Nossos Parceiros

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Câncer só perde para a violência como causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos


O câncer é a doença que mais mata adolescentes e adultos jovens — de 15 a 29 anos — no Brasil. No ranking geral, fica atrás apenas das causas externas, como são classificados os acidentes e as mortes violentas. A conclusão é de uma pesquisa divulgada pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) e pelo Ministério da Saúde. O estudo mostra que, no período de 2009 a 2013, morreram 17.527 pessoas nessa faixa etária com a doença.

A pesquisa destaca, ainda, que o tipo de tumor mais frequente nesses jovens é o carcinoma, que ocorreu em 34% das vezes e foi mais encontrado no colo do útero. Esse tipo de tumor também apareceu com frequência na tireoide, na mama e na região de cabeça e pescoço. Além de carcinoma, as outras formas recorrentes de câncer entre os jovens foram o linfoma, com 12%, e os tumores de pele, com 9%.

Para o Coordenador de Assistência do INCA, o oncologista Gelcio Mendes o câncer ainda é uma doença rara entre os mais jovens, por outro lado, é a enfermidade com maior chance de levar ao óbito nessa faixa etária. “Ela compete, principalmente, com a violência, ou seja, apesar da baixa incidência, o número ainda é significativo”. Mendes destacou alguns números:

Dados de incidência
Nos adolescentes e adultos jovens, o câncer consiste em um grupo heterogêneo de tumores, que correspondem a 6% de todos os cânceres no mundo. Os dois principais tipos são os carcinomas e os linfomas. Apesar de baixa, a taxa de incidência entre os 15 e 30 anos é 2,7 vezes maior do que em crianças com menos de 15 anos de idade.

Homens (a cada 100 mil)
15 a 19 anos – 13 casos
20 a 24 anos – 19 casos
25 a 29 anos – 41 casos

Mulheres (a cada 100 mil)
15 a 19 anos – 14 casos
20 a 24 anos – 20 casos
25 a 29 anos – 30 casos

Políticas de saúde
O objetivo do Inca é que o estudo, detalhado ao longo de 412 páginas, sirva como balizador para o planejamento e a gestão de ações e políticas de saúde pública voltadas para a faixa etária de 15 a 29 anos.

O grande vilão para essa faixa etária — capaz de causar câncer do colo do útero, o terceiro que mais mata mulheres no Brasil, e câncer de cabeça e pescoço, por exemplo — é o HPV, transmitido principalmente por relação sexual. Ele pode ser evitado com vacina, hoje já disponível no Sistema Único.

Fonte:Simers

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros