Nossos Parceiros

quinta-feira, 16 de março de 2017

Leite vencido e com soda cáustica era vendido à rede de supermercados no RS

Produtos eram impróprios para o consumo humano. Foto: Ministério Público do RS/Divulgação
A 12ª edição da operação Leite Compen$ado foi deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul – MPRS na terça-feira, 14, no Estado. Cinco empresas são investigadas por venda de leite UHT, queijo e creme de leite impróprios para o consumo.
Segundo o MP, foi descoberto crime organizado e de comercialização de produto lácteo impróprio para consumo humano pela nocividade ou pela redução do valor nutricional envolvendo as empresas investigadas.
Ainda segundo MP, os sócios-proprietários das empresas ordenavam a adição de produtos, como soda cáustica, para corrigir a acidez e eliminar microorganismos, no intuito de “rejuvenescer” o produto já vencido, impróprio para o consumo.
No caso da água, ela era adicionada para que o creme de leite duro, já amanteigado, fosse novamente amolecido e misturado a outras cargas em condições melhores. Os laudos realizados pelas próprias empresas eram mascarados, para que tanto a fiscalização quanto os compradores não visualizassem os problemas.
As empresas investigadas são a Indústria de Laticínios Rancho Belo Ltda, com sede em Travesseiro, que fabrica leite UHT integral envazado pela marca dos supermercados Dia%, além de leite, queijo e creme de leite da marca Rancho Belo; a Laticínios Modena, com sede em Nova Araçá, de nome fantasia Bonilé Alimentos e que fabrica creme de leite industrial e queijo; e Laticínios C&P, com sede em Casca, de nome fantasia Princesul, que fabrica queijo. Também são alvos da operação a Transportadora AC Tressoldi, de Estrela e a M&M Assessoria, em Marau, que é alvo de mandado de busca e apreensão na sede da empresa.

Fonte:TPNews

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros