Nossos Parceiros

terça-feira, 23 de maio de 2017

Justiça revoga mandado de prisão de homem que atropelou três e matou passo-fundense em Florianópolis

A justiça revogou o mandado de prisão expedido contra o empresário gaúcho Jeferson Bueno, acusado de atropelar três pessoas, matando a passo-fundense Cristiane Flores, em 31 de dezembro de 2016, em Florianópolis.

O empresário, que é de Sapiranga, dirigia um veículo Chevrolet Camaro, quando perdeu o controle, subiu a calçada, atingindo a vítima fatal, seu marido Nilandre Lodi e um amigo. Com a colisão, Nilandre precisou amputar as duas pernas e hoje vive aos cuidados da família em Passo Fundo.

No início do mês de maio, Bueno foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio doloso qualificado, lesão corporal grave e lesão corporal gravíssima. A defesa do motorista nega que ele tenha sido o responsável pelo acidente, e sim outro veículo.

Jeferson permaneceu foragido enquanto a defesa dele solicitava habeas corpus, com dois pedidos negados durante o processo, segundo o TJSC. Conforme os autos, em 26 de abril foi concedida a liberdade provisória para dar mais agilidade ao processo.

A justiça determinou que o empresário deve comparecer todo mês em juízo para informar residência, além de pagamento de fiança de R$70 mil e suspensão de direito de dirigir por dois anos.

A fiança foi reduzida em R$ 23 mil, pois o juiz entendeu que ele não tinha condições de arcar com um valor maior. O carro de luxo que ele dirigia, conforme o advogado, não tinha seguro, não estava pago e ele recebeu em um negócio, ficando de pagar a diferença do veículo. A justiça entendeu desta forma e reduziu então os valores.

Na última sexta-feira (19), a Justiça informou que o acusado atualizou seu endereço para a Justiça e deve cumprir as medidas cautelares junto à Comarca de Sapiranga (RS).

Conforme o Ministério Público, foi solicitada à Justiça que a prisão seja mantida, mas até esta segunda (22) não havia decisão sobre o recurso.

Em 21 de março, a Justiça aceitou a denúncia do MPSC. Jeferson responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e omissão de socorro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros