Nossos Parceiros

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Polícia prende 13 pessoas em operação contra furto de gado na metade sul do RS

Foto: Divulgação /Polícia Civil
A Polícia Civil prendeu, na manhã desta terça-feira (8), em Pelotas,13 pessoas em ação para reprimir o furto de gado. Chamada de Castelo, a operação foi executada pela Força-Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato. A estimativa é que, em um ano, a quadrilha causou prejuízo de R$ 3 milhões a produtores rurais da região sul do Estado.

A Operação é fruto de um ano de investigações, e contou com cem policiais, 25 viaturas e um helicóptero. O alvo é uma das maiores organizações criminosas de abigeato do Estado. Segundo o Delegado Adriano Linhares, responsável pela força-tarefa, o grupo furtou milhares de cabeça de gado na metade sul do Estado.

O líder da organização é apontado pela polícia como sendo Giovanni Fickel Bandeira, que seria responsável por repassar a carne furtada para açougues, lanchonetes, bares e restaurantes. Os investigadores acreditam que aproximadamente 1,5 mil animais foram furtados pelo grupo no último ano. Somente uma dupla de carneadores levou mais de 700 animais nesse período.

Municípios como Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Canguçu, Pinheiro Machado, Piratini, Jaguarão, Rio Grande, São Lourenço do Sul, Lavras do Sul e Rosário do Sul foram alvos dos ataques do grupo. Durante as investigações, a Polícia Civil chegou a prender em flagrante pelo menos quatro equipes de carneadores da organização e recuperar 10 carros roubados e adaptados para transportar carne.

Entre os alvos dos 20 mandados de prisão decretados pelo Judiciário, estão empresários que receptavam a carne furtada, um advogado, que auxiliava as ações do bando, e um agente da Guarda Municipal de Pelotas, que fornecia informações privilegiadas sobre barreiras da polícia aos criminosos.

Fonte: Rádio Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros