terça-feira, 17 de novembro de 2015

Tês Palmeiras - Dia Mundial do Diabetes

Convite
No dia 14 de novembro foi o Dia Mundial do Diabetes e a Secretaria Municipal da Saúde de Três Palmeiras realiza nesta quinta feira, dia 19 de novembro, evento com objetivo de lembrar da importância da prevenção e educação em diabetes,.
O “dia do diabético” será no Centro Municipal de Eventos às 14 horas, nesta quinta-feira, dia 19.
Haverá presença de vários profissionais da saúde durante a tarde.
Participe!


Secretaria da Saúde
+ Mais Informações ››››››

El Niño mais intenso dos últimos anos deve ganhar força, diz ONU

Efeitos do fenômeno variam segundo as zonas do Pacífico

O atual fenômeno meteorológico El Niño é um dos mais violentos desde 1950 e deve ganhar força até o final do ano, provocando mais inundações e secas, alertou na segunda-feira uma agência da ONU. "As secas severas e as inundações devastadoras que estão ocorrendo nas zonas tropicais e subtropicais caracterizam o atual episódio do El Niño, o mais forte registrado em mais de 15 anos", disse o secretário-geral da Organização Meteorológica Mundial (OMM), Michel Jarraud.

O fenômeno natural resultante da interação entre o oceano e a atmosfera nas regiões centrais do Pacífico equatorial "está contribuindo para condições climáticas extremas" e "continuará a se intensificar ainda este ano", disse a OMM em seu último boletim. Segundo órgão, a temperatura da superfície da água na zona central e oriental do Pacífico "vai exceder a temperatura normal em 2°C, de modo que este El Nino estará entre os três mais fortes registrados desde 1950". Os outros Niños mais fortes desde essa data são os de 1972/1973, 1982/1983 e 1997/1998.

Secas, inundações, furacões.

Os efeitos do El Niño variam segundo as zonas, e este ano já se fazem sentir com violência. De acordo com a OMM, "o El Niño contribuiu com uma estação de ciclones tropicais muito ativa nas bacias ocidentais e orientais do Pacífico Norte", enquanto tende "a reduzir a atividade de furacões no Atlântico e ao redor da Austrália". "O furacão Patricia, que chegou a terra no México em 24 de outubro, foi registrado como o ciclone tropical mais intenso do hemisfério ocidental". No sul da Ásia, foi registrado um "déficit de precipitações" entre junho e setembro, prosseguiu a OMM.

A seca também vai afetar a América Central, onde cerca de 2,3 milhões de habitantes necessitarão de assistência alimentar por causa dos danos nas plantações, estimou na última quinta-feira o Programa Mundial de Alimentos (PMA). As chuvas, em contrapartida, são o lote reservado pelo El Niño a países do leste da África, em especial na Etiópia, onde se agravará "a insegurança alimenta", alertou na quinta-feira o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

Na costa do Pacífico da América do Sul a intensidade que o fenômeno alcançará ainda é incerta, afirmou na última terça-feira o ministro do Meio Ambiente peruano, Manuel Pulgar Vidal. "Estamos com um Niño já presente com força no Pacífico central, mas seus efeitos não foram muito severos na região da América Latina, especialmente na América do Sul, porque coincidiu com o inverno e depois com a primavera", explicou o ministro.

O episódio de 1997/1998 provocou precipitações dez vezes superiores às normais na zona central do Equador e no Peru, com uma forte erosão e deslizamentos de lama com perda de vidas e destruição de casas e infraestruturas, lembra a OMM.

El Niño e o aquecimento global

A OMM publicou seu boletim às vésperas de uma conferência internacional em Nova York sobre El Niño e La Niña (fenômeno inverso, com temperaturas abaixo das normais no Pacífico equatorial), que terá em sua agenda a possível potencialização do fenômeno meteorológico pelo aquecimento global. "Esse fenômeno natural do El Niño e o aquecimento global induzido pelo ser humano talvez interajam e se modifiquem mutuamente de formas que ainda não experimentamos no passado", disse Michel Jarraud, citado no relatório.

"Nosso planeta mudou muito em decorrência do aquecimento global, a tendência geral para um aumento da temperatura oceânica em todo o mundo, a perda de gelo marinho no Ártico e demais de um milhão de quilômetros quadrados de cobertura de gelo no hemisfério norte", afirmou.

O informe diz que El Niño e La Niña "não são os únicos fatores que condicionam as características climáticas em escala mundial". Os debates de Nova York ocorrerão a poucos dias da inauguração da Conferência sobre o Clima, que em 30 de novembro reunirá mais de cem chefes de estado e governo em Paris para buscar impor limites às emissões de gases de efeito estufa, que aceleram o aquecimento global.

Fonte: Correio do Povo
Postado por: Claudinara Glienke
+ Mais Informações ››››››

Operação apreende mais de duas toneladas de explosivos no RS

Medida é preparatória para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016
Mais de duas toneladas de explosivos, 356 unidades de espoletas e quase 1,2 mil metros de cordel detonante foram apreendidos, em menos de 24 horas, pela operação Dínamo III, deflagrada nesta segunda-feira no Rio Grande do Sul. A ofensiva, sem prazo de término definido, consiste em intensificar a fiscalização e o controle de produção, armazenamento, venda, transporte e uso de explosivos, como medida preparatória para os Jogos Olímpicos do Rio em 2016.
A finalidade é reduzir ou evitar que o material seja desviado de empresas registradas ou de origem ilícita e empregado contra pessoas e estruturas físicas em meio ao torneio. Até o momento, 40 pontos foram vistoriados, com nove empresas autuadas pela operação, que reúne 95 integrantes da 3ª Região Militar do Exército, além de efetivo de apoio das Polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Estadual.
O trabalho também recebe o acompanhamento de servidores do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNMP) e do Ministério Público Federal (MPF).

Fonte: Correio do Povo
Postado por; Claudinara Glienke
+ Mais Informações ››››››

Três Palmeiras - ACI promoverá importante reunião

 A ACI convida a todos os sócios para uma importante reunião dia 26/11/2015, nas dependências do Centro de eventos , com início as 19:00 horas. 

Assuntos da reunião:

  • promoção natal premiado ACI
  • prestação de contas da FEICAT
  • troca da diretoria
  • Nota fiscal gaúcha
Logo após a reunião será servido jantar, sendo que é uma janta gratuita por sócio. Só terá direito a janta se confirmar presença até o dia 23/11/2015.
+ Mais Informações ››››››

Homem caminha 170 quilômetros para entregar reivindicações a Sartori

Carta cobrava aumento de efetivo policial em Encruzilhada do Sul.
Um homem completou nesta segunda-feira uma caminhada de 170 quilômetros, entre Encruzilhada do Sul e Porto Alegre. Na Capital, ele foi recebido pelo governador José Ivo Sartori, a quem entregou um documento com reivindicações na área da segurança para o município. O trajeto foi completado em uma semana.
No documento, João Fonseca, 31 anos, cobrou aumento de efetivo policial, a designação de um delegado de polícia e de um promotor de Justiça para a cidade, além da instalação de câmeras de segurança. Autônomo, Fonseca começou a caminhada acompanhado por um amigo, mas apenas ele completou o trajeto.
Sartori encaminhou o documento à Secretaria da Segurança Pública, conforme a assessoria de imprensa do governo do Estado.

Fonte; Correio do Povo
Postado por: Claudinara Glienke
+ Mais Informações ››››››

Remédio contra alcoolismo poderia eliminar vírus da aids, aponta estudo

Medicamento disulfiram acorda vírus adormecido no organismo infectado.
Cientistas estudam agora como erradicar vírus acordado.
Um medicamento usado para tratar o alcoolismo em combinação com outras substâncias poderão contribuir para a erradicação do vírus da aids nas pessoas soropositivas em tratamento, aponta um estudo divulgado nesta terça-feira (17).
O medicamento, chamado disulfiram, acorda o vírus adormecido no organismo infectado, permitindo assim destruir tanto o vírus quanto as células que o abrigam, e isso sem efeitos colaterais, notam os autores da pesquisa, publicada na revista especializada "The Lancet HIV".
Atualmente um tratamento antirretroviral (ART), um coquetel de medicamentos padrão chamado terapia tripla, permite manter o vírus (hiv) em controle nos pacientes soropositivos, mas sem deixá-los completamente livres.
O vírus permanece à espreita no organismo das pessoas tratadas, de forma latente (inativo). Este reservatório, difícil de alcançar, é um dos maiores obstáculos para o desenvolvimento de um tratamento para proporcionar alguma cura.
"Acordar" o vírus latente é uma estratégia promissora para livrar o paciente do hiv.
Mas "despertar o vírus é apenas o primeiro passo para eliminá-lo", disse Julian Elliot, diretor de pesquisa clínica no departamento de doenças infecciosas no Hospital Alfred de Melbourne (Austrália), primeiro autor do estudo.
"Agora, temos que trabalhar a maneira como nos livrarmos das células infectadas", acrescentou.
Outras drogas foram também testadas para atacar o reservatório de hiv, mas sem muito sucesso, ou que se mostraram tóxicas. No ensaio clínico liderado por Sharon Lewin, diretora do Instituto Doherty em Melbourne, 30 pessoas em tratamento antirretroviral receberam doses crescentes de disulfiram durante um período de três dias.
Na dose mais elevada, a estimulação do hiv adormecido sem reações adversas nos pacientes, foi obtida, de acordo com os autores.
"Este teste mostra claramente que o dissulfiram não é tóxico e é seguro de usar, e que poderia muito provavelmente ser o único a mudar a história", disse Lewin em comunicado divulgado por seu instituto.
O próximo passo, segundo os pesquisadores, é testar esta droga em combinação com outras, tendo como alvo o próprio vírus.
"O resultado obtido continua insuficiente", disse à AFP Brigitte Autran, especialista em imunologia e em aids da Universidade Pierre et Marie Curie/Inserm, em Paris, e co-autora de um comentário acompanhando o artigo.
"Ainda estamos muito longe de encontrarmos a solução para obtermos uma verdadeira cura dos pacientes soropositivos e até mesmo uma remissão que permitiria suspender o tratamento", afirmou a especialista.
Com mais de 34 milhões de mortes até hoje, o hiv continua sendo um grande problema de saúde pública, segundo a OMS. No final de 2014, registrava-se cerca de 36,9 milhões de pessoas vivendo com o hiv.

Fonte: G1
Postado por: Claudinara Glienke
+ Mais Informações ››››››

Postagens que talvez você não viu!!!