quarta-feira, 27 de julho de 2016

Segundo dia de Caravana reúne mais de mil agricultores familiares em defesa da Previdência Social


Um dos principais fatos que marcaram o dia foi a caminhada pela cidade e posterior bloqueio, por duas horas, da sede da agência do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS)
A cidade de Erechim foi palco, nesta quarta-feira(27), da segunda mobilização da Caravana da Agricultura Familiar em Defesa da Previdência Social, promovida pela Fetraf-RS. Mais de mil agricultores familiares da região do Alto Uruguai, lideranças, dirigentes e parlamentares participaram do ato e afirmaram a contrariedade com a reforma da previdência dos rurais.
Logo cedo, na abertura do evento, os agricultores familiares e lideranças apresentaram uma mística onde enumeraram as principais conquistas da agricultura familiar no que tange à previdência social. Em seguida, ao som da música “Pra Não Dizer que Não Falei das Flores”, de Geraldo Vandré, os participantes deram as mãos, em simbologia à força da união dos trabalhadores na luta pelos seus direitos.

Bloqueio do Inss em protesto pela retirada de direitos

Um dos principais fatos que marcaram o dia foi a caminhada pela cidade e posterior bloqueio, por duas horas, da sede da agência do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Os agricultores familiares e dirigentes manifestaram no local o repúdio à retirada de direitos da classe e também, frisaram os impactos da reforma previdenciária para a sociedade. A coordenadora da Fetraf-RS, Cleonice Back, alertou que uma das graves consequências será a intensificação do êxodo rural, principalmente dos jovens e das mulheres. “Se hoje a juventude e em especial as moças, já têm muita dificuldade para permanecer no campo, imagina com a perspectiva de ter que trabalhar mais 10 anos para se aposentar”, exclamou.
Back destacou ainda que a retirada dos direitos previdenciários não afetará somente a agricultura familiar, mas igualmente, toda sociedade urbana. “A diminuição da produção de alimentos reflete diretamente na vida do trabalhador urbano. Se o campo não produz, poderá faltar alimentos, e sem dúvidas, inflacionará o preço da comida”, projetou. A coordenadora falou que por isso, é essencial que toda a sociedade uma forças na luta pela manutenção dos direitos, pois segundo ela, vivemos numa época de grandes retrocessos.

Somaram força na Caravana

O senador Paulo Paim, coordenador da Frente Parlamentar Mista da Previdência Social e o deputado estadual Altemir Tortelli, coordenador da Parlamentar Gaúcha em Defesa da Previdência Social Rural e Urbana, participaram do ato. Em sua fala, o deputado Tortelli frisou a importância da união dos movimentos e dos trabalhadores do campo e da cidade no enfrentamento à proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo interino de Michel Temer.
Também prestigiaram a Caravana em Erechim, representantes das seguintes entidades: Associação dos Trabalhadores Aposentados, Pensionistas e Idosos do Alto Uruguai(Atapers), Cresol, Cooperativa Regional de Eletrificação Rural do Alto Uruguai (Creral), Cooperativa de Habitação dos Agricultores familiares (Cooperhaf), Sindicato dos Metalúrgicos, Sindicato da Alimentação, além de prefeitos, vereadores e demais lideranças.
Amanhã (28), a Caravana acontece na cidade de Sarandi. O encerramento será na sexta-feira(29), em Passo Fundo.

Mais informações:
Cleonice Back: (51) 9581-5677 / (54) 9998-0990 / (55) 9984-4907
+ Mais Informações ››››››

Vem aí grande baile em Três Palmeiras com Pérola Negra em comemoração aos 7 anos da Rádio Liberdade Fm Participe

+ Mais Informações ››››››

Programa Passos na Fé de 27-07-2016

Programa Passos na Fé,apresentado pela Pastora Daniela, da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana da Vila Progresso, filiada á Paróquia Evangélica de Confissão Luterana de Xingu – IECLB

+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1542 de 27-07-2016

+ Mais Informações ››››››

Três Palmeiras - Entrevista Com o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais

+ Mais Informações ››››››

Voz do Brasil será flexibilizada durante Jogos Olímpicos e Paralímpicos

Foi publicada na tarde desta terça-feira (26), em edição extra do Diário Oficial da União, a Medida Provisória 742, que flexibiliza o horário de transmissão do programa A Voz do Brasil durante a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.
Ficou determinado que no período de 5 de agosto a 18 de setembro, as emissoras derádio poderão escolher entre as 19h e 22h para veiculação do programa, sem a necessidade de interromper a transmissão dos jogos olímpicos e paralímpicos.
A flexibilização vale para todas as rádios, inclusive para as que não forem transmitir os jogos.
A medida atende à reivindicação da ABERT e das associações estaduais que encaminharam ofício pedindo que, como aconteceu na Copa do Mundo de 2014, as emissoras de rádio sejam autorizadas a retransmitir o programa em horário alternativo.

Fonte:RU
+ Mais Informações ››››››

MEC não vai conceder bolsas de graduação

O governo federal não vai fornecer novas bolsas de intercâmbio fora do país para alunos de graduação pelo Ciência sem Fronteiras. Segundo o Ministério da Educação (MEC), a ideia é reformular o programa. Para pós-graduação, novas bolsas devem ser lançadas. Outra proposta também é financiar o intercâmbio de estudantes do ensino médio público no exterior.
Para o titular do MEC, Mendonça Filho, os custos elevados do Ciência sem Fronteiras pesaram na decisão. Segundo ele, um intercâmbio de graduação equivale a financiar um curso integral de quatro anos no Brasil, ao preço médio do que o MEC paga no ProUni ou no Fies, para três alunos.
Em 2015, o Ciência sem Fronteiras custou R$ 3,7 bilhões, para atender 35 mil bolsistas. De acordo com o MEC, esse mesmo valor foi usado para atender 39 milhões de alunos no programa federal de merenda escolar.

Fonte:OAU
+ Mais Informações ››››››

753 - 27 DE JULHO, QUA - O BARULHO E A INTRANQUILIDADE

+ Mais Informações ››››››

PROGRAMA MISTÉRIOS DA FÊ DE 27-07-2016

+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!