sábado, 19 de dezembro de 2015

Chapecó - Temporal de três horas provoca destelhamentos, queda de árvores e alagamentos na região Oeste Catarinense

Um temporal atingiu a região Oeste de Santa Catarina no começo da noite desta sexta-feira, causando alagamentos, destelhamentos equeda de árvores.

Em Chapecó, choveu 32 milímentros em três horas e mais da metade da cidade ficou sem energia elétrica. Em alguns municípios da região, como Palmitos, choveu 71 milímetros em três horas e foram registrados alagamentos. O vento chegou a 96 km/h em Joaçaba e José Boiteaux e 88 km/h em Dionísio Cerqueira.

Na cidade de Chapecó, por volta das 18h se formou um bloco de nuvens escuras no lado Oeste da cidade que avançou com fortes ventos, derrubando árvores e destelhando casas. Segundo a Celesc, até as 21h havia pelo menos 73 postes caídos e 20 árvores tombadas. Durante a noite de sexta-feira, o prefeito Luciano Buligon, percorreu a cidade para avaliar os estragos.

No Bairro Jardim América, uma árvore caiu sobre um carro que estava no estacionamento de um supermercado. Houve queda de árvores em várias ruas como Fernando Machado, Sete de Setembro, Porto Alegre e Benjamin Constant, entre outras. Algumas ficaram parcialmente bloqueadas.

— Nunca vi ventos tão fortes em Chapecó — postou em redes sociais o arquiteto Glicério Weber.

Mais da metade das 85 mil unidades consumidoras da cidade ficaram sem abastecimento de energia elétrica — de um total de 150 mil pessoas. Parte da rede foi desligada preventivamente e houve problemas nos sinais de telefone, TV, rádio e internet. Telhas de zinco foram parar na rede elétrica. Até vidros de alguns prédios quebraram.

Segundo o gerente regional da Celesc, Aderbal Pedroso da Silva, não havia previsão de restabelecimento pois o levantamento não havia sido concluído até às 20h. Um total de 14 equipes trabalhará madrugada adentro para restabelecer o fornecimento.

Conforme balanço parcial do Corpo de Bombeiros Militar de Chapecó, até as 21h30min foram 43 atendimentos, 466 famílias auxiliadas com lonas, 27 retiradas de árvores que ofereciam perigo e três atendimentos a pessoas.

Dezenas de árvores caíram sobre as ruas em ChapecóFoto: Isabel Malheiros / RBS TV
Segundo a Prefeitura de Chapecó, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) houve danos nos vidros e no forro da parte externa. No Hospital Regional do Oeste os equipamentos de ressonância e tomografia foram atingidos pela água e no Hospital da Criança os vidros foram estourados.

Segundo as informações da Prefeitura de Chapecó, o atendimento segue normal tanto na UPA como no Pronto Atendimento.

Algumas escolas ficaram destelhadas. Segundo a Defesa Civil, no bairro Seminário foram 10 ocorrências de destelhamento, lonas foram distribuídas. Ventos No Aeroporto da cidade Serafim Enoss Bertaso, foram registrados ventos de 120km/h. Árvores foram arrancadas pela força do vento em diversos pontos da cidade.

Ainda nesta manhã de sábado, equipes trabalham na desobstrução de vias, como a remoção de árvores, galhos e placas de sinalização que foram arrancadas.

Fonte: DARCI DEBONA - DC
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!