terça-feira, 30 de agosto de 2016

Curso de Agronomia aborda assuntos pontuais em palestra

A primeira turma do Curso de Agronomia do CESURG - campi Marau, realizou neste sábado, dia 27, duas palestras na disciplina de
Introdução à Agronomia.
A primeira palestra foi proferida pela Zootecnista Me. Valdéria Biazus, sobre Integração Lavoura x Pecuária, e a segunda palestra sobre Controle de Helicoverpa armigera em soja e pontes verdes (milho, aveia, azevém, nabo e canola), realizada pela Eng. Agr. Me. Crislaine Sartori Suzana, bem como sobre os trabalhos de pesquisa e extensão de ambas as palestrantes durante o mestrado e agora no doutorado.
A próxima palestra será realizada no sábado dia 17, sobre Controle de Phakopsora pachirhizi com diferentes volumes de calda na cultura da soja.


Assessoria de comunicação CESURG
+ Mais Informações ››››››

Vereador é encontrado morto em Novo Barreiro - RS

O servidor público municipal e vereador de Novo Barreiro, Claudir João Ludvig, mais conhecido como gordo, foi encontrado na manhã de hoje dia 30 de agosto, enforcado em sua propriedade na localidade de Três Passinhos em Novo Barreiro.
Claudir tinha 42 anos e era funcionário público a muitos anos, e foi eleito vereador para o período de 2012 a 2016. Nas próximas eleições, não disputava vaga na Câmara municipal. O Velorio esta ocorrendo na capela mortuária da funerária Rainha da Paz, celebração de despedida e sepultamento serão realizados amanha, quarta-feira.

+ Mais Informações ››››››

PROGRAMA DO STR DE 30-08-2016

+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1565 de 30-08-2016

+ Mais Informações ››››››

Insegurança força agricultores a deixarem o campo, abandonando a atividade rural

A crescente onda de violência que as cidades gaúchas estão enfrentando em sua área urbana, também muda a vida e gera insegurança para quem vive no campo.
São inúmeros os casos de violência na área rural, com assaltos as propriedades, roubo de gado (abigeato) e o temor de ter a vida tirada pelos bandidos que estão agindo diante para dar ação ineficaz das forças policiais.
A insegurança gera muito preocupação e medo no interior. O deputado estadual Frederico Antunes (PP) durante entrevista na Uirapuru citou que é preciso se pensar em ações urgentes para conter a violência não somente na área urbana, mas também para quem vive na zona rural.
A falta de segurança nessas localidades desmotiva os agricultores forçando-os, em muitos casos, desistirem das atividades, migrando para a cidade, gerando outros problemas ainda mais graves.

+ Mais Informações ››››››

Ocorrências Policiais - Posse ilegal de arma de fogo

Nonoai
Data/hora: 291930Ago2016
Fato: Posse ilegal de arma de fogo
Local: Bairro Canelles
Comunicante: N B A
Acusado: M A A
Providências: Registro na DP nº 10289/2016
Histórico: A Brigada Militar de Nonoai foi informada pela Sra. N B A que havia encontrado uma arma no automóvel VW/Gol, placas IJF0930, de propriedade do seu ex-companheiro M A A. 
A guarnição de serviço deslocou até o local e constatou que se tratava de um revólver calibre 38, modelo special, infra tambor n° 4525, com numeração raspada, e 06 munições intactas de mesmo calibre. A sra N informou que encontra-se em processo de separação com o Sr M e que ele estava trabalhando na empresa BRF na cidade de Chapeco-SC. Diante do fato foi encaminhada a Sra N a DPPA de Erechim para registro da ocorrência, onde a referida arma foi apreendida pela P. Civil.
+ Mais Informações ››››››

777 - 30 DE AGOSTO, TER - COMO ENFRENTAR O MAL E AS AGRESSÕES..

+ Mais Informações ››››››

Usina solar da Creluz deve começar a operar em setembro

Complexo, que funcionará em ciclo combinado, é o primeiro de geração de energia verde do Rio Grande do Sul e um dos únicos do país.

O Rio Grande do Sul está prestes a ver em funcionamento a primeira usina com produção de energia totalmente verde, obtida por meio da luz solar. O empreendimento assinado pela Creluz está localizado às margens da BR-386, no entroncamento da rodovia com a BR-158, em Boa Vista das Missões e é ainda um dos primeiros desta modalidade no país. Com obras em 2 hectares, iniciadas em abril, a previsão da cooperativa é colocar a primeira fase em operação experimental até o final de setembro de 2016.

Veja a reportagem em vídeo aqui

Enquadrada no setor de regulamentação como de microgeração, vai funcionar em ciclo combinado com a Usina Hidrelétrica Carlos Bevilacqua, instalada em Seberi. A primeira fase deve atender a todo o consumo interno de energia da cooperativa, abastecendo fábricas, escritório e as próprias usinas hidrelétricas do grupo, que hoje são seis. “Estamos fazendo essa usina com todas as condições para geração integrada, que vai atender ao consumo da Creluz”, reforça o presidente da instituição, Elemar Battisti.

Para viabilização da primeira etapa foram investidos R$ 4 milhões, sendo 50% de recursos próprios da Creluz e 50% financiados com taxas especiais pela Sicredi Alto Uruguai RS/SC, parceira do projeto. “O valor foi aplicado na compra da área, material e mão de obra. Grande parte de postes, palanques, calçamento e tudo o que requer concreto foi fabricado pela cooperativa. Não estamos destruindo matas, nem águas, não tem qualquer impacto ambiental, pelo contrário, a cooperativa está cuidando de todos os taludes, gramas e o que mais é necessário para uma obra sustentável”, complementa Battisti.

Energia limpa

Quando iniciar a produção de energia, o empreendimento terá a mesma capacidade de produção da Usina Hidrelétrica Tereza Bortolini, de Novo Tiradentes, que é de 250 KW pico. Vai funcionar com a captação de energia solar por meio de 1.008 placas, instaladas para o norte, com total aproveitamento da luz do sol. “Os painéis têm tecnologia alemã, foram fabricados na China e já estão no Porto de Rio Grande, aguardando detalhes como padronização do Inmetro e questões tributárias”, destaca.

Totalmente tecnológico, o complexo será operado por celulares e tablets, via fibra ótica. “Quando iniciarmos, até mesmo o sistema de segurança vai ocorrer por meio de câmeras. A usina praticamente não requer manutenção, apenas uma vez por ano será feita a limpeza das placas. Esta iniciativa faz parte da nossa filosofia que é de produzir energia totalmente verde”, finaliza o presidente da Creluz.

A fase B, que ainda será implementada, terá um investimento de mais R$ 2 milhões, funcionando com mais 1.600 placas solares, e terá a produção energética voltada para o mercado. Na totalidade, a capacidade do empreendimento deverá chegar a 0,7 megawatts de energia totalmente limpa.
Por: Márcia Sarmento - marcia.sarmento@folhadonoroeste.com.br
Fotos - Márcia Sarmento
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!