Nossos Parceiros

quarta-feira, 5 de julho de 2017

PRF vai priorizar acidentes com vítimas e deslocamentos em ocorrências criminais no RS

Superintendente disse que corte orçamentário não prevê, no momento, fechamento de unidades no Estado
A redução no patrulhamento das rodovias, afetando abordagens e ações de fiscalização de trânsito, será uma das principais consequências do contingenciamento do orçamento da Polícia Rodoviária Federal. No Rio Grande do Sul, o superintendente João Francisco Ribeiro de Oliveira afirmou que serão priorizados os acidentes com vítimas e os deslocamentos para ocorrências criminais. As outras atividades acabarão sofrendo prejuízos. “A ordem é para que os policiais priorizem ocorrências consumadas. As ações terão de ser reativas, e não preventivas”, relatou o superintendente.
O corte orçamentário ainda não resultará em fechamentos de unidades operacionais no Estado. Porém, Oliveira não descarta a possibilidade a médio prazo. “A possibilidade não é afastada. A parte administrativa deve se manter por enquanto”, disse. O superintendente ainda ressaltou que o corte afetou de forma substancial o abastecimento e manutenção de viaturas. Consequentemente, a fiscalização por radar e o patrulhamento ostencivo também serão afetados, assim como o combate a ilícitos. “O tático e operacional é realizado com base na tecnologia e inteligência policial, que foram afetados com o corte”, explicou Oliveira. Segundo ele, a PRF está realizando articulações para recompor o orçamento.


Redução de operações

De acordo com a instituição, o contingenciamento orçamentário foi imposto pelo decreto 9.018/17, de 30 de março de 2017, que dispõe sobre programação orçamentária e financeira do Poder Executivo Federal para 2017. “A Polícia Rodoviária Federal adotará medidas para adequação à nova realidade orçamentária. Frente ao caráter temporário do contingenciamento, as medidas adotadas foram selecionadas de maneira que impactem o mínimo possível a atividade finalística do órgão e que possam ter reversão sem prejuízos à administração quando da recomposição orçamentária”, esclarece a nota oficial.
O horário de funcionamento das unidades administrativas também será alterado, com priorização de atendimento ao público no período compreendido entre 9 e 13h. As superintendências regionais da PRF divulgarão novos horários de funcionamento e atendimento.

Fonte: Correio do Povo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros