Nossos Parceiros

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Preso suspeito de queimar corpo da namorada de 18 anos em Vacaria, RS

Crime ocorreu em janeiro, após ela recusar-se a fazer sexo com o homem. Suspeito foi preso na cidade da serra gaúcha na manhã desta sexta (17).

Jovem teve 80% do corpo queimado por
companheiro (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


O suspeito de atear fogo e queimar cerca de 80% do corpo da namorada foi preso na manhã desta sexta-feira (17) em Vacaria, nos Campos de Cima da Serra, Rio Grande do Sul. A jovem, de 18 anos, foi agredida pelo companheiro porque, segundo a polícia, não quis manter relações sexuais com ele. O caso ocorreu em janeiro deste ano.
Segundo o delegado Flademir Paulino de Andrade, o homem, de 28 anos, estava fora da cidade desde o dia do crime. Ele foi visto na BR-116 e tentou fugir da polícia ao perceber a aproximação, mas foi cercado, acabou capturado e levado à Delegacia de Polícia. Ele deve prestar depoimento ainda pela manhã."Recebemos informação de que ele teria retornado à cidade de Vacaria para visitar uma namorada e mobilizamos a Brigada Militar e Guarda Municipal, além da Polícia Civil, em uma operação. Ele invadiu uma empresa pra tentar fugir, mas foi cercado e após esse cerco ele foi preso", detalha o delegado ao G1.
Negativa motivou crime
Conforme a Polícia Civil, o companheiro da jovem chegou à residência onde casal morava após uma festa, na madrugada de 22 de janeiro, e quis fazer sexo com ela. Como a mulher se negou, segundo a investigação, ele ameaçou atear fogo nela. A negativa persistiu, até que ele jogou gasolina sobre o corpo da jovem e ateou fogo.
Três pessoas que residem na casa, parentes do homem, prestaram socorro à jovem. Eles tentaram apagar o fogo com um banho de chuveiro. No entanto, o fogo se espalhou por outros cômodos, destruindo parte da residência. O Corpo de Bombeiros foi chamado para controlar o incêndio. A casa foi consumida pelas chamas e ficou destruída.
Após o crime, a jovem foi levada ao Hospital Nossa Senhora de Oliveira. Mas devido ao quadro de saúde bastante delicado, porque a instituição não possui UTI com especialidade em queimaduras, foi encaminhada para uma instituição em Porto Alegre.
Homem foi a UPA após crime
Após o crime, o suspeito fugiu e procurou atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Vacaria. Conforme o delegado Flademir Paulino de Andrade, ele sofreu queimaduras nas costas e nas pernas. Entretanto, conseguiu fugir novamente.
O homem, ainda conforme a polícia, é foragido do sistema penitenciário. Ele cumpria pena no Instituto Penal de Passo Fundo, de onde foi liberado para procurar emprego e não voltou mais.
O suspeito possui antecedentes criminais por sete roubos, sete furtos e duas tentativas de homicídio. Além disso, na época do crime, ele estava em Vacaria com documentos falsos, de um irmão.

Fonte:G1RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros