terça-feira, 10 de julho de 2018

Jornal Comunitário - Rio Grande do Sul - Edição 1532, do dia 11 de Julho de 2018

Edição 1532, do dia 11 de Julho de 2018
CLIQUE AQUI PARA BAIXAR:

OPÇÃO 01 IVOOX

OPÇÃO 02 DRIVE

Um Jornal Comunitário de edição colaborativa, produzido pelas emissoras de Rádios Comunitárias do Estado do Rio Grande do Sul, seja você um correspondente da sua região, entre em contato pelos telefones Whatsapp 54 9611 0186 ou 54 3367 1351.


NA EDIÇÃO DE HOJE:

Com 227,9 milhões de toneladas, safra será 5,3% menor que em 2017.
Conab divulga produtos que terão descontos no financiamento de agricultores familiares este mês.
Defesa Civil do Rio Grande do Sul precisa de doações.
TJRS mantém proibição de venda de agrotóxicos no Estado.
Medidas para melhorar a qualidade do ar podem ser vetadas pelo Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental.
Preço da gasolina poderia ser bem menor sem afetar lucro da Petrobras.

+ Mais Informações ››››››

Programa do STR de 10-07-2018

+ Mais Informações ››››››

Polícia Civil de Ronda Alta prende homem acusado de feminicidio

Foi no fim da manhã desta terça-feira (10). Um homem de iniciais E. C. foi preso pela Polícia Civil no Alto Recreio, ele é acusado pelo crime de feminicidio no município de Caseiros.

No momento os policiais estão registrando ocorrência. Logo mais o mesmo será encaminhado ao Presídio Estadual de Sarandi.

Fonte: NavegantesFM
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 2025 de 10-07-2018

+ Mais Informações ››››››

Convite Encontro Cultural na Comunidade de Linha Pipiri Três Palmeiras dia 14-07-2018

Adriana Friedrich
Assessora de Imprensa
Prefeitura Municipal
+ Mais Informações ››››››

Acúmulo de neve é registrado em SC pela pela primeira vez em 2018

Reprodução/ NSC TV
A madrugada e o amanhecer desta terça-feira (10) foram marcados pelo registro de neve nos pontos mais altos da Serra catarinense. Os primeiros flocos foram vistos em pelo menos cinco cidades. Esta é a primeira vez que neve com acumulado em Santa Catarina em 2018.
As condições de umidade e de temperatura favoreceram o aparecimento dos flocos de neve. O primeiro registro foi feito às 2h na Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller, e depois às 5h15 no Morro das Torres, em Urupema.

Outros relatos de neve foram em São Joaquim, no caminho para o Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra, e na região de Vacas Gordas, em Urubici. Segundo a Central NSC de Meteorologia, a tendência do clima para novas ocorrências do fenômeno segue até a metade do período da manhã.

Frio e chuva

O dia começou com mínimas abaixo de 5°C em várias cidades do Estado. Em Urubici fez 0,3°C em Urubici e 1°C em São Joaquim marcado por volta das 5h. A expectativa é que a temperatura tenha maior queda nas próximas horas.

A previsão é de chuva fraca em pontos da Serra e do Sul. Mas, ao longo do dia o sol volta a ganhar espaço por causa da chegada de uma massa de ar seco.

Para os navegantes o alerta é de um ciclone em alto mar, que traz rajadas de vento para áreas próximas ao Litoral. As rajadas devem ficar entre 60 e 80 km/h. O mar fica muito agitado e as ondas podem passar de 2,5 metros em praias entre a Grande Florianópolis e o Litoral Sul.

Nesse espaço de tempo, os pontos mais altos da Serra, recebem umidade e frio suficiente para os flocos de neve precipitar.


Fonte: G1/SC
+ Mais Informações ››››››

Desligamento Programado RGE 12/07/2018

Devido ao Programa de Expansão e Melhoramento do Sistema de Distribuição de Energia Elétrica, o fornecimento de energia será interrompido:

Município de Três Palmeiras

Data: 12/07/2018
Horário: 13:30:00 a 18:30:00

LIN MOURA
LIN MOURA
50 a 775
LIN SAO PAULO
LIN S PAULO
50 a 920
LIN SAO PAULO
LIN SAPATA
100 a 150
LIN TRES PASSINHOS
LIN TRES PASSINHOS
100 a 300
RURAL
LIN BELA VISTA
350

Reforçamos que são algumas localidades do município de Três Palmeiras.

ATENÇÃO: O serviço somente será realizado em condições climáticas adequadas e a energia elétrica poderá ser reestabelecida antes do horário previsto.
Por SEGURANÇA, as instalações deverão ser consideradas como energizadas.
Para maiores informações acesse: www.cpfl.com.br
+ Mais Informações ››››››

Ministério Público irá recorrer da decisão que determina retorno de líderes de facções a presídios gaúchos

Ministério Público irá recorrer das decisões dos juízes da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre que negaram pedido do MP para renovação da permanência em presídios federais de 17 dos 27 presos transferidos há um ano, durante Operação Pulso Firme. No dia 28 de agosto de 2017 uma grande estrutura foi montada, numa operação conjunta entre diversos órgãos e instituições públicas, a fim de garantir a transferência para outros Estados de detentos, considerados de alta periculosidade, que atuam ou comandam facções criminosas no Rio Grande do Sul.

No último dia 13, seguindo trâmites legais, as manifestações do Ministério Público pelas renovações das transferências dos presos foram protocoladas junto ao Poder Judiciário. O MP entende haver absoluta necessidade da permanência desses detentos em prisões de segurança máxima.

Dos 24 com pedidos de renovação, 17 foram negados, todos em processos que tramitam na Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre.

Os demais magistrados, da Vec Canoas, Vec Novo Hamburgo, Vec Pelotas e Vara do Juri POA, manifestaram-se favoravelmente à permanência dos presos já transferidos. “Todos os processos encontram-se devidamente instruídos, com elementos suficientes para a manutenção das medidas, prova disso é que vários juízes de comarcas do interior do Estado manifestaram-se pelo seu deferimento”, disse o subprocurador-geral Institucional, Marcelo Dornelles. Segundo ele, o MP vê com muita preocupação as decisões da VEC de Porto Alegre, porque o retorno desses presos ao Rio Grande do Sul poderá resultar em retrocesso no combate a criminalidade.

 Na opinião do MP, o retorno destes criminosos afetará significativamente a estratégia adotada pelos órgãos de  segurança para atacar o avanço do crime organizado no Estado. “A transferência dos líderes de facções influenciou diretamente na redução do número de homicídios em locais onde estes grupos atuam especialmente na Região Metropolitana de Porto Alegre, conforme dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública”. Disse, ainda, que o MP confia na reversão destas decisões no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, uma vez que a responsabilidade pela na manutenção da ordem e de segurança é de todas as instituições e Poderes de Estado, incluindo o Poder Judiciário.

Assescom/MPRS
+ Mais Informações ››››››

PF investiga arrendamento irregular em terras indígenas

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (5), a Operação Safra, que investiga o arrendamento irregular de terras no interior da reserva Terra Indígena Xapecó.

A investigação teve início a partir de denúncias colhidas pelo Ministério Público Federal e pela Justiça Federal de Chapecó de que alguns agricultores da região de Ipuaçú, Bom Jesus e Entre Rios, municípios catarinenses, estariam se associando ilegalmente a alguns indígenas, com o objetivo de arrendar ilegalmente extensas áreas cultiváveis no interior da reserva indígena, plantando e colhendo soja, milho e outros produtos, amealhando o resultado da produção, em detrimento dos demais integrantes da comunidade indígena.

A estimativa da Funai é de que mais de 3.200 hectares foram cultivados irregularmente na última safra 2018 no interior da reserva, mediante ações ilegais de arrendamento, o que corresponde a mais de 75% da área cultivável no interior da Terra Indígena Xapecó. A produção irregular gerou um potencial de faturamento ilícito de aproximadamente R$ 10 milhões aos envolvidos.

As terras tradicionalmente ocupadas pelos índios são bens da União, conforme o art. 20, XI, da Constituição Federal, sendo que os silvícolas possuem apenas o usufruto da terra, sendo vedada qualquer forma de disposição, alienação ou arrendamento. O Estatuto do Índio também define que as terras indígenas não poderão ser objeto de arrendamento ou qualquer ato ou negócio jurídico que restrinja o pleno exercício da posse direta pela comunidade indígena. Dessa forma, o arrendamento de terras indígenas é prática ilegal.

Estão sendo alvos de buscas nesta data agricultores arrendatários, indígenas e cooperativas.

Cerca de 100 policiais dão cumprimento a 23 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal de Chapecó, em Ipuaçú, Entre Rios, Bom Jesus, Abelardo Luz e Xanxerê.

Os envolvidos são investigados por prática dos crimes de estelionato, modalidade disposição de coisa alheia como própria, associação criminosa e prevaricação.

Assescom/PF
+ Mais Informações ››››››

Homem esfaqueado por seu irmão em Getúlio Vargas é transferido para Erechim

Por volta das 09h 30min da manhã de sábado (08), a guarnição da Brigada Militar de Getúlio Vargas deslocou-se até a Rua Reverendo Guilherme Doege onde ocorreu uma tentativa de homicídio quando um irmão esfaqueou o outro causando lesões graves. A vítima foi encaminhada ao pronto socorro de Getúlio Vargas e, posteriormente, ao Hospital Santa Terezinha de Erechim devido a gravidade dos ferimentos.

Segundo do jornal Tribunamix, o acusado havia sido solto e estaria "aterrorizando o bairro com tiros e venda de drogas". Após esfaquear seu irmão, fugiu em direção uma área de mata localizada no bairro Monte Claro. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Pronto Atendimento de Erechim.

Fonte: TribunaMix
+ Mais Informações ››››››

Conab divulga produtos que terão descontos no financiamento de agricultores familiares este mês

A partir desta terça-feira (10), 17 produtos da agricultura familiar terão direito a descontos nas parcelas de financiamento junto ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A lista completa foi divulgada nesta segunda (9) no Diário Oficial da União (DOU). Os bônus valem até 9 de agosto deste ano.

O benefício é concedido sempre que o valor de mercado dos produtos contemplados no  Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) fica abaixo do preço de garantia, cujo principal parâmetro são os custos de produção elaborados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Os maiores descontos são para o feijão caupi, sendo 68% em Mato Grosso e 54% no Maranhão, para o maracujá, 57% em Sergipe, e para a amêndoa de babaçu, com abatimento de 50% no Tocantins. Outros produtos que também têm direito ao bônus são: açaí, alho, arroz, banana, borracha natural, cacau, cana-de-açúcar, cará, leite, manga, mel, raiz de mandioca e sorgo.

O objetivo do Pronaf é financiar a implantação, ampliação ou modernização das estruturas de produção, beneficiamento e indústrias no meio rural e em áreas comunitárias rurais.

Clique aqui ver a relação completa com todos os itens e as regiões contempladas pelo bônus.
+ Mais Informações ››››››

1290 - 10 JULHO, TERÇA-FEIRA - A ORAÇÃO COMO UM CAMINHO SUAVE

+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!