quinta-feira, 3 de julho de 2014

Pudim de leite condensado que não vai no forno

 Ingredientes
2 latas de leite condensado
3 caixinhas de creme de leite
1 xícara de leite fervendo
2 saquinhos de gelatina sem sabor
Modo de Preparo
1. Bata as duas latas de leite condensado, o creme de leite e o leite fervendo
2. Coloque a gelatina diluída conforme a embalagem e bata por uns 3 minutos
3. Coloque em uma forma caramelizada e leve à geladeira por 3 horas
4. Desenforme e sirva
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

POE apreende armas e drogas no posto fiscal de Iraí

Na madrugada desta quinta-feira, dia 03, por volta das 03h30min no Posto Fiscal em Irai, Policias Militares do POE (Pelotão de Operações Especial) do 37o BPM de Frederico Westphalen, abordaram um ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu PR a Porto Alegre RS, e em revista ao coletivo os policias suspeitaram da atitude de dois ocupantes que estavam no final do veículo.
Efetuada a revista, foi encontrado com um jovem de 19 anos, de iniciais M.B, uma Pistola calibre 380 marca Taurus.
Já com o rapaz de 24 anos, de iniciais P.M.P.P portava outra pistola marca FATIH TISAI, calibre 380 de origem Turca.
Os acusados são naturais de Porto Alegre e residem em Cachoeirinha. Ambos são amigos e admitiram que adquiriram as armas no Paraguai, e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal de Santo Ângelo para efetuar o registro.
Antes, na noite desta quarta, dia 02, por volta das 23h40min, também no Posto Fiscal em Irai, Policias Militares do POE, de FW, abordaram um primeiro ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu PR a Porto Alegre RS, e em revista ao coletivo foi encontrado em uma mochila 500g de cocaína em saco plástico.
O adolescente de iniciais I. S. da S, 17 anos, que reside em Cachoeirinha, assumiu como sendo dono da mochila e da mercadoria.
Revelou ainda que saiu da capital gaúcha, onde retornaria com a droga, e ganharia RS 1.000,00 para efetuar o transporte. No corpo do acusado ainda foi encontrado uma bucha da mesma droga pesando aproximadamente 1g, que o mesmo usaria na viagem.
O menor foi conduzido para a delegacia de Polícia de Irai para efetuar o registro.
37° BPM 
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Programa Hora Luterana edição do dia 03 de julho de 2014

Programa Hora Luterana da Igreja Evangélica Luterana do Brasil da Congregação Bom Pastor de Três Palmeiras, apresentado pelo Pastor Cildo Miro Schimidt

Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade edição do dia 03 de julho de 2014

Apresentando por:Elisete Bohrer


+ Mais Informações ››››››

Enchentes já afetam quase 22 mil pessoas no RS

Mais de 100 municípios foram atingidos e 42 decretaram siutação de emergência
Segue aumentando o número de atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul. O total de pessoas que teve de deixar suas casas chegou a 21.928, conforme boletim da Defesa Civil divulgado às 7h desta quinta-feira. A quantidade de cidades afetadas também cresceu de 93 para 101.
Há 5.191 desabrigados acolhidos em áreas de prefeituras e 16.737 desalojados, que se alojaram em casas de parentes. Um total de 42 cidades decretaram emergência e outras duas calamidade pública (Iraí e Barra do Guarita), quando o poder municipal julga estar acima de suas capacidades de reparo o nível de destruição.
A cidade que mais registra vítimas da enchente é Itaqui, na Fronteira, por conta da subida do Rio Uruguai. São 672 desabrigados e 9.108 desalojados pelas águas. São Borja, na Fronteira Oeste do Estado, a situação é alarmante: são 400 desabrigados e 2.500 desalojados.,

Previsão do tempo
O tempo muda no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, de acordo com a MetSul Meteorologia. Frente quente se forma sobre o Estado provoca instabilidade. Chove em diversas regiões, especialmente do Centro para o Norte. Na Metade Norte, a chuva pode ser até localmente forte e com raios, não se descartando granizo isolado.
Apesar do retorno da instabilidade, o sol aparecerá nesta quinta com nuvens em muitos pontos do Estado, sobretudo na Metade Sul.
Fonte: Correio do Povo
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 7 milhões no sábado

Quina foi acertada por 103 apostadores e cada um receberá R$ 16.406,04
Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena nesta quarta-feira. O sorteio do concurso número 1.613 foi realizado em Osasco, no interior de São Paulo. A previsão é de que o prêmio chegue a R$ 7 milhões se houver acertador no próximo sábado.
Os números sorteados foram: 04 - 18- 31 - 44 - 46 - 49.
Acertaram a Quina 103 apostadores e cada um receberá R$ 16.406,04. Já a quadra saiu para 5.801 jogadores, cada um com prêmio de R$ 416,14.
Fonte: Correio do Povo
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Idoso morre atropelado na ERS 135, em Passo Fundo

José Lúcio Carneiro, de 79 anos, tentava atravessar a rodovia no km 8
Um idoso morreu atropelado por um carro, na noite desta quarta-feira, na ERS 135, em Passo Fundo, no Norte do Estado. De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar, a vítima tentou atravessar a rodovia nas proximidades do km 8.
O homem foi identificado como José Lúcio Carneiro, de 79 anos. O condutor do veículo chegou a prestar socorro à vítima, que não resistiu aos ferimentos. Apesar do acidente, o trânsito não registra lentidão no trecho.
Fonte: Rádio Guaíba
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Pedreiro fica soterrado por cerca de uma hora em Passo Fundo

Trabalhador foi resgatado pelos bombeiros e encaminhado ao hospital
Um pedreiro passou cerca de uma hora com as pernas e o tronco soterrados em Passo Fundo, no norte do Estado. O homem trabalhava na construção de um prédio quando caiu em uma vala e teve o corpo parcialmente coberto por terra.
O pedreiro sofreu ferimentos leves e foi encaminhado ao Hospital São Vicente de Paulo (HSVP).
Fonte:Foto: Lucas Cidade,Rádio Uirapuru / Divulgação
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Palmeira das Missões - Polícia Civil conclui caso Kimberly

Polícia civil de Palmeira das Missões conclui caso Kimberly
Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (2) de julho o delegado Adriano Linhares, falou da conclusão do caso da morte da estudante kimberly Ruchert; A polícia enviou a justiça o inquérito com indiciamento de Celmar do Amaral Figueiró de 30 anos que está preso desde o dia 03 de Junho no presídio regional de Palmeira das Missões.
O delegado Adriano Linhares coloca no inquérito que o Celmar não tinha qualquer tipo de relacionamento com kimberly e a teria levado para o local mediante a ameaça de arma, depois de aborda-la. A polícia tem imagens de câmeras que mostram que o elemento a seguiu de moto e quando da sua chegada em casa a abordou levando-a para este local onde teria matado a mesma.
O delegado colocou em sua declaração que o acusado não esclareceu a forma que a vítima teria sido morta, e que o mesmo teria mudado a sua versão dos fatos nos depoimentos que teriam dado na primeira vez que depôs teria dito que Kimberly teria sofrido um mal súbito; na última versão teria dito quer os mesmos foram abordados por três elementos que teriam matado Kimberly e o deixado vivo, versão que o delegado Adriano classificou como absurda e desem cabida.
A moto do acusado foi deixada a cerca de 60 metros da residência da vítima durante a sexta e a madrugada do sábado o acusado teria permanecido com a vítima mais de 11horas desde o início da noite da sexta feira dia 11 de abril de 2014 até o sábado pela manhã quando o carro foi queimado com o corpo da universitária no seu interior e o mesmo teria saído do local e caminhado até a cidade. Segundo a polícia a estudante foi morta ainda no início da noite da sexta. A Policia aguarda a perícia na arma que foi encontrada na casa do acusado para confirmar a possibilidade da morte de kimberly com disparos da arma aprendida.
O inquérito foi remetido à justiça com a acusação de estupro, latrocínio com morte, destruição de cadáver, receptação e posse irregular de arma de fogo. Fonte: Palmeira RadioAM

+ Mais Informações ››››››

Governador coordena reunião emergencial para acelerar medidas de apoio aos municípios atingidos por enchentes

O governador Tarso Genro coordenou reunião de trabalho emergencial com grupo de secretários e diretores de autarquias vinculadas às questões estruturais decorrentes das chuvas que assolam o Rio Grande do Sul. O encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira (30), no Palácio Piratini, com objetivo de tratar da recuperação dos municípios atingidos por enchentes e no auxílio às comunidades. Foi instalada uma Sala de Situação para centralizar ações de ajuda humanitária e dar seguimento às medidas já tomadas para a desobstrução e restauração imediata de vias, pontes e moradias, assim como as medidas de apoio a agricultores e pequenos empreendedores, principalmente no norte do Estado, que registra a cheia do Rio Uruguai.
"As ações emergenciais foram executadas de maneira correta, adequadas à situação. Já conversei com o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, e com a presidente Dilma sobre a nossa pauta, que deverá ser encaminhada de forma organizada com os municípios," esclareceu Tarso. Por determinação do governador, a Sala de Situação vai atuar em três ocasiões: dar continuidade às ações emergenciais já adotadas com eficiência pelo Estado, através da Defesa Civil, tratar das ações de médio e curto prazo e, por fim, tratar das ações de longo prazo.
O secretário do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas, Jorge Branco, que vai coordenar a sala de situação, com encontros diários com os secretários de Estado no Palácio Piratini, ressalta que as ações de salvaguarda das vidas, de urgência e emergência, seguem desde a quarta-feira (26), quando a situação agravou-se. "Foi garantido imediatamente o abastecimento de água potável, alimentos e roupas, o que está sendo conduzido com excelência pela Casa Militar e Defesa Civil. O governador Tarso está coordenando pessoalmente todas as ações, também através de contato direto com a Defesa Civil Federal, que se estendem agora para a reconstrução dos municípios através dos órgãos de infraestrutura, Secretaria de Obras Públicas (SOP), Departamento de Estradas e Rodagem (Daer), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e também a Secretaria de Saúde, que já trabalha com a prevenção de doenças e distribuição de medicamentos", ressaltou.
"Estou acompanhando a situação desde sábado no local. Instalamos um Centro de Comando da Defesa Civil em Frederico Westphalen, estamos trabalhando em parceria com o Exército e prefeituras e temos o quadro real da situação, que está sob controle", explicou o secretário chefe da Casa Militar, Oscar Moiano, responsável pelas ações da Defesa Civil gaúcha. "A região está estruturada pelos exercícios preventivos que fizemos, fruto da política preventiva adotada em 2012 pelo governo, o que se reflete na postura das pessoas, que foram treinadas para saírem com seus utensílios dos locais de risco diante dos primeiros alertas. Não temos vítimas fatais, o único registro que temos é de um cidadão que permanece desaparecido", afirmou Moiano.
Defesa Civil
Conforme o último balanço divulgado pela Defesa Civil do Estado, são 62 municípios atingidos, 12 com decreto de situação de emergência e um em estado de calamidade pública. São 5.380 moradores que seguem desabrigados e 2.285 desalojados devido à elevação do nível de rios. Os números apontam que cerca de um terço das pessoas conseguiu limpar suas residências e retornar ao lar. A chuva diminuiu na região, o nível do Rio Uruguai baixou neste domingo (29) à tarde, e, em Iraí, o rio havia diminuído sete metros.
Distribuição de Kits pelas Regionais da Defesa Civil
Passo Fundo
100 Kits Dormitório
Santo Ângelo
300 Kits Dormitório
1.250 Kits Limpeza
2.000 Kits Higiene pessoal
São Luiz Gonzaga
100 Kits Dormitório
750 Kits Limpeza
750 Kits Higiene pessoal
Frederico Westphalen
200 Kits Dormitório
300 Kits Higiene pessoal
40 Kits Limpeza
Secretarias
O Governo do Estado, através das suas secretarias, desenvolve um conjunto de ações para as pessoas afetadas e para enfrentar prejuízos dos municípios atingidos pela enchente no Rio Grande do Sul.
Secretaria de Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sesampe)
A secretaria disponibilizará o programa Micro Crédito Chuvas, que permite o aumento de R$ 6 mil para R$ 15 mil na primeira operação de crédito. Para ter acesso ao crédito de até R$ 15 mil, o município precisa ter homologado o seu pedido de situação de emergência. A Sesampe já emitiu para toda a sua rede de instituições habilitadas para que os comerciantes dos municípios sejam atendidos com prioridade.
Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Secretaria da Agricultura (Seapa) e Emater
Plantações de trigo, pastagens de inverno e sementes forrageiras foram afetadas. O milho na região ainda não foi plantado, mas deverá sofrer impacto na futura safra em razão de danos no solo; além disso, há o prejuízo àqueles agricultores que já haviam preparado a terra para o plantio. Nesse sentido, os órgão planejam o replantio em tempo ágil.
Há possibilidade de refinanciamento pelo FEAPER, com subsídio de 30%, inclusão no Programa Leite Gaúcho e acesso ao Proagro (Programa de Garantia da Atividade Agropecuária), com análise de laudos individuais.
A SDR tem um parque composto de 800 máquinas. Todas estão em funcionamento através de convênios com outros municípios, mas negociação para reencaminhamento das máquinas aos locais atingidos já está em andamento. Alemdessas, possui 10 novos kits de maquinário para perfuração de açudes, adquiridas recentemente por meio do financiamento Pró-redes do BNDES. Dois desses kits já estão na região para a recuperação das estradas e demais ações necessárias.
A Emater trabalha no levantamento das perdas, pois subsidia a Defesa Civil do Estado com relatórios sobre a situação dos municípios atingidos. Já a Seapa tem um programa de correção do solo que será estendido para a região.
Secretaria da Saúde
Atua no restabelecimento das Unidades de Saúde atingidas e em ações de vigilância sanitária com os devidos meios para intervir sobre possíveis casos de leptospirose, diarréia e gripe. Também na distribuição de medicamentos.
Secretaria de Habitação e Corsan
A Sehabs, a partir do levantamento que está sendo feito, terá condições de disponibilizar o aluguel social. Já a Corsan dispõe de caminhões-pipa e trabalha na retomada urgente do fornecimento normal de água.
Secretaria da Infraestrutura e Logística (Seinfra) e Daer
As coordenadorias regionais do Daer estão em alerta e atuando junto com as empresas contratadas para desbloquear com urgências os trechos interditados. Foi constituída uma força-tarefa pela Seinfra e Daer, sob coordenação da autarquia, para operações emergenciais de restauro.
Estradas
Pelo menos 17 pontos de rodovias federais e estaduais estão bloqueados no Rio Grande do Sul. A interrupção é causada por quedas de barreira, asfalto danificado ou acúmulo de água na pista. Até a noite de domingo, eram 20 estradas afetadas pela enxurrada.
Trechos interrompidos
  • ERS 110 – No momento não é possível passar pela ponte no km 75, em Jaquirana.
  • RSC 153 – Queda de barreira causou a interdição entre os km 305 e km 307.
  • ERS 211 – Ponte é coberta por água em Campinas do Sul e bloqueia o km 34.
  • RSC 287 – Rompimento da cabeceira da ponte que liga Novo Cabrais a Candelária, no km 155, causou o bloqueio no local.
  • ERS 305 – Houve a suspensão da travessia da balsa no km 49, em Nicolau Vergara.
  • ERS 355 – Não há como passar pela ponte que liga Fagundes Varela a Veranópolis no km 3 da estrada.
  • ERS 400 – Desmoronamento de terra entre Candelária a Sobradinho (km 16 e 22) permite apenas tráfego parcial em meia pista.
  • ERS 409 e 422 – Foram liberadas totalmente.
  • ERS 418 – Água sobre a pista na localidade de Linha Nova, entre Santa Cruz do Sul e Monte Alverne, km 9.
  • ERS 431 – Água sobre a pista causa bloqueio no km 13, em Alcântara.
  • RSC 470 – A ponte entre as cidades André da Rocha a Nova Prata (km 143) caiu assim que um caminhão tentou atravessá-la.
  • ERS 480 – Rachaduras na pista bloquearam o km 6, em Herval Grande.
  • ERS 502 – A estrada foi interditada no km 9 (Cachoeira do Sul) em função da água sobre a pista.
  • ERS 516 – Água sobre a pista bloqueia a estrada no km 1, em São Martinho da Serra.
  • ERS 804 – Os km 01 e 07 chegaram a ser bloqueados devido ao acúmulo de água sobre a pista em Silveira Martins.
Trechos parcialmente interrompidos
  • ERS 020 – Rachaduras na pista causam o bloqueio parcial no km 474 ,em Taquara.
  • ERS 422 – O km 64 (Venâncio Aires) funciona em meia pista.
  • ERS 471 – A circulação de veículos foi liberada em meia pista no km 99 (Sinimbu).
  • ERS 511 – Água sobre a pista causou bloqueio em parte da localidade de Camobi (Santa Maria).
  • Fonte: SECOM - Anamaria Bessil / Heloise Santi

+ Mais Informações ››››››

JT RS - Edição 517

Ouça nesta edição:
- Conselho de Segurança Alimentar do Rio Grande do Sul manifesta repudio a venda de agrotóxicos
- Ex prefeito de Pelotas depõe em CPI sobre obra pública
- Recursos do PAC garantem mais asfalto para Horizontina
- Ganhador do Prêmio Nobel manifesta-se contra dívida externa
- Quadro Saúde, saiba mais sobre a canelite
- Prefeitos de Municípios atingidos pelas cheias buscam ajuda em Brasília
- Quadro Direitos, saiba mais sobre o seguro desemprego

+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!