Nossos Parceiros

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Grêmio tropeça na Arena e empata em 1 a 1 com o São José

Tricolor parou de jogar após abrir o placar e foi castigado por gol do Zequinha | Foto: Fabiano do Amaral
O Grêmio confiou demais em uma vantagem mínima e amargou um empate indigesto contra o São José, neste domingo. O Tricolor jogou sem brilho, fez gol em bela jogada com Lincoln e Bolaños, mas parou de jogar e sofreu o 1 a 1 nos minutos finais.
Com o resultado, o Grêmio deixa a oportunidade de dormir na liderança. Chega a sete pontos e ocupa o terceiro lugar no Gauchão. O Zequinha chega a três pontos, mas segue na zona do rebaixamento com a mesma pontuação do Inter.
A equipe gremista começou melhor, acumulando chances de abrir o placar, mas sem acertar a mira. Pagou o preço com a reação do Zequinha, que obrigou Marcelo Grohe a fazer uma defesa difícil e expôs problemas nas costas dos seus laterais.
Tricolor leva sustos, mas controlaLogo aos três minutos, um susto. Jailson perdeu a bola de maneira infantil, na frente da área. Clayton chegou chutando forte, mas para sorte do volante, mandou para fora. O Grêmio tinha o controle da bola, mas chutava pouco e quase foi castigado. Marcelo Grohe fez grande defesa quando Jô ajeitou para Carrillo na frente da área. O meia bateu forte e com direção certa, mas o goleiro gremista espalmou no canto esquerdo.
Aí sim, o Tricolor resolveu se impor. Aos nove minutos, Bolaños tabelou com Ramiro, driblou um zagueiro de letra, tirou outro na finta de corpo e chutou forte. Mas a bola foi em cima de Fábio, que tirou de soco. O equatoriano gostou do jogo e, um minuto depois, começou jogada com Éverton. O atacante lançou Ramiro dentro da área e o volante perdeu o gol mais feito da etapa. A três passos do gol, chutou cruzado, mas a bola passou raspando o poste esquerdo.
Depois disso, as ações se equilibraram, com Jô e Carrillo levando perigo. Só que num erro de Maicon, foi Cláudio que quase marcou. O capitão gremista recuou mal a bola e deu nos pés do atacante. Cláudio foi pressionado por Kannemann, mas conseguiu o chute forte, que passou a centímetros do poste direito.
Antes do fim da etapa, Jô arriscou do meio da rua e deu um frio na barriga dos gremistas. A bola saiu riscando a grama, desviando até tirar faísca da trave esquerda, em tiro de meta. Terminados os 45 minutos, nada de mudar o placar.
O Grêmio voltou do intervalo com a obrigação de abrir o placar, e foi à luta. Logo aos seis minutos, Fernandinho abriu bola para Marcelo Oliveira, que devolveu na área. O atacante chutou no canto esquerdo, mas o goleiro Fábio foi buscar.
Bolaños brilha na dupla com Lincoln
Com dificuldades para superar o ferrolho defensivo, Renato lançou o garoto Lincoln no lugar de Jailson. O resultado foi imediato. Aos 17 minutos, ele recebeu bola de Bolaños e devolveu com um passe milimétrico na área. O equatoriano dominou, com leve ajuda do braço, mas o árbitro não viu e deixou seguir. Com o goleiro deslocado, Bolaños fulminou o 1 a 0 no fundo das redes.
Apagão gremista e empate
O São José correu atrás do prejuízo e alguns erros gremistas quase complicaram a vida tricolor. Aos 22, Jô dominou após bate e rebate na área. Chutou no giro, mas mandou para fora. Sete minutos depois, Jean tocou para Rafinha, que chutou forte, de fora da área, mas por cima.
O Grêmio tanto flertou com não jogar e tentar levar os pontos para o vestiário, que levou o gol merecido aos 41 minutos. Marcio recebeu de Carrillo na área e voltou bola com Rafinha. Livre na meia-lua, ele disparou um foguete no canto direito, sem chances para Grohe, definindo o 1 a 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros