Nossos Parceiros

domingo, 14 de maio de 2017

O desafio de ser Mãe - Rudimar Barea

O desafio de ser Mãe


Rudimar Barea¹


Será que é fácil ser mãe nos dias de hoje? Eis uma tarefa que cada vez se torna mais difícil, com todas as adversidades que o mundo apresenta; internet, alcoolismo, drogas, individualidades, egoísmo, consumismo exagerado, dentre outras dificuldades, ser mãe é um ato heróico, pois é o desafio de educar os filhos para a vida, com respeito e dignidade em uma sociedade que não reconhece o sentido do respeito e da dignidade.

A crise que vivemos atualmente é muito mais que financeira (inclusive até acredito que a crise financeira não é tão difícil de resolver e não causa maiores impactos na nossa região) a crise que precisamos resolver é a de humanidade; precisamos ser mais humanos, respeitar mais as pessoas, ouvir mais as pessoas assim como diz Ruben Alves no livro o “O Amor que Acende a Lua”: “Escutar é complicado e sutil”. Sutileza, gentileza, talvez seja o que mais falta nas nossas relações pessoais e no convívio da família; “a gente não agüenta ouvir o que o outro diz sem logo dar um palpite melhor, sem misturar o que ele diz com aquilo que a gente tem a dizer”.

Ser mãe nesse contexto é um desafio diário, pois geralmente são elas que permanecem a maior parte do tempo com os filhos, e, sendo assim são elas as que geralmente passam os primeiros ensinamentos para os filhos/as (não exclusivamente, pois os pais devem ajudar).

A luta das mães é para que todos/as filhos/as cresçam na vida em sabedoria e graça. Que bom seria se vivêssemos no mundo idealizado pelas mães, precisamos aprender com as mães a se doar em função de nossos irmãos e cuidar uns dos outros como a mãe cuida de um filho, pra isso precisamos escutar as pessoas, mesmo quando não entendemos o que elas dizem (assim como os bebês não falam e as mães escutam o que eles estão pedindo: exemplo quando um bebe adoece a mãe tenta de todas as formas descobrir qual o motivo de sua doença!).

Ser mãe não é fácil. As mulheres e alguns homens exercitam o papel de mãe todos os dias. Nesse dia/mês das mães queremos felicitar todas as mães, e fazer uma suplica para que os filhos/as escutem mais as mães, assim como escutem mais as outras pessoas também. Não vamos atacar ou julgar os outros em prol de nossa defesa imediata, vamos refletir juntos qual o melhor caminho a se trilhar! E que a dignidade e o respeito mútuo triunfem. Feliz mês das mães!


¹Rudimar Barea: Mestre em Filosofia, professor no Centro de Ensino Superior Rio Grandense (CESURG).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros