Nossos Parceiros

terça-feira, 4 de abril de 2017

Justiça Eleitoral pede que gaúchos procurem cartórios para fazer biometria

Em algumas cidades, processo é obrigatório. Dos 497 municípios do RS, 326 já concluíram o recadastramento. 
A Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul recomendou que todos os eleitores gaúchos que ainda não possuem biometria procurem os Cartórios Eleitorais ou Centrais de Atendimento ao Eleitor (CAEs) para realizarem o recadastramento. Em algumas cidades, o processo é obrigatório.
Os eleitores devem agendar o atendimento pelo site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os endereços, telefones e horários de todos os Cartórios e CAEs também podem ser consultados no site.
Para passar pelo procedimento, os eleitores devem apresentar um documento de identificação (carteiras de identidade, trabalho, conselho profissional ou certidão de nascimento) e comprovante de endereço atual, emitido nos últimos três meses.
Desde outubro de 2015, todo atendimento na Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul é feito por biometria. Quem procede o alistamento, revisão de dados ou mudança de domicílio já deixa registradas as impressões digitais, mesmo em cidades onde o sistema de voto ainda é o tradicional.
Além desse recadastramento regular, que acontece sempre que o eleitor espontaneamente procura atendimento, também há o mecanismo de revisão do eleitorado, utilizado para concluir o processo de coletas dos dados biométricos em algumas cidades. Nesses casos, o TRE define um período em que o eleitor é obrigado a comparecer à Justiça Eleitoral, sob pena de ter seu título cancelado. Dos 497 municípios gaúchos, 326 já concluíram esse processo.
Butiá e Antônio Prado entraram no recadastramento biométrico 2017/2018 nesta semana. Agora, são 68 as cidades do Rio Grande do Sul em que os eleitores devem, obrigatoriamente, procurar a Justiça Eleitoral para fazer a biometria (veja lista abaixo). Esse número deve chegar a 98, até o fim do ano.
Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, registra o maior eleitorado entre as cidades submetidas à biometria no ciclo atual. O município soma 54.557 eleitores. Panambi, Caçapava do Sul, Garibaldi, Palmeira das Missões, Eldorado do Sul e Flores da Cunha também estão entre os maiores municípios com recadastramento biométrico obrigatório – todos com cerca de 27 mil eleitores.
A previsão é de que o recadastramento biométrico termine, em todo o Rio Grande do Sul, até 2022.
Municípios com início da revisão biométrica em andamento:
ALECRIM
ANTÔNIO PRADO
ARROIO GRANDE
AUGUSTO PESTANA
BARRA DO GUARITA
BUTIÁ
CAÇAPAVA DO SUL
CACEQUI
CANDELÁRIA
CANDIOTA
CAPÃO DO LEÃO
CARLOS BARBOSA
CATUÍPE
CIDREIRA
CIRÍACO
CRUZEIRO DO SUL
DOUTOR MAURÍCIO CARDOSO
ELDORADO DO SUL
ENCRUZILHADA DO SUL
FLORES DA CUNHA
GARIBALDI
GENERAL CÂMARA
GUAPORÉ
GUARANI DAS MISSÕES
HARMONIA
IBARAMA
IBIAÇÁ
IBIRUBÁ
ITATIBA DO SUL
IVOTI
JAGUARÃO
JAGUARI
JÚLIO DE CASTILHOS
LAGOA VERMELHA
MACHADINHO
NOVA CANDELÁRIA
NOVA PETRÓPOLIS
NOVA PRATA
PALMEIRA DAS MISSÕES
PALMITINHO
PANAMBI
PARAÍSO DO SUL
PEJUÇARA
PIRATINI
PLANALTO
QUARAÍ
RESTINGA SÊCA
ROCA SALES
SANTO AUGUSTO
SÃO FRANCISCO DE PAULA
SÃO JOSÉ DO NORTE
SÃO MARCOS
SÃO SEPÉ
SARANDI
SEBERI
SEDE NOVA
SINIMBU
TAPEJARA
TAPERA
TAPES
TAQUARI
TRÊS CACHOEIRAS
TRÊS PALMEIRAS
TRÊS PASSOS
VENÂNCIO AIRES
VERANÓPOLIS
VILA MARIA
WESTFALIA

Assessoria/TRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros