Nossos Parceiros

terça-feira, 20 de junho de 2017

Faculdade de Passo Fundo tem atividades administrativas parcialmente suspensas pelo MEC

Nesta segunda-feira (19), foram suspensas parcialmente algumas atividades administrativas em quatro instituições de ensino do Rio Grande do Sul. A informação foi publicada em despacho no Diário Oficial da União (DOU). A decisão suspende as relações das faculdades com o Ministério da Educação, até o fim do processo.

As faculdades são: o Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), a Faculdade América Latina de Ijuí (FAL), a Faculdade Ecoar (FAECO) e a Faculdade Santo Augusto (FAISA). O MEC não informou quais seriam as práticas irregulares praticadas.

Uma delas está localizada em Passo Fundo, a Faculdade Ecoar (FAECO) - Sociedade Educacional Portal das Missões. Com aulas presenciais, oferece os cursos de Sistemas de Informação, Serviço Social, Administração, Ciências Contábeis e Tecnologia em Gestão Ambiental. Além de 19 cursos de Pós-Graduação e Extensão.

A Rádio Uirapuru tentou contato com a direção da Faculdade Ecoar para falar sobre o fato, mas não obteve resposta.

Entre as irregularidades citadas estão faculdades oferecendo cursos superiores sem possuir a permissão do MEC, universidades que utilizam indevidamente instalações físicas da rede pública estadual e municipal, além da comercialização de diplomas e de instituições de ensino que ministram cursos de extensão como se fossem de graduação. Há ainda aquelas que terceirizam os serviços de ensino.

Ao todo são 27 faculdades e institutos por todo o país.

O MEC ressalta que os alunos não serão prejudicados, já que trata-se de uma medida cautelar. Apenas processos administrativos envolvendo as instituições e o governo federal estão interrompidos. As aulas nos locais continuam normalmente.

O caso começou com uma denúncia de um grupo de estudantes em Pernambuco e foi levado à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Faculdades Irregulares, que fez uma denúncia a respeito. A decisão do MEC é um desdobramento da apuração na Assembleia Legislativa do Recife.

Acesse o despacho publicado no Diário Oficial da União.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros