem sido adotada como estratégia pelo próprio governo em relação a matérias polêmicas desde o início do ano. Na semana passada, foi Souza quem informou na reunião de líderes que duas das matérias que trancam a pauta ainda eram objeto de negociações com as categorias de servidores envolvidas e, por isso, precisavam de mais prazo antes de ser levadas a votação.

Estatuto militar e alteração do regime de plantão da Susepe na pauta

As duas matérias em questão são os projetos de lei complementares (PLCs) 243/2016 e 245/2016. O 243 é o que trata do Estatuto dos Militares Estaduais, prevendo medidas que, na justificativa do governo, aumentarão em três anos o tempo efetivo de serviço. O 245 trata do quadro especial da Susepe e prevê, entre outras alterações, a retirada do regime de plantão de 24h dos servidores do quadro e a qualificação de categorias funcionais como agentes prisionais.

Neste ano, em função das dificuldades do governo, a retomada das votações só ocorreu no final de março, e com a apreciação de dois vetos do Executivo, apesar de o ano legislativo ter tido início em 1º de fevereiro.

+ Mais Informações ››››››

992 - 27 DE JUNHO, TER- ACREDITAR EM DEUS COMO FUNDAMENTO DE TUDO

+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!