quarta-feira, 14 de novembro de 2012

OPERAÇÃO TAPA-BURRACOS NA AVENIDA DAS PALMEIRAS

Alguns burracos foram tapados na avenida das palmeiras na manhã de hoje.
veja as fotos:







fotos:ALCIONE GONDOREK
+ Mais Informações ››››››

ACOMPANHE SEXTA FEIRA AQUI NA RADIO COMUNITÁRIA LIBERDADE A ENTREVISTA COM O NOVO GERENTE DO SICREDI DE TRÊS PALMEIRAS


Sexta feira pela parte da manhã estará no estudio da radio comunitária liberdade o novo gerente do sicredi de três palmeiras, saiba quem é e de onde vem.



foto: ALCIONE GONDOREK
+ Mais Informações ››››››

Homem que matou assaltante da filha dentro da delegacia é solto

Advogado alegou que cliente agiu sob extrema emoção, em Passo Fundo

Vítima de assalto perdeu controle de Vectra e capotou em Passo Fundo <br /><b>Crédito: </b> Acácio Silva / Especial CP

Vítima de assalto perdeu controle de Vectra e capotou em Passo Fundo
Crédito: Acácio Silva / Especial CP
O juiz de plantão da Comarca de Passo Fundo, Sebastião Francisco da Rosa Marinho, mandou soltar por volta das 23h desta terça-feira o homem acusado de matar o assaltante da filha dentro da Delegacia de Pronto Atendimento da Policia Civil. No início da tarde, Paulo Rogério Gonçalves Ribeiro, 48 anos, havia sido preso em flagrante após esfaquear Vinícius Rafael Fabiani, 33 anos. O assaltante foi socorrido e levado para o Hospital da Cidade, onde morreu no final da tarde.

Pela manhã, ele havia assaltado e levado a filha de Ribeiro, Deise Bueno Ribeiro Giongo, 29 anos, como refém. Na entrada para o distrito de São Roque, ela bateu contra um barranco e tombou o veículo. O ladrão fugiu levando dinheiro e o celular da vítima, mas foi preso logo após pela Brigada Militar. Ele foi conduzido para a DP, onde foi ferido na sala de triagem.

O juiz aceitou o pedido de relaxamento da prisão feito pelo advogado do acusado, Jabs Paim Bandeira. O representante alegou que o cliente exigiu sob forte emoção. Paulo Rogério Gonçalves Ribeiro, que havia sido recolhido ao presídio regional de Passo Fundo, foi solto e deve responder pelo homicídio em liberdade.

O corpo de Vinícius Rafael Fabiani, que era detento do semiaberto, está no Departamento Médico Legal (DML) para necropsia. A vítima do assalto, com um corte na mão direita e escoriações pelo corpo, permanece em observação no Hospital da Cidade.
+ Mais Informações ››››››

Delegado de Jaquirana projeta mais indiciamentos por crime eleitoral

Responsável pelo caso de compra de votos pretende encerrar inquérito na próxima semana

As investigações da Polícia Civil em Jaquirana, nos Campos de Cima da Serra, podem gerar mais indiciamentos do que o trio preso inicialmente por suspeita de compra de votos. O delegado responsável pelo caso, Flademir Paulino Andrade, disse na noite desta terça que planeja terminar o inquérito que envolve a reeleição do prefeito, Ivanor Renato Rauber, até o fim da próxima semana.

"Dezenas de pessoas estão sendo procuradas e ouvidas", destacou o delegado. "Pedimos quebra de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos investigados", salientou Andrade. De acordo com ele, os primeiros grampos nos telefones de Ivan Lauro (filho do prefeito), José Evandro Pereira dos Reis (coordenador de campanha) e do vereador reeleito Oreste Angelo Andeliere (PMDB) permitiram descobrir novos envolvidos no caso.

Andrade relatou que, nesta semana, viajará para Caxias do Sul para ouvir envolvidos nas supostas compras de votos. Essas pessoas teriam aceitado transporte irregular de eleitores para votar em Jaquirana. Além dele, outros quatro policiais civis trabalham nas diligências e relatórios para concluir o inquérito. "Todas as pessoas para as quais ligaram ou que ligaram para eles estão sendo questionadas", explicou o delegado.

O prefeito havia prometido se manifestar até esta terça sobre as ações da Polícia Civil e do Ministério Público do Estado (MP), que apontaram compra de votos por parte da coligação vencedora no pleito de outubro.  Até as 21h, porém, não havia divulgado qualquer informação. Ele teve o filho, Ivan Lauro, o coordenador de campanha, José Evandro Pereira dos Reis, e o vereador reeleito, de situação, Oreste Angelo Andeliere (PMDB), presos em uma operação realizada em 31 do mês passado. O trio foi beneficiado por habeas corpus e está em liberdade.

Fonte: Correio do Povo 

+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!