Nossos Parceiros

quarta-feira, 26 de abril de 2017

19ª edição da Feisa inicia amanhã, em Sarandi/RS

A Feira das Indústrias de Sarandi ajudou a colocar o município em uma posição de destaque a nível regional, alterando a cadeia produtiva local e incentivando o empresariado.


A Feira das Indústrias de Sarandi (Feisa), um dos mais importantes eventos do Norte do Rio Grande do Sul, inicia nesta quinta-feira (27) no município de Sarandi/RS. São cinco dias de atividades, que incluem, além da exposição de produtos, palestras, workshops e seminários. Para o presidente da Associação Comercial, de Serviços e Agronegócio de Sarandi (Acisar), Carlos Alberto Lucietto, a Feisa é responsável pela pujança do município e o projeta no cenário regional, estadual e nacional. “Não podemos ficar parados. É preciso empreender, desbravar e ocupar novos espaços e horizontes. A Feisa nos inspira a inovar. Ela vai muito além dos pavilhões e estandes. Ela gera emprego e garante a condição financeira de inúmeras famílias, trazendo retorno em vários sentidos”.
Esta edição, que acontece entre 27 de abril e 1º de maio, conta com 120 expositores da região que englobam os setores têxtil, moveleiro, agronegócio, metalmecânico, construção civil, agricultura familiar e veículos. Para o prefeito de Sarandi, Leonir Cardozo, todos aqueles que visitarem a feira verão por primeiro aquilo que está acontecendo nesta área industrial. “A nossa feira é um evento consagrado e nós todos estamos contando os dias para poder apresentar para o Rio Grande e o mundo as nossas potencialidades”, disse o prefeito. A expectativa é que cerca de 50 mil pessoas passem pelo parque nos cinco dias de feira. O horário de atendimento é das 10h às 21 horas entre quinta e domingo e na segunda-feira (1º), das 10h às 18 horas. O ingresso custa R$ 3,00.

Feira que transforma
A Feisa desempenha um papel importante no desenvolvimento do município. Referência na Região da Produção, Sarandi vem demonstrando seu potencial econômico nos últimos anos e se firmando na posição de município destaque no Norte do Rio Grande do Sul. O Produto Interno Bruto (PIB) de Sarandi, por exemplo, apresentou uma considerável variação positiva na última década. Em 10 anos, entre 2004 e 2014, a soma das riquezas do município aumentou mais de 200%, chegando a R$ 713 milhões. No mesmo período, o PIB per capita municipal cresceu 138%, chegando, em 2014, a mais de R$ 31 mil por habitante, valor acima da média nacional, de R$ 27 mil. O potencial de consumo urbano em 2016 ficou em R$ 498 milhões. Segundo a última pesquisa do Índice de Potencial de Consumo – IPC-Maps, no ranking nacional, Sarandi figura em 874º lugar. Já no Rio Grande do Sul, ocupa a 81ª posição.
De acordo com o diretor do Campus Sarandi da Universidade de Passo Fundo (UPF), Gilberto Colli, a feira oferece condições concretas para micro e pequenas empresas demonstrarem seus produtos e realizarem excelentes negócios. “Sarandi alcançou, nos últimos anos, um desenvolvimento prático e objetivo, baseado nas parcerias e no trabalho, despertando o interesse dos poderes constituídos, pesquisadores e investidores”, analisa. Segundo Alvaro Viccina, que compôs comissões e subcomissões durante várias edições da feira e ocupou o cargo de presidente em 2004, o objetivo principal da criação da Feisa foi prospectar mercado para as indústrias locais e gerar emprego e renda. No fim da década de 1980 foi criada a INDUVESA – Feira das Indústrias do Vestuário de Sarandi. Com a finalidade de inserir os demais setores surgiu então a Feisa. “Antes, a cadeia produtiva de Sarandi se resumia ao agronegócio, comércio, serviços e um frigorífico e um curtume que pertenciam ao mesmo grupo empresarial. Com a falência deste último, criou-se por muitos anos uma ociosidade de mão-de-obra, sempre na esperança da reabertura daquela empresa, um grande problema social para a região”, conta.

Sobre a Feira
A Feisa é uma feira essencialmente de negócios que reúne indústrias do setor moveleiro, metalúrgico, têxtil, de vestuário, acessórios, alimentação, construção e do agronegócio. A área total do Parque de Exposições Pedro de Marco é de 2.250 mil m², entre estruturas interna e externa. O evento conta com o patrocínio do Sicredi Região da Produção, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Aurora Alimentos, Móveis Boa Vista, Falkk Móveis, Caixa Econômica Federal e Governo Federal, Banrisul e Governo do Rio Grande do Sul e Rede de Farmácias Nossa Senhora de Fátima e apoio da Universidade de Passo Fundo (UPF), Água Mineral Sarandi e Cooperativa Tritícola Sarandi (Cotrisal). Mais informações sobre a feira podem ser encontradas no site www.feisa.com.
Fonte: DW Press - Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros