Nossos Parceiros

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Caso da bebê de Soledade: delegado afirma não ter provas de estupro, mas sim de negligência familiar

O caso da bebê supostamente vítima de violência sexual, em Soledade, ganhou novos elementos na manhã de ontem (8). Inicialmente foi registrado que a menina, de apenas oito meses, foi levada para o Hospital São Vicente de Paulo em Passo Fundo para atendimento, onde foi informado que haviam lesões na região anal da menina, sendo comunicado o Conselho Tutelar de Passo Fundo que registrou ocorrência.
A Uirapuru conversou com o delegado Marcos Vinícios Veloso, da Delegacia de Polícia Civil de Soledade, que de imediato informou que não há suspeitos e tão pouco a comprovação de estupro.
Conforme o delegado, o que já foi apurado é que a mãe deixou a criança sozinha e foi até uma vizinha buscar um isqueiro. Neste momento a menina caiu do bercinho, que por sua vez tombou sobre ela, pressionando o seu pescoço.
O delegado esclareceu que ela deu entrada no hospital de Soledade por asfixia, sendo depois encaminhada para Passo Fundo, onde começou também a suspeita de estupro. O delegado destacou que o médico que examinou a menina não pode atestar com 100% de certeza que as lesões são violência sexual, sendo possível ser assaduras mais graves ou algum problema relacionado.
Diante disso, a polícia segue investigando o caso, mas até o momento não é possível comprovar nada além de negligência da mãe, que será indiciada por este delito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros