quinta-feira, 20 de julho de 2017

Jovem morre vítima de choque elétrico em Alpestre

Um jovem de 26 anos morreu após sofrer uma descarga elétrica em Alpestre. O caso ocorreu no início da tarde desta quinta-feira, 20, na linha Volta Grande, interior do município. Segundo informações, ele fazia à instalação de uma antena de internet em um poste que fica próximo a rede elétrica.

De acordo a Polícia Civil, o operário prestava serviço para um empresa de internet do município, ele foi identificado sendo Altamir Valgarenghi Seabra, popular Atchi. Após a descarga elétrica o jovem caiu de uma altura de aproximadamente 5 metros.

Uma ambulância com uma equipe de saúde foi acionada, mas ao chegar ao local a vítima já estava sem vida. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).


In Foco RS
+ Mais Informações ››››››

Jornal Comunitário - Rio Grande do Sul - Edição 1280, do dia 21 de Julho de 2017


Edição 1280 do Jornal Comunitário a Voz da Comunidade.

Um Jornal Comunitário de edição colaborativa, produzido pelas emissoras de Rádios Comunitárias do Estado do Rio Grande do Sul, seja você um correspondente da sua região, entre em contato pelos telefones Whatsapp 54 9611 0186 ou 54 3367 1351.

NA EDIÇÃO DE HOJE:

01 - Conab abre linha de crédito para cooperativas e agricultura familiar.
02 - Anvisa proíbe propaganda irregular de produtos saúde total.
03 - Pesquisa aponta aumento nos casos de trabalho infantil entre crianças de 5 a 9 anos.
04 - Regras do STF vão balizar novas demarcações de terras indígenas.
05 - Hábitos do jovem de hoje determinam o idoso de amanhã.
06 - Brasileiros identificam células bioativas contra câncer de mama.
07 - Uma em cada nove pessoas no mundo está passando fome.
08 - Inscrições para revalidar diplomas médicos começam em 24 de julho.
+ Mais Informações ››››››

Programa 097 20-07-2017 de 086 04-05-2017 CEL São Lucas da Vila Progresso - Apocalipse 3.14-22


+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1786 de 20-07-2017

+ Mais Informações ››››››

Entrevista com o Gerente da Loja Becker de Ronda Alta, Falando das Promoções Imperdíveis que Você vai Encontrar Nesta Sexta Sábado e na Segunda Feira

 

+ Mais Informações ››››››

Três Palmeiras - uma Analise do Jogo Entre CMD TRÊS PALMEIRAS E BUTIÁ MECÂNICO DE SARANDI

+ Mais Informações ››››››

TAÇA COTRISAL 60 ANOS - RESULTADO DA SEMIFINAL JOGOS DA VOLTA E CONVITE FINAL



Fonte:Lurdes Silvana de Lima Jornalista DRT/RS 10.670 Assessoria de Comunicação Cooperativa Tritícola Sarandi Ltda. Fone/Fax (54) 3361-5000 www.cotrisal.com.br
+ Mais Informações ››››››

1009 - 20 DE JULHO, QUI - VIVA A VIDA COM DANÇA

+ Mais Informações ››››››

Uruguai começou vender maconha em farmácias

O Uruguai começou a vender, nesta quarta-feira (19), maconha para uso recreativo nas farmácias como resultado de uma lei pioneira de 2013. A iniciativa inédita no mundo faz do país o primeiro a aplicar um controle estatal sobre a produção, a compra e a venda da substância. As informações são da Agência EFE.

A venda começou em 16 farmácias de 11 dos 19 departamentos do país, que tem menos de 3,5 milhões de habitantes e mais de mil farmácias em todo o território.

As 4.959 pessoas registradas como consumidoras vão poder comprar o produto em vasilhas de 5 gramas por 187 pesos uruguaios (cerca de R$ 20).

Cada pessoa poderá comprar no máximo 10 gramas por semana e até 40 gramas por mês.

Serão distribuídas duas variedades de maconha, que foram denominadas Alfa I e Beta I, ambas com média de 2% de tetrahidrocanabinol (THC), o componente psicoativo da planta.

A Alfa I é um híbrido de predominância índica e 7% de cannabidiol (CBD) e tem efeitos psicoativos que se manifestam em nível físico.

Já a Beta I é um híbrido de predominância sativa com 6% de CBD e efeitos psicoativos em nível cerebral.

No momento da compra, os consumidores não precisam revelar nenhum tipo de dado pessoal, já que terão acesso à erva por um sistema que reconhece sua impressão digital.

A venda da maconha em farmácias completa as três etapas previstas na Lei de Regulamentação da Maconha, aprovada em 2013, durante o governo do então presidente José Mujica (2010-2015), para o acesso ao uso recreativo da droga, e que também estabeleceu as regras para cultivo doméstico e os clubes cannábicos, habilitados desde 2014.

Suave

A produção que circula a partir de hoje nas farmácias foi cultivada com sementes que chegaram do exterior por meio de duas empresas adjudicatárias do Estado, Symbiosis e International Cannabis Corp.

"Foi um esforço sumamente importante", declarou à Agência EFE o engenheiro agrônomo Eduardo Blasina, sócio da Symbiosis, que acrescentou que, durante os três anos e meio que se passaram desde a aprovação da lei até a distribuição da substância, a empresa trabalhou sem receber "nem um peso".

As plantas, que foram cultivadas em um prédio contíguo ao Presídio de Libertad, uma prisão situada no departamento de San José, ao sudeste do Uruguai, são "suaves em sua composição", segundo detalhou o engenheiro agrônomo.

"Não vão dar uma experiência transformacional de percepção, simplesmente vão permitir desfrutar do sabor e de uma sensação muito leve", comentou Blasina sobre a substância que o Estado oferece nas farmácias.

Blasina disse que as pessoas que querem experimentar sensações "mais sofisticadas" podem ter acesso à substância através das outras duas vias: o cultivo doméstico ou os clubes cannábicos.

As três vias de acesso à substância são excludentes entre sim e requerem o registro perante o Instituto de Regulamento e Controle do Cannabis (Ircca), encarregado de fiscalizar e controlar a regulamentação e implementação da lei.

Fonte:EBC
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!