quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Bala de coco

A bala que, fresquinha, é uma delícia e derrete na boca. A confecção da receita de bala de coco exige paciência, atenção e cuidados. Excelente para vendas.
Ingredientes:
1 vidro de 200 ml de leite de coco (integral)
a mesma medida de água
1 kg de açúcar refinado

Modo de preparo:
1º passo:
A panela tem que ser de alumínio.
2º passo:
A pedra tem que ser mármore ou, no mínimo, granito e tem que estar bem gelada. Se necessário, colocar um saco plástico com pedras de gelo, no mármore, até ficar bem frio.
3º passo:
Colocar o leite de coco, a água e o açúcar na panela e mexer bem (fora do fogo) até dissolver o açúcar.
4º passo:
Com um pincel molhado em água, limpar as bordas da panela, pois se ficarem cristais de açúcar, a bala pode açúcarar.
5º passo:
Levar ao fogo e não mexer mais. A calda vai subir e depois começar a reduzir. Quando estiver borbulhando e começar a amarelar, abaixe o fogo e comece a testar o ponto.
6º passo:
O Ponto: com a ponta de uma colher, tire um pouco de calda, e jogue sobre uma xícara, com água em temperatura ambiente, fazendo movimentos circulares. A calda cai em fios. Pegue esses fios com os dedos e tente quebrá-los. Se quebrar como se fosse vidro, está no ponto. Caso contrário, continue testando até chegar ao ponto, sempre trocando a água da xícara.
7º passo:
Vire no mármore untado com margarina (não use manteiga, pois a bala ficará rançosa, diminuindo sua durabilidade). É importante que não raspe a panela, apenas vire-a no mármore e deixe escorrer a calda, se não ela pode açúcarar.
8º passo:
Quando as beiradas da massa começar a endurecer (cuidado para não se queimar), comece a virar a massa no mármore, colocando na parte que está mais fria. Quando ficar na temperatura da mão, comece a puxar (esticar/estique várias vezes), até que fique bem branquinha e riscada. Então, corte com tesoura e deixe secar espalhadas sobre o mármore ou um tabuleiro. Após secar (elas já não grudam uma nas outras, mas ainda estão duras), coloque-as em recipiente tampado para amolecer.
Dicas de Mãe:
Validade: 7 dias fora da geladeira; 1 mês na geladeira; quase 1 ano congelada. Sempre em recipiente tampado.
Deixe as balas descansarem por 12 horas para secar bem.
Em casa, parafusei um gancho cromado na parede da cozinha (do tipo gancho para rede); ajuda muito na hora de esticar a massa quando não tem ninguém em casa para ajudar.
Por Losana
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Programa Informativo da Prefeitura Municipal de Três Palmeiras Edição do Dia 20 de Agosto de 2014

Fonte: Administração Municipal
+ Mais Informações ››››››

Programa Passos na Fé edição do dia 20 de agosto de 2014

Programa Passos na Fé,apresentado pela Pastora Daniela, da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana da Vila Progresso, filiada á Paróquia Evangélica de Confissão Luterana de Xingu – IECL.

Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1111 do Dia 20 de Agosto de 2014

Destaque desta edição.
Advogado de Passo Fundo acusado de golpe milionário pede assistência judiciária gratuita
Começa neste dia 21 de agosto a semana nacional da pessoa com deficiência intelectual e múltipla
Estresse no trabalho aumenta em 45% risco de diabete
Japão desenvolve exame de sangue para detectar 13 tipos de câncer
 Apresentado Por: Alcione Gondorek
+ Mais Informações ››››››

Ter bons vizinhos faz bem para o coração

Risco de sofrer um ataque cardíaco é um quinto menor para quem mora em uma área amigável
Se você tem a quem desejar um bom dia na casa ou apartamento ao lado, seu coração provavelmente é mais saudável do que se seu vizinho fosse um rabugento. Um estudo realizado com mais de 5 mil americanos mostrou que aqueles que moram em um bairro amigável têm 22% menos risco de sofrer um ataque cardíaco.Todas as pessoas, com idade média de 70 anos, tinham problemas cardíacos e foram analisadas por quatro anos. Em 2006, eles foram convidados a marcar em uma escala de sete pontos o quanto eles se sentiam parte de sua vizinhança local; se sentiram que tinham vizinhos que iria ajudá-los mediante alguma dificuldade; se confiavam na maioria das pessoas no bairro; e se achavam que tinham vizinhos simpáticos.
Fatores como idade, raça, sexo, renda, estado civil, nível de escolaridade, perspectiva e atitude, a integração social, a saúde mental, estilo de vida, peso e problemas de saúde — como diabetes e pressão arterial elevada — foram levados em consideração. Durante o período de acompanhamento, 148 participantes tiveram um ataque cardíaco.
Os pesquisadores disseram que as descobertas ecoam em outros estudos que encontraram uma ligação entre os bairros integrados com menor risco de AVC e doenças cardíacas.
Foto: Lívia Stumpf / Agencia RBS
Fonte:BEM ESTAR
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Cárcere delatado por receita médica pode ter durado um ano, diz delegado

Garota escreveu pedido de ajuda em receita médica e entregou à farmácia.
Caso aconteceu na segunda-feira, no bairro Guanandi, em Campo Grande.
O caso de cárcere privado de uma adolescente de 17 anos, que escreveu um pedido de socorro em uma receita médica e entregou a uma farmácia de Campo Grande, pode ter durado cerca de um ano, segundo o delegado Paulo Sérgio Lauretto, adjunto da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).
Ele disse ao G1 que, em depoimento informal, a vítima contou que a situação de cárcere começou pouco tempo depois que ela começou o relacionamento amoroso com o suspeito, em junho de 2013.
"Ela disse em depoimento que deixou a casa da mãe para morar com o suspeito na casa da mãe dele, em meados de 2013, e lá começou o cárcere, quando ele saia para trabalhar, a deixava trancada em casa. Depois a situação continuou, quando vítima e suspeito foram morar na mesma casa onde o homem morava com a esposa e outros filhos, até dois dias atrás", explicou o delegado.
Ainda conforme Lauretto, a vítima disse que apanhou por diversas vezes do suspeito e que só era procurada por ele quando ele iria alimentá-la. "Vamos aguardar que essa pessoa se apresente e vamos apurar a responsabilidade de todas as pessoas envolvidas e saber o porquê dessa mulher não ter denunciado ou impedido essa situação", afirmou.
Falsidade ideológica
A polícia deve ouvir pelo menos oito pessoas, entre familiares da vítima, a esposa do suspeito e vizinhos do casal. Conforme Lauretto, em conversa informal com os vizinhos, eles disseram que percebiam que a moça só de casa acompanhada pelo suspeito.
A vítima também disse a polícia que descobriu há poucos meses que o suspeito usava nome falso. "Segundo a vítima, quando ela o conheceu, e até mesmo quando o filho do casal nasceu o suspeito se utilizava de um nome, e há poucos meses ela ficou sabendo o verdadeiro nome dele", explicou.
Caso
O caso aconteceu na noite de segunda-feira (18) e foi registrado pela polícia nesta terça-feira (18). A adolescente foi resgatada pela Polícia Militar (PM) em casa, no bairro Guanandi, região sul da cidade, horas depois da denúncia e está sob cuidados de familiares. O suspeito não foi encontrado na residência e até a publicação desta reportagem não havia sido preso, segundo a polícia.
Portões trancados
De acordo com o delegado, a vítima morava em uma edícula, nos fundos da residência onde o suspeito morava com a esposa e outros filhos.
"Pelo local que ela [vítima] nos indicou, e que nós estivemos, realmente é possível que tenha havido sim [cárcere privado] porque ela ficava em um compartimento localizado aos fundos do terreno em que ele é guarnecido por dois porta-cadeados que são fechados pelo lado de fora. Então, é muito coerente com a versão dela", afirmou, dizendo ainda que segundo a vítima, o suspeito saia para trabalhar e a deixava trancada em casa com a criança.

No pedido de ajuda, vítima disse que era agredida pelo suspeito (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)

Gabriela PavãoDo G1 MSPostado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Três Palmeiras - Reuniões do PEDI

Na tarde de hoje, 20 de agosto, acontece mais uma reunião do PEDI (Programa Estratégico de Desenvolvimento e Inclusão nas Comunidades). A reunião contará  com a presença do prefeito municipal , vice-prefeito, secretários municipais e da população  da Linha Piriri e da Linha São Roberto , com início as 14:00 horas na comunidade da Linha Piriri.
O principal o objetivo das reuniões e ouvir os anseios da população  a fim de juntos buscar  soluções para melhorar a vida da população trespalmeirense.
Texto:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal dos Trabalhadores - Rio Grande do Sul - Edição 551 do dia 20 de agosto de 2014

Ouça nesta edição:
Governo atrasa recursos da habitação rural e entidades prometem manifestações;
Mães criam site de trocas de brinquedos;
Associações de Máquinas de Horizontina recebe plantadeiras;
Rádio Comunitária Liberdade FM promove baile de aniversário;
Ofensiva contra adulteração do leite ocorre em Santa Catarina;
Emater manifesta preocupação com PL que dispõe sobre o depósito de agrotóxico;
Entidade também promove tarde de estudos com viticultores;
Direitos do Trabalhador, saiba mais sobre o direito a férias;
Quadro Saúde fala sobre Alzheimer.
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!