Nossos Parceiros

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Estudantes do Técnico em Segurança do Trabalho realizam visita técnica a empresas do ramo agrícola

 O projeto pedagógico dos cursos técnicos do CESURG prevê uma formação teórica aliada à prática, e as visitas técnicas possibilitam uma proximidade do estudante com os desafios profissionais que ele encontrará. Os alunos do Curso Técnico em Segurança do Trabalho (TST) do CESURG, acompanhados pela professora Maikielli Zulpo, visitaram no dia 27 de junho a fábrica de Implementos Agrícolas Jan e a Unidade de Produção de Sementes da Cooperativa Cotrijal, ambas instaladas no município de Não-Me-Toque.
Acompanhados pelos técnicos em segurança do trabalho e engenheiros das empresas, os estudantes acompanharam a atuação dos profissionais técnicos de segurança do trabalho em dois ramos econômicos de forte desempenho na região, assim como os desafios encontrados no cotidiano profissional. Para a professora Maikielli Zulpo, a tecnologia utilizada pelas empresas é destacada na região, “pois as duas empresas fazem grandes investimentos em maquinários e instalações de última geração, estando a segurança dos trabalhos priorizada nesses investimentos”.
A oportunidade de conhecer o processo produtivo das empresas, do início da produção até o produto final, foi ressaltada pelos visitantes, que puderam observar as medidas de segurança aplicadas pelos técnicos e engenheiros de cada empresa e também os pontos críticos de cada uma delas. “O interessante dessas visitas é quando nós alunos nos colocamos no lugar dos profissionais da área de segurança e observamos as diferentes áreas e situações de trabalho que poderemos encontrar no nosso futuro, por isso, devemos nos manter sempre atualizados e capacitados para realizar nossas atividades com segurança e eficácia”, avalia o estudante do terceiro período Diogenes Wommer.
A contribuição das visitas técnicas para a formação foi destacada pelo estudante Felipe Fabris, “pois foi possível visualizar na prática o uso das Normas Regulamentadoras (NR), principalmente a 12, assim como dificuldades que um técnico tem que encarar, tanto com a direção como com a adaptação dos funcionários, buscando melhorias para o ambiente de trabalho e segurança dos colaboradores. Pudemos observar dois ramos econômicos distintos, onde os riscos se apresentaram de diferentes formas”, comenta o estudante do Curso Técnico em Segurança do Trabalho do CESURG.


Fonte: Assessoria de Imprensa do CESURG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros