Nossos Parceiros

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Hidrelétrica influencia na vazão do Salto do Yucumã, apontam testes

Salto ficou completamente visível com os testes.
Foto: Arquivo/Reprodução
Foi comprovada a influência da vazão das águas da usina Foz do Chapecó Energia na visibilidade do Salto do Yucumã, após testes realizados entre os dias 28 de abril e 1º de maio pela Câmara Técnica de Análise de Projeto (CTAP), do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH).

O Salto do Yucumã e a maior queda d'água longitudinal do mundo, com 1,8km de extensão, e está localizado em Derrubadas. A usina Foz do Chapecó, situada a cerca de 160km do Salto, é apontada como a responsável pelo enchimento do salto. Durante o final de semana, o Yucumã ficou completamente visível.

O turismo na Rota do Yucumã, formada pelos 33 municípios do Celeiro e do Planalto Médio, viu despencar a procura nos últimos sete anos devido às más condições de visibilidade do Salto. As prefeituras culpam a instalação da usina de Chapecó, em funcionamento desde 2010. A mudança no horário de funcionamento pode voltar a movimentar o turismo na região.

Fonte:TPNews

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros