terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Três Palmeiras - palestra com o Dr.Paulo Henrique Machado

Três Palmeiras, importantíssima palestra com o Dr.Paulo Henrique Machado, encerra a campanha Novembro Azul.
Ouça a palestra na integra:












+ Mais Informações ››››››

Habilitação para dirigir automóvel não tem alteração no RS

A partir de 1º de dezembro, somente candidatos que fizerem a habilitação para as categorias profissionais deverão fazer mais cinco horas/aula de prática de direção veicular. No Rio Grande do Sul, que já utiliza o simulador desde 1º de janeiro, a Resolução 493/14, do Conselho Nacional de Trânsito, não altera os procedimento para primeira habilitação e adição da categoria B (automóveis).
Esta nova Resolução atribuiu aos Detrans a competência  para decidir sobre a substituição das aulas práticas e noturnas pela utilização de simuladores, de forma integral ou parcial. Também concedeu prazo extra para os estados que ainda não haviam feito as adaptações necessárias para implantar o recurso pedagógico.  Para o Rio Grande do Sul, não há mudança com relação à carga  horária para habilitação na categoria B, já que sua implantação do simulador foi feita desde o primeiro momento.
Portanto, o aumento da carga horária a partir de 1º de dezembro no Rio Grande do Sul vale somente para a mudança de categoria, ou seja, para quem quer se habilitar para dirigir veículos de transporte de carga (categoria C), veículos de transporte de passageiros (D) e veículos articulados de transporte de carga e/ou passageiros (categoria E). A normativa prevê ainda que 20% das 20h/aulas previstas na legislação para habilitação nas categorias C, D e E deverão ser noturnas. 
Foto: Arthur Puls / CP Memória
Texto: Mariana Goldmeier Tochetto
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Pipoca de Leite Condensado





Ingredientes:
1 Pacote de milho de pipoca (250g)
1 Lata de leite condensado
1 Pacote de coco ralado (500g)
3 Colheres (sopa) de açúcar
2 Colheres (sopa) de chocolate em pó
Óleo a gosto.
Modo de preparo:
Em uma panela grande, adicione o óleo e estoure o milho de pipoca. Em seguida, passe a pipoca para uma vasilha
grande. Reserve.
Na mesma panela, coloque o açúcar e o chocolate em pó e deixe caramelizar.
Rapidamente, despeje a pipoca na panela e mexa para caramelizá-la por completo.
Passe a pipoca para a vasilha novamente e adicione o leite condensado e o coco ralado.
Fonte:Hora do Almoço 

+ Mais Informações ››››››

Encerramento da campanha Novembro Azul em Três Palmeiras com Palestra

Após um mês dedicado aos homens, a Secretária Municipal de Saúde de Três Palmeiras promove uma importantíssima palestra com o Dr.Paulo Henrique Machado, encerrando a campanha Novembro Azul. A palestra ocorre hoje dia 02 de dezembro, no Centro Municipal de Eventos de Três Palmeiras , sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, que busca conscientizar os homens sobre o câncer de próstata e também para outras doenças masculinas.

Em entrevista a Enfermeira Andressa Cé faz um convite a todos os homens para participarem da palestra.
Por:Elisete Bohrer

 

+ Mais Informações ››››››

Custo da carteira de motorista sobe R$ 192,65 no RS

Entrou em vigor, na segunda-feira, a resolução nº 493 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que eleva a carga horária das aulas práticas da primeira habilitação na categoria B (para dirigir automóveis). O total, que antes era de 20 horas/aula, subiu para 25. Com isso, o custo para o aluno aumentou R$ 192,65 no Estado.
Até a semana passada, o valor mínimo para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na modalidade B era de R$ 1.532,33, incluindo o montante de R$ 770,60 relativo ao curso prático de direção veicular. O novo preço será de para R$ 963,25, o que levará o custo total para R$ 1.724,98.

Foto: Arthur Puls / CP Memória
Fonte:Rádio Guaíba
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1178 do Dia 02 de dezembro de 2014

Destaque desta edição.
Mais de um bilhão de litros de cerveja foram produzidos no País em novembro 
Laudo da perícia dos restos mortais de Jango é inconclusivo
Sartori chama Vieira da Cunha para a Educação
Mortalidade infantil cai para 15 em cada mil nascidos vivos
Terça-feira será de chuva e calor no Rio Grande do Sul



Apresentado Por: Alcione Gondorek 
+ Mais Informações ››››››

Deputado Edegar Pretto protocola projeto para proibir pulverização aérea de lavouras

O deputado Edegar Pretto protocolou na Assembleia Legislativa dois projetos de lei para impedir o uso abusivo de agrotóxicos no Rio Grande do Sul. Um proíbe a pulverização aérea de lavouras - por meio de aeronaves - em todo o território gaúcho. O outro proíbe a fabricação, comercialização e uso de produtos que contenham em sua fórmula a substância 2,4-D.
Conforme justificativa do projeto que pede o fim da pulverização por avião, a aplicação aérea gera impactos à saúde das pessoas e meio ambiente. Dados de pesquisas e da subcomissão que tratou do tema na Câmara dos Deputados, cerca de 70% do agrotóxico aplicado por avião não atinge o alvo, e o produto vai para áreas vizinhas atingindo outras plantações, casas, escolas, hospitais, reservas ecológicas e mananciais de água que abastecem as cidades. “Diante desse quadro e de relatos de contaminação e desrespeito com comunidades rurais, meio ambiente e saúde da população é que tomamos essa iniciativa”, diz o deputado Edegar Pretto.
O anúncio dos projetos foi feito durante audiência pública na Assembleia Legislativa. O debate foi impulsionado por pedido de um conjunto de entidades, insatisfeitas com duas decisões liminares concedidas pelo Tribunal de Justiça gaúcho liberando agrotóxicos fabricados pelas empresas Helm e Syngenta. Segundo o TJ, a Fundação Estadual de Proteção ao Meio Ambiente (Fepam) não teria competência legal para impedir a comercialização de produtos liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
No final da audiência, o deputado Edegar Pretto anunciou a formulação de uma moção de inconformidade com a decisão de liberar o uso do agrotóxico e a intenção de solicitar uma audiência com o presidente do Tribunal de Justiça para levar as preocupações e considerações do encontro.
Debate
O presidente da Fepam, Nilvo Alves da Silva, entende que a decisão pode ser revertida no Supremo, uma vez que o TJ estaria, aparentemente, olhando para apenas um dos lados da questão. “Esses produtos são 'dinossauros' da era da revolução verde, têm mais de 50 anos, não são produtos novos e são altamente tóxicos", apontou. "Na prática, estamos vendo tentativas de retirar salvaguardas construídas nos últimos anos, não podemos aceitar isto", advertiu.
Coordenador do Centro de Apoio Operacional em Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público Estadual, Carlos Paganella argumentou que existe resolução da Anvisa que demonstra a alta toxicidade do Paraquat. Ele explicou que as decisões do TJ são baseadas no fato de a Lei dos Agrotóxicos do RS ser anterior à Constituição Federal. "O TJ tem que enfrentar a questão da violação dos direitos à saúde e de consumo público, centrar na linha dos direitos sociais. Isto ainda não entrou em debate no tribunal", disse. O procurador público informou que a China, que exporta Paraquat ao Brasil, proibiu sua utilização recentemente e que o Rio Grande do Sul é o terceiro maior consumidor de agrotóxicos do país, atrás apenas de Minas Gerais e Paraná. "A venda desses produtos aumentou espantosamente na última década", afirmou, apontando que as decisões judiciais estão indo na contramão dos direitos humanos e sociais. Paganella antecipou que o STF deverá dar ganho de causa à saúde da população, diante de uma nova visão jurídica em evolução no país, de defesa da vida e da saúde da população. Ele espera que STF julgue improcedente a ação da indústria, de descumprimento da Constituição Federal, de negar a validade da lei estadual. Haveria, então, espaço para reclamação para reverter a situação.
José Kleber, representante do Ministério da Agricultura, destacou a valorização da agricultura orgânica por parte do órgão federal a partir de 2003, mas observou que a estrutura da pasta é, ainda hoje, herança do processo da revolução verde, de 60 anos para cá. "Questionamos a iniciativa de se propugnar pela liberação de produtos que são banidos em diversos países. Desde a década de 80, a pecuária brasileira já adota produtos sem toxicidade, não tem enfrentado problemas de falta de comercialização desses produtos. Parece que estamos voltando no tempo. Os problemas com o uso desses produtos são a nocividade ao consumo e à saúde humana", lamentou.
O agricultor assentado no município de Tupanciretã , Luiz Antônio Schio, fez um relato do uso abusivo de agrotóxicos naquele município. Ele relatou a presença do cheiro do veneno no ar, ocasionando dores de cabeça e de estômago. O agricultor disse que é impossível plantar produtos orgânicos naquela região e revelou já ter perdido 1,2 mil mudas de parreiras plantadas devido ao veneno.


Fonte:Leandro Molina
Postado por:Elisete Bohrer
+ Mais Informações ››››››

A Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos/Rede Escola de Governo e a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões têm o prazer de convidar Vossa Senhoria para o seminário de encerramento do Curso de Formação de Animadores em Educação do Campo para a Erradicação da Pobreza juntamente com os municípios de Cerro Grande, Jaboticaba, Lajeado do Bugre, Sagrada Família, São José das Missões e São Pedro das Missões.
O seminário será realizado no dia 11 de dezembro de 2014, às 13h e 30 min, no Salão de Atos da URI-FW.
Este evento reveste-se de uma importância singular, pois entendemos que, ao diminuirmos a pobreza alimentar contribuindo com a organização social, estaremos construindo territórios com maior desenvolvimento.
Sua presença está sendo aguardada com alegria e irá valorizar mais esta conquista.
Atenciosamente,
Núcleo de Assessoria e Extensão da URI.
Fátima T. Marangon
URI - Campus de Frederico Westphalen
(055)3744-9267
+ Mais Informações ››››››

Jornal dos Trabalhadores - Rio Grande do Sul - Edição 625 do dia 02 de dezembro de 2014

Ouça nesta edição:
Encontro de Rádios Comunitárias acontece neste final de semana em Santa Catarina;
Servidores do Detran suspendem paralisação em troca de acordo;
CUT organiza marcha pela reforma politica e pela democracia;
Instalada 13ª Regional da Defesa Civil, na cidade de Frederico Westphalen.



+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!