Nossos Parceiros

quinta-feira, 2 de março de 2017

Descaso do poder público: cadáver permanece mais de 12 horas sem remoção em Passo Fundo

O casal era carente e não possuía familiares
Um descaso das autoridades competentes gerou revolta e indignação da comunidade passo-fundense nesta quarta-feira (01).
Por volta das 15h a Sala de Operações da Brigada Militar foi informada que um homem havia sido encontrado morto dentro de uma residência na Rua Clotilde Lara Pinto no bairro São José.
Os policiais do 3º ROCAM compareceram ao local, juntamente com uma guarnição do Corpo de Bombeiros, sendo constatado que o Joraci Moraes Valtrich, de 56 anos, estava sem vida na cozinha do imóvel. Acredita-se que morreu por volta das 10 horas da manhã.
A vítima não apresentava sinais de violência e o caso foi tratado como morte natural, devido ele ter problemas de saúde.
O Repórter Policial da Rádio Uirapuru, Lucas Cidade, foi informado e esteve no local acompanhando o fato. Ele constatou que a vítima residia com sua companheira, a Dona Maria que esta acamada e tem 80 anos de idade. O casal era carente, não possuía familiares e vivia com a ajuda de vizinhos.
Por não ter nenhuma pessoa da família que pudesse auxiliar na solicitação da remoção do corpo e resolver a questão da documentação para o sepultamento, a Dona Maria solicitava apoio do Poder Público Municipal.
A equipe de Jornalismo da Rádio Uirapuru entrou em contato com o titular da Secretaria de Cidadania e Assistência Social do município, Wilson Pedro Lill, e ele explicou que o auxílio deveria ser solicitado pelas autoridades policiais e não diretamente pela família.
O Secretário falou ao vivo na programação que iria despachar uma equipe da SEMCAS e também estaria presente na casa da idosa para acompanhar a real situação. Porém, isso não aconteceu. Nem a equipe da Secretaria e nem o próprio Wilson Lill estiveram na residência. Tanto que, por volta das 22 horas, os populares ligaram novamente para a emissora afirmando que o corpo permanecia no chão do imóvel e nenhuma autoridade competente havia solucionado o problema.
A equipe de Jornalismo retornou ao local e constatou a veracidade da situação. A idosa continuava na cama e a poucos metros estava o cadáver apresentando forte mau cheiro.
O Presidente da Associação dos Moradores do Bairro São José, Ademir dos Santos, esteve na residência e foi até a Central de Óbitos, localizada no Cemitério Municipal da Vera Cruz. Lá ele recebeu a informação que ninguém havia solicitado o serviço de remoção até o momento, assim que foram comunicados já acionaram a Funerária de Plantão.
A equipe da Funerária M. Prado em poucos minutos realizou a remoção do cadáver e também os procedimentos para os atos fúnebres.
O empresário João do Prado, responsável pela Prado Resgate, solicitou uma ambulância e encaminhou a idosa gratuitamente até um Residencial Geriátrico, onde deverá permanecer o período necessário, já que agora ficou viúva e está sozinha.
A Prefeitura Municipal não se manifestou sobre o caso.



Fonte:RádioUirapuru

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros