Nossos Parceiros

quarta-feira, 22 de março de 2017

Homem morre em confronto com PMs em horário de folga no Centro

Na madrugada desta quarta-feira (22), foi registrado o décimo terceiro homicídio do ano em Passo Fundo. O crime ocorreu na esquina da Rua Independência com a Rua Fagundes dos Reis, no Centro.
Por volta da 01h, um policial militar em horário de folga estava chegando no Bar do Quina, quando presenciou um homem discutindo e fazendo ameaças contra o gerente do estabelecimento.
O PM tentou acalmar a situação e neste momento chegou ao local um veículo Chevrolet Vectra com as placas dobradas para cima. O motorista desembarcou efetuando tiros contra o gerente e o policial, que de imediato reagiu. Um segundo militar que também estava no local auxiliou no fato, ocorrendo uma intensa troca de tiros entre o motorista e os policiais.
O motorista do carro, identificado como Joel Rick, de 30 anos, foi baleado. A equipe do Corpo de Bombeiros resgatou o homem até o Hospital São Vicente de Paulo, mas ele não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu.
Durante o tiroteio, o indivíduo que começou a confusão saiu correndo e foi detido por populares na Rua Fagundes dos Reis. Ele começou a ser agredido e tentou escapar mais uma vez, vindo a ser preso por outro policial que estava passando pelo local. O homem foi identificado como o engenheiro Hélio Roberto Mattos, de 44 anos.
O jovem que estava na carona do Chevrolet Vectra e não se envolveu na discussão também foi detido.
Os policiais apreenderam um revólver calibre 38 usado por Joel Rick, com todas as cápsulas deflagradas.
Testemunhas relataram que antes da briga, o Hélio se encontrou com o Joel Rick próximo a Rua Capitão Eleutério, onde combinaram de ir até o bar do Quina e dar um susto nas pessoas que estavam frequentando o local.
O caso foi apresentado na Delegacia de Pronto Atendimento da Polícia Civil, onde o Hélio Roberto Mattos foi indiciado por homicídio, tentativa de homicídio e lesão corporal. Após a lavratura do flagrante, ele foi recolhido ao Presídio Regional de Passo Fundo.
O caroneiro do Vectra foi arrolado como testemunha e depois liberado.

Fonte:RádioUirapuru

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros