quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Programa Passos na Fé de 01-02-2017


+ Mais Informações ››››››

Jornal da Liberdade Edição 1670 de 01-02-2017

+ Mais Informações ››››››

888 - 01 DE FEVEREIRO, QUA - O FANATISMO DA PUREZA. SOMOS JOIO E TRIGO

+ Mais Informações ››››››

Projeto reduz DPVAT para bons e aumenta para maus motoristas

Todo proprietário de veículo é obrigado a pagar um seguro anualmente. É o chamado DPVAT, o seguro para Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. O cálculo do valor é feito pelas seguradoras e tem como base o número de acidentes e uso de seguro ocorrido no ano anterior. O senador Jorge Viana, do PT do Acre, propõe que bons motoristas, aqueles que por três anos não se envolvam em acidentes ou em infrações graves ou gravíssimas, tenham descontos de 25 a 100% no valor do seguro. “Tô chamando a atenção pra que tem bons e maus motoristas. As seguradoras põem um valor mais alto porque não separam o que são bons motoristas dos maus. Os maus tinham de ser expor menos ao risco, com preparação, com tudo. Os bons têm que ter algum prêmio, né? E nós temos um problema: as seguradoras cobram um seguro de prêmio elevado porque não fazem a diferença entre quem é um bom condutor, quem é um bom motorista, que não põe muito ao risco, dos maus condutores. Aqueles que inclusive já sofreram notificações”, defende Viana.

O DPVAT é administrado por uma única seguradora, que estabelece o seu valor sem diferenciar os bons motoristas dos demais. O senador Jorge Viana defende premiar essa diferenciação e acredita que seu projeto possa tramitar rapidamente, já que tem caráter terminativo e não vê grandes implicações políticas.

O PLS 464 começou a tramitar em dezembro e caso seja aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos, poderá seguir diretamente para a Câmara dos Deputados, a menos que haja recurso para votação no Plenário do Senado.

Fonte: PN Notícias.
+ Mais Informações ››››››

Polícia desarticula esquema de desvios de cargas envolvendo municípios do norte gaúcho

Imagem meramente ilustrativa
A Polícia Civil deflagrou uma operação para desarticular uma organização criminosa responsável por desvios de cargas nos estados de SC, PR e RS. A ação foi realizada na última quarta-feira, 25, pela Divisão de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) da Deic, com apoio de outras unidades policiais.
O esquema, que contava com pelo menos sete integrantes – dentre eles um policial civil de SC, que também foi preso – consistia na contratação de fretes de cargas por parte da quadrilha e na simulação de assaltos aos motoristas, de forma que a carga não chegasse ao destino contratado, sendo que em algumas oportunidades a carreta que era “assaltada” nem chegava a ser carregada.
O policial civil envolvido registrava os boletins de ocorrência fraudulentos, sendo que em algumas ocasiões os motoristas sequer se dirigiam até a delegacia para registrar o BO, o que segundo a investigação era feito pelo próprio policial sem a presença da falsa vitima.
A investigação, de alta complexidade e que durou aproximadamente um ano e meio em Inquérito Policial com aproximadamente 700 páginas, teve contribuições da Polícia Federal e diversas unidades da PC/SC.
Embora ainda não seja possível quantificar com exatidão o prejuízo causado pela quadrilha, que pode ter envolvimento em mais de 25 desvios de cargas, estima-se que ultrapasse R$ 1 milhão. A maioria das cargas desviadas era de grãos como soja e feijão, normalmente em rotas de transporte que passavam por pelo menos dois estados do Sul.
Ao longo dos trabalhos, foram efetuadas oito prisões, sendo quatro na quarta-feira e quatro no curso da investigação, estando ainda três indivíduos foragidos. Diligências continuam sendo feitas com o intuito de capturá-los.
Foram apreendidos dois caminhões trator e duas carretas que eram utilizadas pela quadrilha nos golpes, e está sendo providenciado ainda o sequestro de diversos veículos dos envolvidos.
A operação foi deflagrada nas cidades de Chapecó/SC, Riqueza/SC, São Miguel do Oeste/SC, Quilombo/SC, Planalto/RS, Ronda Alta/RS, Nonoai/RS e Ernestina/RS.

Fonte: CACODAROSA
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!