quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Abertas as Inscrições para os Pontos de Leitura na Praia

No período de veraneio as praias o Estado são tomadas por uma população que, em grande número procura as diferentes localidades entre o litoral, costa doce e balneários de rios, lagos e arroios para a busca de lazer, maior descontração e momentos diferenciados dos tradicionais vivenciados pela maioria no dia-a-dia das cidades.

O projeto Pontos de Leitura “na praia” pretende, a partir de diretrizes muito claras do programa federal + Cultura, oferecer condições irrestritas de acesso à fruição literária, cuja característica em comum é de poder oferecer à população uma opção diferenciada que envolva o livro e a leitura em espaços descontraídos.

Serão oferecidas as prefeituras municipais a possibilidade de realizar parceria com a SEDAC através de termo de oficial. O Estado se compromete em fornecer o KIT com 200 livros, e matérias de divulgação do projeto, cabendo às prefeituras se responsabilizarem pelos profissionais da área do livro e leitura que irão promover, em dias e horários a serem estabelecidos, o acesso às obras, assim como o mínimo de acomodações para as pessoas que buscarem o serviço. O Projeto Pontos de Leitura, é uma realização da SEDAC com parceria do Instituto Estadual do Livro (IEL), Biblioteca Pública do Estado (BPE), Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Rio Grande do Sul (SEBPRS) e prefeituras.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo nosso blog mesmo, basta clicar na aba "Pontos de Leitura" e preencher o formulário de inscrição.

+ Mais Informações ››››››

Instabilidade marca o fim de semana no RS

Sexta amanhece com aberturas de sol, mas volta a chover da tarde para a noite

A sexta-feira amanhece com aberturas de sol, mas da tarde para a noite volta a chover no Rio Grande do Sul. Conforme a MetSul Meteorologia, o fim de semana tende a ser marcado pela instabilidade.

Fonte: Rádio Guaíba
Postado Por: Alcione Gondorek 
+ Mais Informações ››››››

Ronda Alta - Centro da Criança e Adolescente - CCA

O Centro da Criança e Adolescente consiste em um espaço público e gratuito, cujo objetivo é contribuir com o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, cooperando para fortalecer seu vínculo familiar e sua formação social, promovendo o exercício da cidadania e do protagonismo.

O CCA funciona diariamente nos turnos da manhã e tarde, quatro horas por turno, com atividades socioeducativas, culturais, esportivas e recreativas que favorecem o desenvolvimento das potencialidades, bem como desenvolvimento da socialização dos participantes. As atividades ministradas são: leitura, música, artesanato, informática, esportes, acompanhamento psicológico, e recentemente foi inserida a oficina de capoeira. Para o exercício destas atividades são dispostos 8 profissionais que atuam cada um em sua respectiva área.

É oferecido aos participantes, em cada turno, uma refeição com orientações fornecidas pela nutricionista.

Em breve serão feitas melhorias como instalações de novos ventiladores em cada sala e novos computadores no laboratório de informática.

Fonte:Prefeitura Municipal de Ronda Alta
+ Mais Informações ››››››

Santa Bárbara do Sul - Corpo encontrado numa lavoura ainda não foi identificado

Agricultores que realizavam a colheita da safra de milho foram surpreendidos na manhã da  segunda-feira(17), por volta das 07h30 quando avistaram em meio ao milharal o corpo de um homem, sem identificação cujo corpo estava sendo comido por cães.


O local é em uma lavoura na Granja São Jorge, a cerca de 4 Km da cidade de Santa Bárbara do Sul, próximo ao Passo da Palmeira.

A Brigada Militar foi acionada, isolou a área até a chegada dos agentes da Perícia Técnica, que recolherem materiais e liberaram o corpo para o exame de necropsia que será procedido no Departamento Médico Legal em Cruz Alta.  A remoção do corpo foi procedida pela Funerária Fonseca.

Agora a polícia deverá iniciar as investigações para tentar descobrir a identidade e em quais circunstâncias o corpo acabou naquele lugar. Existe a possibilidade de que tenha ocorrido uma "desova", ou seja a vítima tenha morrido em outro lugar e tenha sido conduzida até aquele local. Aparentemente o corpo não apresentava vestigios de que tenha sofrido uma violência grave, mas nada está descartado nem mesmo a possibilidade de um suicídio que poderia ter ocorrido por envenenamento.

Trata-se de um homem com idade aparente entre 38 e 45 anos, moreno, estatura franzina e estava vestido apenas com uma bermuda de nylon de cor verde. Não existem registros de desaparecimento de pessoa com estas características na nossa região região.

Fonte:agorajá.net
Postado por:Elisete Bohrer

+ Mais Informações ››››››

Assédio Moral no trabalho

A solução para combater o assédio moral no trabalho deve partir da vontade social dos trabalhadores. É certo que o meio jurídico tem que se adaptar às inovações, que serão alvo de muitos debates, mantendo-se a urbanidade sem prejuízos à saúde mental dos trabalhadores e o respeito ao princípio da dignidade humana.
 
Na existência de assédio moral, cabe à direção da empresa intervir, aplicando sanções para que tal episódio não se prolongue e excluindo tal comportamento do convívio diário no ambiente de trabalho. É necessário, inclusive, reinventar a própria gestão da empresa analisando se esta não incentiva o assédio. Metas fixadas podem estimular comportamentos demasiadamente individualistas e competições exacerbadas entre os pares chegando às raias do assédio moral.

A discussão sobre o tema assédio sexual ou moral vem crescendo ao longo dos anos, alcançando o ápice quando a ONU adotou uma Resolução referente às vítimas de criminalidade e de abuso de poder: “entende-se por vítimas pessoas que, individual ou coletivamente, tenham sofrido algum prejuízo, principalmente uma ofensa a sua integridade física ou mental, um sofrimento moral, uma perda material, ou uma injúria grave a seus direitos fundamentais, em virtude de atos ou omissões”.

Inicialmente, foi estabelecido que tal crime, mais comum ou corriqueiro nas organizações, que é o assédio moral, se diferencia, via de regra, do assédio sexual, mas a Resolução é ampla. No seu texto aponta que as vítimas são frutos de abuso de poder. Compartilham do mesmo pensamento a Declaração Americana e a Declaração Universal dos Direitos Humanos: “episódio esporádico não caracteriza o assédio moral. É mister o caráter  permanente dos atos capazes de produzir o objetivo de degradar moralmente o empregado”.

Os Direitos Humanos devem ser respeitados sempre, pois inexiste no Estado Democrático qualquer tipo de pretexto legal para a sua violabilidade, desprezo ou inaplicabilidade prática.
Todo e qualquer tipo de abuso de poder ou de autoridade é passível de responsabilidade administrativa, civil e penal. Cabe ao Estado indenizar às vítimas e ofendidos diretos e indiretos, assegurando a inviolabilidade da intimidade, à imagem, à vida privada e à honra das pessoas (inc. X, art. 5º CF/88; indenização e reparação do dano - art. 186/188 CC).
O assédio moral tem uma característica muito peculiar: a humilhação repetitiva e de longa duração, interferindo na atividade do trabalhador. Pode, inclusive, de modo direto, arriscar gravemente a dignidade e as relações afetivas e sociais, ocasionando graves danos à saúde física e mental, que podem evoluir para a incapacidade laborativa, ocasionando na demissão ou, em caso mais extremo, na morte.

As formas mais comuns de assédio moral no trabalho são: sobrecarregar o funcionário de trabalho ou dificultar sua execução; constranger e ameaçar constantemente com demissão; transferir ou rebaixar; falar aos gritos de forma a intimidar utilizando-se da hierarquia; restringir o uso de sanitários estabelecendo o tempo e o número de vezes; submeter a tarefas humilhantes ou degradantes; fazer brincadeiras frequentes e de mau gosto referentes ao sexo, raça, opção sexual ou religiosa, deficiências físicas, problemas de saúde; ignorar a presença; falar apenas com os demais fazendo parecer que este não existe; criticar a vida pessoal na presença de outros colegas; espalhar boatos e fofocas sobre um integrante da equipe; estabelecer metas inexequíveis; questionar a validade dos atestados médicos; proibir que os colegas falem com o trabalhador e este com o seu sindicato; sugerir que peça demissão etc.

Vale lembrar que estas são algumas das formas mais usuais de assédio moral no trabalho, levando em consideração que o assediador inova nas suas formas de atingir a vítima.
Cabe salientar que no serviço público, por sua peculiaridade, o assédio se apresenta de formas sutis: na avaliação de desempenho, nas progressões, nas promoções, na determinação de execução de tarefas com prazos simplesmente impossíveis de cumprir, na retirada de serviços ou das condições materiais para executar o trabalho etc. A vítima é prejudicada na possibilidade de ascensão na carreira, levando-a ao comodismo ou ao estado depressivo, podendo ocasionar em afastamento por licenças médicas.

Mas como resistir e combater tais práticas? Anotar, com detalhes, todas as situações sofridas: dia, mês, ano, hora, local, nome do agressor, testemunhas, reprodução da conversa e gravações no celular. É importante não se deixar abater e, sempre que possível, relatar aos colegas de trabalho ou à família sobre a situação.

Esteja atento a ocorrência de atos injustos ou arbitrários contra si ou contra colegas. A solidariedade é uma arma muito forte, logo, não se isole e nem se afaste da vítima. Fortaleça laços sinceros de amizade; isso favorece a confiança e a capacidade para enfrentar situações adversas no trabalho.

Busque o apoio dos representantes sindicais de forma a evitar conversas entre o agressor e a vítima sem testemunhas. É necessário dar visibilidade à situação a fim de acabar com esta distorção na relação de trabalho.

Fonte:Dr. João Clair Silveira
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Em cerimônia rápida, Dilma dá pontapé inaugural no Beira-Rio


Presidente autografou bola que foi dada a operários que trabalharam na reforma do estádio


Por questões de segurança, foi rápida a visita inaugural da presidente Dilma Rousseff ao Beira-Rio, em Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira. A presidente trocou passes com o meia D’Alessandro do Inter, simbolizando o pontapé inaugural do estádio que receberá cinco jogos da Copa do Mundo.

Dilma chegou ao Beira-Rio por volta das 9h e rapidamente ingressou no gramado acompanhada do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, do governador do Estado, Tarso Genro, do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, do presidente colorado Giovanni Luigi e do ex-centroavante Ronaldo, que representou o Comitê Organizador Local (COL).

A presidente ficou pouco mais de 20 minutos no gramado do Beira-Rio. Após dar o pontapé inaugural, ela caminhou até a arquibancada, onde estavam alguns dos operários que trabalharam na reforma do estádio, e atirou a bola. Sem contato com a imprensa, Dilma ficou aproximadamente meia-hora tirando fotos e distribuindo autógrafos para os trabalhadores.

Após a cerimônia no Beira-Rio, Dilma viajou para Caxias do Sul, onde fará a entrega de máquinas agrícolas a municípios gaúchos. Às 15h, a presidente estará na cerimônia de abertura da 30ª edição da Festa da Uva, no Parque de Eventos do município da Serra.

Fonte: Correio do Povo 
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

JORNAL DA LIBERDADE EDIÇÃO DO DIA 20-02-14


Postado Por: Alcione Gondorek

+ Mais Informações ››››››

Saiba como evitar as câimbras noturnas

Espasmos podem ser causados por baixa hidratação do organismo

As câimbras são contrações musculares súbitas, involuntárias, dolorosas, intensas e momentâneas que podem ocorrer com qualquer pessoa. De acordo com o angiologista Ary Elwing, elas atingem tanto um grupo muscular como apenas um músculo isolado do corpo. As regiões acometidas com maior frequência são panturrilha, músculos anteriores e posteriores das coxas, nos pés, nas mãos, no pescoço e no abdômen.
— Muitos fatores podem desencadear a câimbra. Ela pode estar relacionada com a deficiência de vitaminas na alimentação, alterações metabólicas, inatividade muito longa do músculo, desidratação ou por prática de atividade física muito impactante. A hiperexcitação dos nervos que estimulam os músculos é uma das principais causas das câimbras musculares — explica o angiologista.
Outras causas das câimbras
Segundo o especialista, a desidratação é uma das causas para o acontecimento das câimbras, pois a falta de água deixa as fibras musculares e dos tendões mais sujeitos aos espasmos. Outro motivo é deficiência de sódio, potássio e magnésio na alimentação.
— Pessoas hipertensas que, normalmente, tomam diuréticos têm perdas de potássio. Além disso, a acumulação de ácido lático ou cetona nos músculos durante o exercício físico, doenças metabólicas como diabetes, hipotireoidismo, alcoolismo, hipoglicemia, doenças neurológicas como mal de Parkinson e doença do neurônio motor, deixam o indivíduo mais sujeito aos espasmos — afirma Elwing.
As baixas temperaturas também deixam a musculatura mais tensa e contraída, o que contribui para a ocorrência de fisgadas nas fibras musculares.
— Elas são mais frequentes no inverno, pois o excesso de gordura se acumula nas paredes das artérias fazendo com que elas fiquem endurecidas e estreitas, deixando as pessoas mais propícias a problemas circulatórios — esclarece o especialista.
Como surgem as câimbras noturnas
As câimbras noturnas não estão associadas às doenças graves. No entanto, podem estar relacionadas a efeitos colaterais de algum remédio prescrito e ausência de minerais como cálcio, sódio e magnésio.
— Geralmente, um movimento feito inconscientemente durante o sono, de se esticar ou se espreguiçar na cama, pode ser o fator contribuinte para a contratura intensa e inadequada de determinado músculo. Mas a câimbra noturna idiopática (sem causa aparente) pode surgir por causa do excesso de esforço físico durante o dia — explica o angiologista.
O ideal é alongar-se 15 minutos antes de deitar, ingerir muito líquido e, inclusive, hidrotônicos que ajudam a repor o sódio. A inclusão de alimentos ricos em cálcio e magnésio na dieta e evitar o sedentarismo são outras medidas necessárias.
O uso de medicamentos com vitamina E, complexo B, verapamil, cloroquina e gabapentina também atuam no combate das contrações, porém, devem ser recomendados pelo médico.
Fonte:BEM-ESTAR
Postado por:Elisete Bohrer

+ Mais Informações ››››››

Cotrisal Filial de Três Palmeiras- Pré assembleia

A Cotrisal Filial de Três Palmeiras, vai estar realizando, na próxima terça-feira,25, uma Pré assembleia , com início às 14:00 horas, na Câmara Municipal de Vereadores de Três Palmeiras para os associados da Cotrisal.

Cotrisal a força e a marca da produção!

                                                         
Texto e postagem:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Farmácia Três Palmeiras – Realizado o teste de avaliação corporal

Ontem  dia 19 de fevereiro, foi realizado, na farmácia Três Palmeiras ,o teste de avaliação corporal, com a Fitoterapeuta da JBS Bem Natural ,Ivone, o teste era gratuito, confira em áudio um  trecho da entrevista concedida diretamente farmácia Três Palmeiras , em que a Fitoterapeuta da JBS Bem Natural ,Ivone, explicou  como  que funciona e é realizado o teste corporal, quem pode fazer e oque ele informa.




 





















 Fotos, texto e postagem:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!