domingo, 6 de julho de 2014

Frederico Westphalen -Tragédia na volta grande

Um grave acidente vitimou dois menores por volta das 13h30min deste domingo, 6, na curva da Volta Grande na BR 386/158 em Frederico Westphalen. Se envolveram uma Toyota Hilux com placas de Frederico Westphalen, que trafegava sentido FW-Seberi e um veículo Citroën C3,com placas de Cascavel-PR que trafegava na direção contrária. A colisão frontal fez com que o veículo com placas de Cascavel-PR incendiasse. O fogo consumiu com todo o veículo onde estavam a condutora e avó do menino de aproximadamente 6 anos que recebeu atendimento ainda na pista pelo SAMU, mas não resistiu e acabou falencendo. O outro óbito foi um adolescente de 17 anos que estava na Toyota Hilux com seus pais.
Além dos óbitos, a avó e condutora do carro que incendiou, iniciais R.C.P com aproximadamente 40 anos, foi encaminhada ao Hospital Divina Providência (HDP) em Frederico Wesphalen em estado de choque. Os pais do adolescente não se feriram, mas a mãe do jovem D.B.M.S de aproximadamente 45 anos, também foi encaminhada ao HDP. As causas do acidente ainda não foram confirmadas pela Polícia Rodoviária Federal, posto de Seberi.



















Texto: o Auto Uruguai//Fotos:Jair Souza/Rádio Liberdade Fm/Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Programa La Voce Veneta edição 015 de 06-07-2014.

+ Mais Informações ››››››

DCD 29-06-14 PROGRAMA DOMINGO COM DEUS DO DIA 29-06

OUÇA NOVAMENTE
 DCD 29-06-14 PROGRAMA DOMINGO COM DEUS DO DIA 29-06
+ Mais Informações ››››››

A ELITIZAÇÃO DOS ESTÁDIOS DURANTE A COPA DO MUNDO

Quem são esses torcedores brasileiros que vão aos estádios durante a Copa do Mundo? Aqueles que já causaram polêmicas com xingamentos a presidenta Dilma, vaias à capela do hino chileno e que têm se mostrado incapazes de incentivar a seleção nos momentos de crise?  
Na reportagem desta semana, a Pulsar Brasil conversou com o doutorando em Educação e pesquisador de torcidas, Gustavo Coelho, a respeito da elitização dos estádios durante a Copa do Mundo. Para Gustavo, o estádio é um local que foi criado para subverter a ordem e alargar a permissividade, sendo assim é muito difícil estabelecer um ambiente ‘familiar’, quando se tem mais de cinquenta mil pessoas num mesmo espaço.
Ele destaca também a diferença de tratamento dada as manifestações políticas dentro dos estádios durante o mundial da FIFA e nos campeonatos brasileiros. Confira a reportagem. (pulsar)
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!